Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

28
Mai19

You And I - Capítulo 29


JustAnOrdinaryGirl

Resultado de imagem para birthday cake tumblr gif

 

O domingo começou soalheiro. Em casa dos Collins, apesar de ser cedo e fim-de-semana, os despertadores fizeram-se ouvir. O avô de Laura e Leo fazia anos nesse dia e a família tinha sido convidada, juntamente com alguns amigos, para um almoço. 

Laura foi a primeira a sair da cama. Estava ansiosa que chegasse a hora de ir para casa dos avós. Afinal de contas, Emma e Nick estavam entre os convidados. Já Leo, apesar de também estar acordado, continuava deitado em cima da cama, a contemplar o teto do quarto. A presença de Nick naquele almoço deixava-o ligeiramente nervoso. Acima de tudo, tinha medo que algum dos presentes, em especial os pais, reparassem que alguma coisa tinha acontecido entre os dois.

***** ***** ***** ***** *****

- Não percebo porque é que os vossos avós insistem em convidar tanta gente para estes almoços! - Edward desabafou. Iam já a caminho de casa dos seus pais. Apesar de ser uma distância curta, tinha de ser feita de carro - Era suposto ser um almoço de família, uma coisa mais caseira - acrescentou, continuando a demonstrar o seu desagrado por ser uma mesa cheia para o almoço

- São os anos do avô, pai! - Laura disse-lhe - É normal que ele queira ter com ele a família, mas também os amigos - explicou - E tu sabes que os avós sempre se deram bastante bem com o Nick e com os pais dele. Crescemos juntos! - acrescentou, sabendo perfeitamente o que na verdade incomodava o pai

- Eu não referi nomes! - Edward disse, defendendo-se, e olhando para a filha através do retrovisor

- Como se fosse preciso! - Laura comentou, mas o pai preferiu ignorá-la. Queria evitar chatear-se com Laura mesmo antes de chegarem a casa dos seus pais. Isso só faria com que todos fizessem perguntas. A rapariga olhou para o lado, para o irmão. Leo ainda não tinha dito nada. Estava absorto nos seus pensamentos e na música que ouvia pelos fones. Mas Laura sabia bem no que ele estava a pensar. Ou no que estava a tentar evitar relembrar. 

***** ***** ***** ***** *****

Quando chegaram, já estavam vários carros estacionados perto da casa dos avós. Laura reconheceu de imediato o carro de Nick e o carro dos pais de Emma, ficando aliviada por eles já terem chegado. Saiu do carro e quase correu para a porta, tocando logo à campainha

- Esta miúda parece que não vê os avós há um ano! - Edward comentou com Theresa, mas esta limitou-se a sorrir. Laura era muito chegada aos avós. E Leo também, apesar de a rapariga o demonstrar mais que o irmão. Quando o avô lhe abriu a porta, cumprimentou-o com um abraço e com um alegre "parabéns". Leo estava já atrás dela e também ele cumprimentou o avô, deixando para trás os pensamentos que o tinham atormentado todo o caminho. Apesar de menos efusivamente, Edward e Theresa também desejaram um feliz aniversário ao mais velho, sorrindo-lhe. 

Já dentro de casa, Laura encontrou a avó a conversar com Emma e Nick. Correu para eles, a sorrir, e cumprimentou cada um. Leo, que novamente seguia atrás da irmã, também os cumprimentou. Prendeu o olhar em Nick por mais uns segundos que o habitual e as três repararam, mas não disseram nada. 

- O grupo todo junto de novo! - A avó disse com um sorriso nos lábios. Quando eles eram mais novos, era ela quem costumava tomar conta deles nas tardes em que não tinham escola. Podia apenas ser avó de sangue de Leo e Laura, mas encarava Nick e Emma como se fossem seus netos também. Depois de alguns minutos de conversa, a avó deixou os quatro e foi receber os convidados. Ficaram sentados no sofá, a conversar, até ouvirem a avó chamar para o almoço. 

Os pais de Laura fizeram um esforço por manter conversa com os pais de Nick, apesar de ser algo apenas cordial. Especialmente Edward não compreendia como os pais de Nick aceitavam tão bem, com tanta naturalidade, o filho preferir relacionar-se com homens da forma como deveria fazê-lo com mulheres. No entanto, não queriam ser mal educados. Apesar de tudo, foi uma refeição bastante agradável, com especial destaque para o aniversariante. O almoço, como sempre acontecia em casa dos avós Collins, estava delicioso e um momento alto da festa foi o partir do bolo, também ele caseiro. A avó era, sem dúvida, a melhor cozinheira de sempre. 

