Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

08
Jun19

You And I - Capítulo 30


JustAnOrdinaryGirl

Imagem relacionada

 

Quando ouviram o bater na porta, Leo e Nick afastaram-se. Nick voltou a sentar-se na outra cama e Leo preferiu ficar de pé. 

- Sim? - Leo perguntou quando percebeu que ninguém ia entrar sem permissão. E se fossem os pais?

Felizmente não eram. Era uma das convidadas dos avós que andava perdida à procura da casa de banho. Quando percebeu que não era ali, pediu mil desculpas e deixou-os novamente sozinhos. Olharam um para o outro e dois sorrisos bastante envergonhados apareceram, especialmente no rosto de Leo. 

- Vamos ter com a Laura e com a Emma? - Nick sugeriu

- É melhor, antes que o meu pai dê pela nossa falta e decida procurar-nos - Leo concordou. Haveria de ser lindo se Edward os apanhasse juntos, fechados num quarto. A casa vinha abaixo.

Foram encontrar as duas raparigas no jardim, sentadas à beira da piscina. 

- Já voltaram? - Emma perguntou. Tanto ela como Laura tinham no rosto uma expressão de quem tinha tramado alguma. 

- Então e encontraram a boneca perdida? - Leo perguntou num tom bastante provocador. Depois de as ver ali, com aquele ar, tinha a certeza de que não havia nenhuma boneca em falta. Reparou no olhar que as duas trocaram. 

- Afinal devo tê-la em nossa casa - Laura disse, tentando disfarçar e manter a mentira

- Deve ser isso... - Leo disse. Sentou-se à beira da piscina, mesmo ao lado de Laura, e fingiu estar apenas a sentir a temperatura da água. Mas, de repente, uma grande quantidade de água aterrou em cima irmã. E antes que Emma tivesse tempo de reagir e impedir de ser a próxima "vítima" também ela levou com água. - Vamos buscar bebidas? - Leo perguntou como se nada fosse, entre gargalhadas, e dirigindo-se a Nick. As duas amigas olhavam-nos furiosamente mas eles apenas conseguiam rir. 

- Estão muito animados! - Theresa tinha-se aproximado sem eles se aperceberem - Oh, o que vos aconteceu? - perguntou ao reparar no estado de Laura e Emma

- Estavam a ver se a água da piscina está boa! - Nick brincou e Theresa acabou por sorrir. Gostava de ver o grupo assim, divertido. Fazia-a lembrar-se de tempos anteriores. - Vamos buscar bebidas, querem alguma coisa? - Nick ofereceu.

- Traz-nos duas cervejas! - Laura pediu. Theresa olhou-a com espanto, fazendo-lhe depois um olhar de desaprovação - Pronto, traz-nos dois sumos! - Retificou. Os dois rapazes afastaram-se e foram até à zona onde estavam dispostas as bebidas. Iam olhando um para o outro, sempre disfarçadamente. Até que Leo demorou um pouco mais o seu olhar e foi apanhado por Nick, que lhe sorriu. Leo corou e voltou a sua atenção de novo para os copos de sumo que estava a encher. Voltaram depois para junto de Laura e Emma, mais calmas com eles depois de terem apanhado uma pequena molha. - Vamos tirar uma foto para recordação! - Laura sugeriu. 

- Acho que deixei o telemóvel lá em cima... - Nick disse enquanto vasculhava os bolsos. Só se tinha apercebido agora que Laura tinha feito a sugestão. - Vou ver se o encontro, deve ter ficado no quarto

- E eu aproveito para ir à casa de banho - Emma disse. Levantou-se e seguiu Nick para o interior da casa

- Está tudo bem? - Laura perguntou, chegando-se para mais perto do irmão. Olhou em volta para garantir que ninguém se dirigia para junto deles - Tens estado muito pensativo desde que voltaste lá de cima com o Nick - reparou. Não disse mais nada. Conhecia bem o irmão e sabia que, naquele momento, ele estava apenas a pensar no que haveria de dizer. 

- É estranho... - Leo começou - Da outra vez, quando nos beijámos, nenhum de nós estava à espera que aquilo acontecesse. E desta vez... - Leo fez uma pausa. Olhou em volta e avistou o pai ao longe, na conversa com o pai de Emma. - Desta vez, quando ficámos os dois sozinhos, chegou a um ponto em que ambos sabíamos o que ia acontecer.E eu... - parou mais uma vez, apenas para ganhar coragem de contar tudo à irmã. Até esta situação com Nick, Leo nunca partilhara as suas coisas com Laura. Não este tipo de coisas, pelo menos.  - Eu não fugi...Nem quis! - confessou e viu a ternura e compreensão no olhar da irmã mais nova. - O que é que isso faz de mim? - Leo perguntou, as logo a seguir percebeu como aquela perguntava soava, era tão desnecessária

- Para com isso, Leo! - Laura repreendeu - Sentires alguma coisa pelo Nick só faz de ti uma pessoa que gosta de outra. Apenas e só isso! - Laura fê-lo entender - Beijaste-o? - perguntou ao fim de uns segundos de silêncio

- Não, fomos interrompidos por uma amiga da avó que andava à procura da casa de banho! - Laura não foi capaz de evitar uma gargalhada ao imaginar o irmão e Nick naquela situação. E, apesar da confusão na cabeça de Leo, Laura vislumbrou no rosto dele um breve sorriso

- Porque é que não vais ter com ele? - Laura sugeriu - O Nick ainda deve estar lá em cima e se achas que é isso que queres e precisas, então não deixes passar, Leo. - aconselhou. Percebeu que o irmão estava a ponderar a questão. 

