Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

29
Out18

You And I - Capítulo 5


JustAnOrdinaryGirl

Imagem relacionada

 

- No próximo jogo já vou atuar com a claque! – Alycia quase gritou ao contar esta novidade. Era hora do intervalo e Alycia sentada na relva, ao lado de Laura e de Nick – Mal posso esperar! – O entusiasmo dela era notório, não dava para esconder

- Ainda nem acredito que conseguiste “vencer” a Clarissa! – Laura disse, claramente orgulhosa da amiga – Olha que não é qualquer um – acrescentou

- Afinal como é que conseguiste? – Nick perguntou, curioso, enquanto bebia o seu café – A Clarissa age como se fosse dona da claque e raramente entra alguém novo – explicou

- E a ideia dela era exatamente impedir-me de entrar – Alycia confirmou – Ela começou com aquela ideia do teste e eu aceitei. Fui lá assistir a um ensaio e aprendi a coreografia. Depois fui fazer a famosa prova – ela contou

- O estranho é que essa prova nunca foi assim tão famosa, nunca ouvi falar em nada disso – Laura comentou.

- Não é famosa porque não existe! – Alycia revelou, fazendo com que os dois amigos ficassem ainda mais interessados – Existe um teste, é claro, mas nada como a Clarissa deu a entender. – Alycia continuou com as revelações – Pouco tempo depois de fazer o teste, ela chamou-me para dizer “Aly, querida, lamento, mas não conseguiste entrar. De certeza que serás boa noutra coisa qualquer! – Reproduziu as palavras da cheerleader. A imitação quase perfeita fez Laura e Nick soltarem uma gargalhada

- Então como é que conseguiste acabar na claque? – Laura estava confusa

- Porque fui mais inteligente que a Clarissa! – Alycia disse, orgulhosa de si mesma – Eu sabia que tinha feito um bom trabalho, que tinha feito os passos certos. Por isso, fui falar com a professora que as treina e ela disse-me que não era a Clarissa quem decidia e muito menos quem assistia à “candidatura” de novos alunos, mas sim ela. Voltei a fazer a coreografia e ela deu-me as boas-vindas – contou, feliz com a sua entrada na claque

- Estou muito orgulhosa de ti, Alycia – Laura felicitou-a. A namorada do irmão estava mesmo a precisar de alguém que a enfrentasse na claque.

Durante o que sobrava do intervalo, Laura percebeu que Nick queria abordar o tema da mensagem que lhe enviara durante a aula. Mas a rapariga conseguiu evitar o assunto, fazendo com que a conversa de Alycia sobre a claque durasse mais do que o necessário. Pelo menos até Leo ter aparecido com Clarissa e Tim a reboque.

- Já sei que tens uma nova colega de claque, Clarissa! – Nick disse assim que a cheerleader se juntou a eles – E olha que aqui a Alycia é bastante talentosa – acrescentou em tom provocador. O tom usado pelo rapaz fez Laura, Alycia e até mesmo Leo sorrirem. Clarissa também sorriu, mas sem vontade alguma. Sentou-se encostada ao namorado.

- Tu é que devias ter entrado na claque, Laurinha! – Tim disse enquanto a olhava – O equipamento ia ficar-te a matar! – acrescentou, tentando provoca-la. No entanto, tudo o que conseguiu foi um revirar de olhos da rapariga e uma reprimenda de Leo. A única que achou piada foi Clarissa.

Em vez de ficar ali a ouvir aqueles comentários, Laura decidiu ir sentar-se ao pé de Alex. O rapaz também estava prestes a juntar-se ao grupo, mas tinha acabo por mudar de ideias depois de ver Tim. Não estava com grande paciência para o aturar até nos intervalos.

- Posso interromper? – Perguntou enquanto se sentava ao lado dele. Alex sorriu em resposta e tirou os fones dos ouvidos.

- Aposto que os abandonaste por causa do Tim – Alex adivinhou

- E eu aposto que não te sentaste ao pé de nós pelo mesmo motivo – Os dois sorriram – Eu já começo a ficar sem paciência para ele e para as atitudes deles – Laura explicou

- Percebo perfeitamente – o rapaz concordou – E ainda tenho de o aturar nas aulas. Ele acha-se engraçado e passa o tempo a tentar fazer piadas parvas – contou

- Sabes que mais? Parvos somos nós! – Laura disse e Alex ergueu uma sobrancelha – Estamos aqui sozinhos, a perder o intervalo por causa dele – explicou – Nunca deixes de te sentar connosco por causa dele – aconselhou com um sorriso no rosto. A campainha voltou a tocar. Alex levantou-se e estendeu a mão para ajudar Laura a fazer o mesmo. Tim, que os estava a observar há um bocado, depressa se meteu.

