Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Hope.Love.Christmas

uma história de World Of Stories

Hope.Love.Christmas

You And I - Capítulo 97

Odeya Rush GIF - Odeya Rush - Discover & Share GIFs

O sábado seguinte foi dia de mudanças para todos. Theresa ia finalmente mudar-se para a sua nova casa, juntamente com Leo e Laura. Os três iam sair da casa de Alex e começar, finalmente, uma nova vida. Alex e Nick juntaram-se a eles para os ajudarem. Os pais e a irmã de Theresa tinham voltado à Irlanda, e ela e os filhos iam juntar-se a eles dali a uns meses, nas férias de verão. Mas agora que se tinham reencontrado, não seria a distância a acabar com o contacto entre todos. 

- O que se passa? - Alex perguntou ao ver Laura um pouco apática, apenas a transportar caixotes de um lado para o outro - Estás bem? - Puxou-a para si, para um pequeno abraço

- É só que isto tudo é... estranho... - disse, olhando em volta enquanto se aninhava no abraço do namorado - Nunca pensei que, apesar de tudo, íamos acabar por sair de casa... - explicou - A minha mãe tem razão, aquela casa tinha muitas memórias más, mas mesmo assim é... 

- Estranho... - Alex completou a frase por ela. Depois, fê-la encará-lo. - No início talvez não seja fácil, mas acho que é mesmo melhor assim do que como as coisas eram antes. Além disso, mudares de casa não significa que tenhas de deixar tudo para trás. Talvez não para já, mas esta distância pode ajudar com que, um dia, a relação com o teu pai melhore. E agora tens a oportunidade de voltar a viver com o teu irmão, de ter a tua mãe feliz, talvez tão feliz como nunca a tenhas visto antes - disse-lhe

- Tens sido incrível, sabes? - Laura perguntou, observando-o com atenção - Acho que ainda não tivemos um minuto de paz desde que começámos a namorar e raramente temos tempo só para nós. Qualquer pessoa no teu lugar já teria desistido. Mas aqui estás tu, como sempre - disse-lhe. 

- Amo-te, Laura! - Alex declarou-se - Não seria capaz de te abadonar num dos momentos mais difíceis da tua vida. Temos tempo para namorar. Temos o verão todo, ainda por cima na Irlanda. O que eu sinto por ti, e tu por mim, é forte o suficiente para aguentar todas estas coisas que se meteram no caminho. Agora vamos aproveitar ainda melhor, ser felizes. E venha o que vier, irei continuar aqui. Foste a primeira pessoa a tratar-me bem naquela escola e ver a forma como me defendeste e enfrentaste o Tim logo no primeiro dia. Acho que me apaixonei no primeiro momento - continuava a declaração, deixando Laura cada vez mais emocionada - Os problemas fazem parte e não vai ser o teu pai ou quem quer que seja a afastar-me de ti. - Em vez de responder, Laura beijou-o, também ela apaixonada. Era bom ter alguém assim, a seu lado, disposto a lutar sempre. No meio do beijo, sussurrou um "amo-te". 

- Os pombinhos já terminaram? - Leo perguntou, passando atrás deles - É que temos ali uns caixotes a chamar para ser carregados - acrescentou em tom provocador

- Ah ah ah! Que engraçadinho! - Laura disse, revirando os olhos - Estranho que esses caixotes não tenham dito nada quando tu e o Nick desapareceram para um dos quartos - Provocou de volta

- Vamos continuar? - Leo apenas disse, um pouco envergonhado, e começou a dirigir-se para a zona onde tinham uma pilha de caixotes, deixando a irmã e Alex a rir. Quem diria que ainda iam ver Leo assim naquele estado.

- Achei que a Alycia vinha cá ter... - comentou Nick, que tinha acabado de se lhes juntar também 

- Acho que é capaz de ter tido outros planos... - Leo comentou, com um sorriso de quem sabia alguma coisa de que escapava a todos os outros

- E queres partilhar esses planos ou... ? - Laura perguntou, impaciente

- O Tim ia hoje a casa dele e da mãe para ir buscar as coisas dele, para levar tudo para casa do Anthony. E ela foi com ele, dar-lhe uma ajudinha - Leo contou, um sorriso travesso na cara - Acho que vão mas é aproveitar estes últimos momentos a sós, antes de dividirem casa e terem os pais sempre por perto - Explicou-se, pra o caso de alguém não ter percebido.

- Quem diria! A Alycia a ceder aos encantos do Tim... - Laura comentou

- Quem diria... Tu a admitires que afinal o Tim também tem os seus encantos. - Leo provocou-a

- Quem diria... - Laura ia provocar Leo também, mas ele, percebendo o que dali viria, interrompeu

- Os caixotes continuam à espera! - Disse rapidamente, recomeçando finalmente as mudanças.

***** ***** ***** ***** *****

- Então é assim o teu quarto... - Alycia comentou, olhando à sua volta. Era um quarto simples, mas espaçoso. A cara de Tim, com posters de futebol e outras coisas de desporto. Algumas fotografias com amigos. 

- Bem vinda ao meu covil! - Ele disse, sorrindo-lhe - Que cara é essa? - perguntou ao vê-la tão concentrada a observar tudo o que a rodeava

- Pergunto-me quantas das tuas conquitas acabaram a passar por aqui? Isto deve estar cheio de memórias... - Alycia comentou. Depois, vendo o olhar dele, acrescentou: - Desculpa, não queria ofender... 

- Não me ofendes. - Tim disse - E para que saibas, és a primeira que eu auqi trago! - Admitiu, deixando a rapariga incrédula - Podes acreditar! Só me mudei para aqui depois do divórcio dos meus pais e as coisas já estavam complicadas o suficiente. Queria que a minha mãe tivesse o espaço dela, sem miúdas a entrar e a sair. Acho que isso só a ia fazer lembrar de como era o meu pai e lamentar o facto de eu estar a ficar parecido com ele. Por isso, miúdas, só em casa do meu pai... - ele explicou. Alycia soltou um um "uau" de admiração - Eu disse-te que tinha mudado com o divórcio e com o facto de ter visto a minha mãe naquele estado. Comecei a mudar nessa altura e... - parou enquanto se aproximava dela e a rodeava pela cintura - E voltei a mudar quando te conheci... - aproximou-se o suficiente para a beijar e ela correspondeu. Fosse o que fosse, começava a ser cada vez mais difícil resistir àquilo. E ambo sabiam que, a viver juntos, teriam de arranjar forma de conseguir. 

..............................

Bom dia! Como estão? Hoje trago-vos mais um capítulo e espero que gostem :) Obrigada a quem está desse lado. Fiquem bem e até ao próximo capítulo! 

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.