Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

15
Fev20

You And I - Capítulo 51


JustAnOrdinaryGirl

Resultado de imagem para bruno pol merlí gif

- Dr. Collins, não contava vê-lo por cá. - O diretor da escola disse, assim que Edward Collins se sentou à sua frente, no gbinete da direção - É claro que é sempre bem-vindo... - Apressou-se a dizer. O diretor da escola Peter Wilson, Um homem na casa dos 60 anos, já há muito conhecia e estimava Edward. - Mas aconteceu alguma coisa com a Laura ou com o Leonard? - perguntou.

- Os meus filhos estão bem... apesar de que podiam estar muito melhor. - Edward afirmou, não estando com rodeios - Devo dizer-lhe, caro Wilson, que esta escola já foi muito melhor frequentada. - disse, usando o seu habitual tom preconceituoso - E é mesmo isso que me traz cá hoje. - Anunciou - A escola parece ter sido... contaminada. Há alguma forma de resolver esta situação? - perguntou, deixando o diretor sem saber ao certo o que dizer. Ou sem saber se estava a perceber bem. Estaria Edward Collins a sugerir que alguns alunos deveriam ser afastados dali? 

- Como deve calcular, eu não posso simplesmente afastar alunos... - Wilson disse 

- Mas convenhamos que ter uma escola frequentada por este tipo de alunos... Acha mesmo que dá uma boa reputação? - insistiu. Edward queria levar a sua ideia em frente e sabia bem em que pontos tocar para começar, pelo menos, a influenciar o diretor. - Os meus filhos têm sido bastante prejudicados com a convivência com estes alunos. - Referiu

- Prejudicados? - Wilson perguntou, surpreso - Mas não tive comentários de qualquer professor, nem mesmo deles próprios. A que nível é que eles foram prejudicados? - quis saber 

- Digamos que enão é de todo agradável uma filha nossa, para quem desejamos o melhor, chegar a casa e informar-nos que temos um genro cigano. - Edward contou

- De facto, não é o que os pais querem ouvir, Dr. Collins - O diretor concordou com Edward, fazendo-o sorrir ligeiramente - No entanto, isso não será motivo suficiente para afastar qualquer aluno. Posso garantir-lhe, no entanto, que vou andar atento a possíveis delizes. - garantiu. - Há mais alguma coisa em que possa ajudá-lo?

- Sim, na verdade há mais uma coisa - Edward confirmou - Como sabe, há anos que eu e a minha empresa somos um dos principais financiadores da equipa de futebol desta escola - começou - E tem tudo corrido lindamente... - disse. No entanto, o seu tom fazia prever que algo não estava bem - No entanto, soube de uma coisa que me deixou muito de pé atrás. Como sabe, eu e o diretor somos muito parecidos no que diz respeito à maneira de ver as coisas e ao cumprimento das normas. - Começou - Soube que na equipa há jogadores... como hei de dizer isto... Com um modo de vida particularmente diferente. - disse, deixando Peter Wilson um pouco confuso

- Como assim, doutor? - perguntou, esperando um esclarecimento - Não me está a dizer que há suspeitas de dopping, pois não? - perguntou, aflito só de pensar na hipótese. Isso levaria à expulsão do campeonato inter-escolas. 

- Não, nisso os alunos têm sido muito cuidadosos. Mas digo-lhe que quase mais valia que fosse. - Edward disse - A verdade é que soube que há jogadores, e até mesmo apoiantes da equipa, que têm preferências fora do normal no que diz respeito a relacionamentos. 

- Oh, então o que me quer dizer é que há... - baixou o tom de voz com medo de que alguém o ouvisse - homossexuais na nossa equipa e a apoiar a nossa escola? - Peter repetiu, só para ter a certeza. Quando viu Edward assentir, ficou ligeiramente desconfortável com a ideia. - Não fazia a mais pequena ideia... Como é que soube?

- Isso não é relevante. O que importa aqui é que nem eu nem os meus sócios queremos estar envolvidos neste tipo de situações. - Edward disse, firme - Portanto, peço-lhe que faça alguma coisa, o que seja, ou teremos de cortar o financiamento. Tenho imensa pena, mas presumo que compreende a minha posição. 

- Com toda a certeza que irei tomar as devidas medidas, doutor - Peter concordou - Há anos que esta escola tem uma ótima reputação e sei bem o que esse tipo de escolhas dos alunos pode causar. Escândalos não! - Wilson começou de imediato a pensar em medidas a tomar

- E digo-lhe já que toda esta situação tem que ver com o início da nossa conversa - Edward voltou ao assunto anterior - Tudo isto surgiu por influências desta gentinha que aceita na sua escola

- Pode ficar descansado porque serão tomadas as devidas medidas - Peter garantiu - Nem que se faça uma palestra a apelar à normalidade - sugeriu, sem pensar muito no assunto, mas Edward parece ter gostado.

- Faça isso e eu vou garantir que a minha Laura fica na primeira fila e de ouvidos bem abertos - O pai de Laura não perdia uma para tentar desviar a filha dos "maus caminhos" - Fico à espera de novidades! - Sem mais assunto, os dois despediram-se. Edward saiu do gabinete mesmo a meio de um dos intervalos. Avistou Leo e Nick, no campo de jogos, muito cúmplices para quem estava simplesmente a marcar uns cestos de basket. Foi o bastante para ter ainda mais a certeza que aquela conversa com o diretor tinha sido a ecisão acertada. Porém, a sua fúria cresceu ainda mais quando avistou Laura. A rapariga, que achava que o pai já não estava na escola, devido ao tempo que já tinha passado, estava com Alex. Os dois estavam também afastados do resto dos alunos, a aproveitar aquele tempo para namorar. Edward apanhou-os no exato momento em que o casal trocava um beijo apaixonado. Decidiu não chamar Laura, sabia que ia dar e discussão e, como todos sabiam, ele detestava escândalos. Em casa conversavam. 

...........................

Boa tarde, como estão? Aqui está o capítulo desta semana e eu espero que vocês gostem :) Este está mais curto, é apenas o início de algumas coisas meio complicadas que vão acontecer com o grupo de amigos. Digam-me o que acham que aí vem! Obrigada a quem está aí desse lado :) Fiquem bem e até ao próximo capítulo! 

2 comentários

Comentar post