- Posso saber o que é que se passa aqui, Laura? – perguntou com um tom que Laura achou demasiado bruto – Não me digas que andas enrolada com esse…

- Vê lá o que vais dizer, Tim! – Laura interrompeu-o – Não tens o direito de me falar nesses modos e vê se entendes isso de uma vez – avisou-o

- E o meu nome é Alex! – foi a vez do rapaz falar

- Não respondeste à minha pergunta, Laura! – Tim insistiu. Laura reparou que desde que tinha agarrado a mãe de Alex para se levantar que ainda não a tinha largado.

- Não tens nada a ver com isso! – Laura apenas disse. Puxou Alex pela mão e juntaram-se ao resto do grupo, já a caminho das aulas. Só aí Laura largou a mão do amigo. Laura reparou que Nick observava toda aquela situação com atenção e viu-o sorrir. Sabia perfeitamente o que lhe atravessava a mente naquele momento. Revirou-lhe os olhos e seguiu caminho.

 

*************************

 

- Tenho a sensação de que hoje a casa vem abaixo – Leo comentou quando, nessa tarde, entrou em casa com a irmã

- Porque é que dizes isso? – Laura atirou a mochila para um canto e sentou-se no sofá – O que é que fizeste, Leonard? – provocou

- Ainda não fiz… Mas vou fazer – ele disse, deixando a irmã ligeiramente preocupada – Estão prestes a chegar aí três colegas de turma para fazermos um trabalho – anunciou

- Ok! E? – Laura não estava a entender – Qual é que é mesmo o problema? – perguntou ao perceber que o irmão não ia explicar mais nada

- Acho que os pais se vão passar um bocadinho… - disse apenas.

- O Nick faz parte do teu grupo, é isso? – Laura percebeu finalmente – Leo, eu já disse ao Nick o que se passou. Além disso, eu estou a pensar em continuar a trazer cá o meu melhor amigo. E vocês vão apenas fazer um trabalho. Os preconceitos deles não podem fazer com que te prejudiques na escola – Tentou fazer com que o irmão se acalmasse – E quem são os outros dois?

- Um deles é o Alex, mais um “problema” para os pais – anunciou – E o terceiro… Bem, é mais um problema para ti, maninha – Laura não precisou de nomes, sabia perfeitamente de quem se tratava

- Bem, se a casa não vier abaixo por do Alex e do Nick, é provável que venha por causa do Tim!  - Percebeu – Só espero que ele não venha pra cá a armar-se em parvo, não estou com paciência nenhuma!

- Hoje de manhã, se não tivesse tocado para a entrada, ele estava prestes a fazer uma cena – Leo disse apesar de saber que a irmã tinha noção disso – Se tivesses visto a cara dele quando viu o Alex agarrar-te na mão – tentou não rir.

- Ele não tinha nada a ver com o assunto, Leo – Laura disse – E não tinha motivo nenhum para estar a criar alarido à volta daquilo. O Alex só me ajudou a levantar – acrescentou

- Claro! – Leo assentiu e tentou esconder um sorriso – E depois esqueceram-se de largar a mão um do outro – provocou. Estas provocações entre os irmãos já eram típicas. Apesar de algumas diferenças, Leo e Laura sempre tinham sido muito unidos e confiavam um no outro para tudo. Além de irmãos, eram também amigos desde sempre. Ou quase sempre.

- Não comeces…Leonard! – Laura sabia o quanto o irmão detestava ser chamado pelo nome próprio

- Deixaram-se ficar de mão dada, a trocar sorrisinhos – Leo continuou com a provocação – Se o Tim não tivesse dito nada aposto que nem se largavam. Está visto que o amor anda no ar… Laurinha! – Foi a vez dele de usar o nome que sabia que a irmã não gosta. Viu como ela corou ligeiramente. Laura atirou-lhe com uma almofada. A sala da família Collins estava prestes a transformar-se num ringue de luta de almofadas quando a campainha tocou.

Ai o Alex! – Leo provocou mais uma vez a irmã mais nova. Antes de ele se dirigir para a porta, Laura ainda teve tempo de lhe atirar com mais uma almofada.

.........................

Boa noite! Aqui fica mais um capítulo que eu espero que gostem! Vem um pouco fora de horas, desculpem. Este foi assim um capítulo mais calmo. Até porque se avizinha mais uma tempestade na casa dos Collins. Curiosos para ver como será este trabalho de grupo? E qual será a reação dos pais de Leo e Laura? Deixem as vossas opiniões aqui nos comentários e obrigada a quem tem acompanhado! Fiquem bem e até ao próximo capítulo!

1 comentário

Comentar post