***** ***** ***** ***** *****

- Laura, Leo! - A avó chamou-os quando já todos os convidados estavam no jardim - Eu e o avô andámos a fazer uma limpeza e encontramos imensa coisa vossa. Está tudo encaixotado, lá em cima no quarto onde costumam ficar - informou - Se quiserem ir até lá, escolham o que querem guardar - sugeriu - Vocês também podem ir, claro - acrescentou, referindo-se a Emma e Nick. Os quatro concordaram e entraram dentro de um pequeno quarto com duas camas. Era ali que Laura e Leo costumavam dormir sempre que iam a casa dos avós. O quarto ainda estava na mesma. Tinha uma decoração um pouco mais infantil, talvez, mas era isso que o tornava ainda mais especial. Leo atirou-se para cima da cama que lhe pertencia, enquanto os outros três se sentaram na cama de Laura. 

- É mesmo bom estar aqui! - Laura comentou - Parece que aqui os problemas não entram! - acrescentou, nostálgica. Viu depois os caixotes empilhados a um canto. Pegou naquele que tinha o seu nome e começou a remexer os objetos. Eram sobretudo bonecas, alguns livros de colorir. Mas foi o bastante para voltar ao passado. Foi passando as bonecas a Emma e as duas estavam deliciadas, a recordar o tempo em que se sentavam no jardim e faziam uma autêntica mansão para as suas barbies

Leo continuava deitado em cima da cama e tinha agora um livro que antes estava pousado na sua mesa de cabeceira. Estava distraído e não reparou que Nick o olhava. Mas Laura reparou e bateu no braço de Emma, discretamente. Emma olhou para Nick e depois para Leo. Depois olhou para Laura e percebeu que a amiga tinha algo em mente. 

- Falta aqui uma boneca! - Laura disse, alto, fazendo as atenções de todos virarem-se para si - Acho que vou perguntar à avó onde a deixou. Deve ter ficado perdida no sótão - disse, pondo-se de pé

- Vais mesmo fazer a avó deixar os convidados para ir procurar uma boneca, Laura? É preciso lembrar-te que tens 17 anos?! - Leo provocou

- Era a minha boneca preferida, Leo! - Foi a resposta de Laura, que fez Leo revirar os olhos

- Eu vou contigo, eu adorava aquela boneca! - Emma disse, fingindo-se muito preocupada com o "desaparecimento" da boneca. Leo revirou o olhos e Nick riu das duas. 

- Gajas! - Leo disse assim que elas saíram e o deixaram a sós com Nick, revirando os olhos. Acabou por se sentar na cama quando se apercebeu de que estava efetivamente sozinho com o rapaz. Pegou na caixa que tinha o seu nome e começou a vasculhar o que por ali havia. Não estava a prestar grande atenção, era apenas um pretexto para estar concentrado nalguma coisa que não no facto de estar fechado num quarto com Nick. À semelhança da caixa de Laura, também a sua estava cheia de brinquedos antigos. Leo foi colocando tudo para fora para conseguir chegar ao fundo da caixa.

- Ah, então é aí que anda esse livro! - Nick exclamou de repente quando Leo tirou uma antiga banda desenhada da caixa

- Pois, isto era teu - Leo lembrou-se - Eras um sortudo por ter esta banda desenhada, era rara e todos a queriam ter. Como é que veio aqui parar? - Leo questionou

- Não te lembras mesmo? - Nick perguntou, encarando o rapaz à sua frente. Leo negou com a cabeça - Eu dei-ta! - Nick disse e Leo lembrou-se. Todos os miúdos queriam ler aquela BD mas Nick era dos poucos que a tinha. E ele sabia o quanto Leo adorava aquilo. Por isso, depois de a ler várias vezes, decidiu dá-la ao rapaz. E agora ambos sabiam por quê. 

- Acho que está na hora de a teres de volta! - Leo disse, o olhar fixo em Nick. Esticou o livro para ele e, quando Nick agarrou na BD, agarrou também na mão de Leo. Pensou que ele ia afastar-se, mas não o fez. Ao contrário do que aconteceu na primeira vez que se beijaram, desta vez ambos sabiam o que podia acontecer. Nick levantou-se e foi sentar-se ao lado de Leo, próximo mas não demasiado. Não parou de o olhar e Leo observava-o com atenção. Olhou para os lábios de Nick e, quase sem darem conta, estavam cada vez mais próximos.

- Que raio é que me andas a fazer? - Leo perguntou quase num sussurro

- O mesmo que me andas a fazer há anos! - Nick respondeu - Não me sais da cabeça! - Uma leve pancada na porta fez com que os dois voltassem à realidade. 

....................

Boa tarde! Como estão? Aqui fica mais um capítulo que eu espero que tenham gostado! Eu sei que o fnal pode não ser o que esperavam, mas esta cena era mesmo necessária para o que aí vem! O que acharam?  Ah, e apesar de eu estar a publicar hoje, terça-feira, no fim-de-semana haverá capítulo na mesma :) Obrigada a quem está desse lado. Fiquem bem e até ao próximo capítulo!

2 comentários

Comentar post