Leo sorriu-lhe e olhou para a janela do quarto. Pareceu-lhe ver Nick atrás da cortina mas, naquele momento, não tinha a certeza. Talvez fosse apenas a sua imaginação a mostrar-lhe o que ele queria ver. Levantou-se e encaminhou-se para dentro de casa. Mas e se Nick já lá não estava? Se bem que, pensando bem, de certeza que naquele momento Laura já tinha enviado uma mensagem ao melhor amigo. E, como era de esperar, enviou mesmo. 

Leo parou antes de entrar no quarto. Tinha a mão sobre a maçaneta da porta e respirou fundo antes de a rodar. Entrou e fechou a porta atrás de si, enconstando-se a ela. Viu Nick à janela, a observar a piscina nas traseiras da casa. Não tinha sido imaginação sua, afinal de contas. Se o viu, Nick não deu sinais disso. Permaneceu quieto, a olhar para algum lugar lá fora. Leo ficou a observá-lo, a pensar no que queria fazer ou dizer. Nick não demorou muito tempo a virar-se e a encará-lo. 

- Estás bem? - Nick perguntou, aproximando-se um pouco mais de Leo - Estás a ficar da cor da parede! - disse. E, apesar de o ter dito num tom um pouco brincalhão, a verdade é que começava a ficar preocupado. Leo estava mesmo branco e parecia estar prestes a desmaiar - Leo? - Aproximou-se o suficiente e tocou-lhe no ombro, chamando-o de volta à realidade. Leo abanou a cabeça e sentou-se na cama mais próxima. Não estava de todo bem, conseguia sentir isso. 

- Há bocado, quando estávamos aqui, e aquela mulher apareceu... - Leo começou, um pouco desnorteado talvez. Sentia-se nervoso como há muito não acontecia. Respirou bem fundo antes de prosseguir - Se ela não tivesse aparecido...

- Teríamos acabado aos beijos, provavelmente! - Nick interrompeu-o, dizendo exatamente as palavras que Leo parecia ter perdido - Mas talvez só ficassemos a saber se acontecesse mesmo. Se ela não tivesse aparecido... - acabou por dizer, sem nunca tirar os olhos de Leo. Sentou-se ao lado dele - Se nos tivessemos beijado, o que é que fazias? Fugias daqui? - Nick perguntou, mais por curiosidade. Da outra vez Leo não tinha propriamente fugido, mas tinha preferido afastar-se e conversar depois. 

- Acho que só ficavamos a saber se tivesse acontecido... - Leo usou a resposta anterior de Nick. Nick sorriu e percebeu o que Leo queria dizer. Aproximou-se lentamente. Antes de avançar mais tocou-lhe no rosto. Leo estava gelado e Nick reparou que também ele estava a ficar nervoso. Desta vez era diferente. Agora ambos tinham noção do que estava a acontecer. E ambos queriam. Nick continuava a segurar o rosto de Leo, que o encarava. Nick aproximou o rosto de Leo até restarem apenas uns meros centímetros, quase milímetros, de distância entre os dois. Olhou-o nos olhos antes de desviar o olhar para os lábios. E depois olhou-o novamente, a sorrir. Quando Leo sorriu de volta e suspirou, Nick avançou e juntos os lábios de ambos. No início, tal como da outra vez, foi apenas um encosto de lábios e Nick até pensou que Leo ia desistir. Mas depressa se deixaram envolver por aquele beijo. O que parecia ser tão simples, depressa se tornou num beijo intenso, como se há muito esperassem por aquele momento. Acabaram com todo o espaço que podia ainda haver entre os dois. Nick sentia-se feliz, há muito que ansiava por estar assim com Leo. E Leo esqueceu por momentos todas as suas confusões, tudo o que os rodeava. Por muito que precisassem de recuperar o fôlego, nenhum deles queria terminar o beijo. 

Momentos depois, um grito fê-los voltar à realidade. Afastaram-se e tentaram recuperar o fôlego. Voltou a ouvir-se um grito. Perceberam que vinha do exterior. Leo levantou-se, ainda meio atordoado, e foi à janela. Felizmente, Nick continuou sentado e não se deixou ver através do vidro. Era Laura quem estava a gritar o nome de Leo. 

- Vamos embora! - Ela gritou, agora ligeiramente mais baixo já que Leo abrira a janela. Ao lado da irmã, estava o pai. - Sabes do Nick? Queria despedir-me dele! - disse, apenas para disfarçar. Leo abanou a cabeça. Saiu da janela e olhou para Nick, que estava a rir por causa de Laura

- A minha irmã é louca! - Leo concluiu - Eu... Falamos mais logo? - Leo perguntou e viu Nick assentir. Despediram-se com um simples adeus e Leo saiu do quarto, deixando Nick no quarto a pensar naquilo tudo. 

***** ***** ***** ***** *****

- Havia alguma necessidade de te pores aos gritos, Laura? - Edward perguntou, desagradado. Toda a gente tinha ficado a olhar para eles. 

- Poupei-te uma ida lá acima! - Laura disse e encolheu os ombros. Assim que Leo se juntou a eles, Laura percebeu que a conversa com Nick tinha corrido bem. A família despediu-se dos convidados que ainda por ali estavam e deixaram a casa dos avós minutos depois. No carro, Laura olhou para o irmão. Como não podia dizer nada ali, apenas lhe sorriu. Mas ela percebeu tudo. 

...........................

Boa noite! Como estão? Aqui fica mais um capítulo e eu espero que gostem! Eu sei que hoje o gif do início dá um grande spoiler, mas espero que tenham gostado mesmo assim! Deixem aqui as vossas opiniões! E preparem-se porque vêm aí grandes acontecimentos! Fiquem bem e até ao próximo capítulo :) 

1 comentário

Comentar post