Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

31
Mar19

You And I - Capítulo 23


JustAnOrdinaryGirl

Resultado de imagem para merlí gif bruno

 

Leo acordou com o telemóvel a dar sinal de mensagem. Esfregou os olhos, ensonado, e agarrou no telemóvel. Não tinha dormido grande cosa, sempre a pensar em como estaria a irmã, e a luz do aparelho não era de todo agradável. Quando conseguiu finalmente ver o ecrã, reparou que a mensagem era de Nick Hey! Podes vir ter comigo? Tenho uma coisa para a Laura, ela vai gostar ;) Apesar de a ideia de ficar na cama ser algo que lhe agradava, aquela mensagem deixara-o curioso. Por isso, deixou a preguiça de lado e saltou da cama. Vestiu um fato de treino e calçou os ténis que tinha mais perto. Antes de sair do quarto escreveu uma resposta à mensagem de Nick Hey. Claro, encontramo-nos no sítio do costume? Meia hora e estou lá. Só depois de enviar a mensagem é que teve noção de como as coisas tinham mudado. No iníco do ano letivo, apesar de se dar bem com Nick, o rapaz era apenas o melhor amigo de Laura. Agora, eram amigos ao ponto de terem um "sítio do costume". Saiu do quarto a pensar no assunto e quase esbarrou com Emma no corredor.

- Já a pé? - perguntou, estranhando o facto de a encontrar acordada àquela hora

- Fui só à casa de banho - Emma justificou - E tu? 

- Vou sair mas não me demoro - apenas disse - Como é que ela está? - perguntou e acenou na direção do quarto da irmã

- Deu voltas e voltas na cama - Emma contou, preocupada - Mas agora estava a dormir bem - acrescentou. Leo acenou e acabou por se despedir da amiga. Quando entrou na cozinha, encontrou os pais sentados à mesa.

- Bom dia! - cumprimentou ao mesmo tempo que pegava numa maçã - Eu vou sair mas não me demoro nada - avisou

- E pode saber-se onde vais? - o pai perguntou, desconfiado com tão pouca informação

- Vou dar uma corrida - Leo disse. Não era totalmente verdade, mas não podia dizer aos pais que ia encontrar-se com Nick. No entanto, estava a pensar em ir a correr até ao parque. - Até já! - E, sem dar tempo para mais perguntas, saiu de casa. 

O tempo estava agradável, apesar das nuvens que se faziam notar e aquela corrida estava a saber-lhe mesmo bem. Estava a ajudar no alívio da tensão. Chegou ao parque ao mesmo tempo que Nick e percebeu que, tal como ele, também o amigo tinha decidido aproveitar para fazer uma corrida matinal. 

- Não sabia que gostavas de correr! - Leo comentou quando Nick se sentou ao seu lado num dos bancos do parque

- Ajuda a desanuviar e a organizar as ideias - Nick disse antes de beber um gole de água para ajudar a recuperar o fôlego - Queres? - ofereceu a Leo, que aceitou a garrafa

- Como eu te entendo... - Leo acabou por desabafar

- Como é que estão as coisas lá por casa? - perguntou. A expressão no rosto de Leo dizia tudo

- Foi uma discussão horrível! - Leo começou - A minha irmã e o meu pai já tinham tido discussões antes, mas eu nunca tinha visto a Laura naquele estado. Ela tremia e chorava, foi horrível... - continuou. À medida que Leo falava, Nick reparou em como o amigo estava mal, em como de repente os seus olhos ficaram húmidos - Acho que a Laura tinha esperança que neste caso o meu pai não fosse tão radical. Afinal, trata-se da felicidade dela - ele disse. Tinha a cabeça apoiada nas mãos e Nick odiava vê-lo assim tão embaixo. - O pior é que eu acho que ele nunca vai mudar de ideias - acrescentou, triste com a ideia

- E tu, como é que estás no meio disto tudo? - Nick perguntou

- Sinto-me um inútil! - Leo acabou por admitir - Eu estava ali, sentado ao lado dela, e não fui capaz de fazer nada, de dizer nada que a pudesse ajudar - O rapaz continuou e Nick deixou-o falar até ao fim - Eu devia tê-lo enfrentado, devia tê-la ajudado. E no entanto não tive coragem de dizer nada - explicou - A Laura consegue enfrentá-lo sem medos e eu... - o tom de voz mostrava como estava desesperado, desiludido consigo mesmo.

- E tu também vais conseguir, Leo! - Nick encorajou-o - Tu vais conseguir encontrar essa coragem quando precisares dela. Além disso, tu ficaste o tempo todo com a Laura. E acredita que isso já foi um grande apoio para ela. - Nick garantiu. Leo continuava curvado, com a cabeça apoiada nas mãos mas, mesmo assim, Nick conseguiu perceber que estava a fazer um enorme esforço para não chorar à frente dele. Nick aproximou-se dele o suficiente para colocar a mão sobre as costas de Leo, tentado confortá-lo. - Vai ficar tudo bem, Leo! - disse-lhe - Os irmãos Collins são valentes! - acrescentou enquanto sorria e conseguiu ouvir Leo soltar uma quase inaudível gargalhada. 

- Obrigado! - Leo agradeceu e limpou os olhos húmidos. Quando finalmente se levantou e se virou para o amigo, a mão de Nick nas suas costas e a maneira como estavam sentados tão juntos, fez com que os rostos de ambos ficassem demasiado próximos. O suficiente para que os dois se ficassem a olhar por uns segundos sem se mexerem. 

Nick foi inundado por todos os sentimentos que tinha por Leo e, quase sem se aperceber do que estava a fazer, aproximou-se ainda mais do amigo. Leo não se afastou. Toda aquela situação estava-o a deixar bastante confuso e a impedi-lo de se afastar. No momento a seguir, os lábios de ambos estavam colados. Aoenas durou dois ou três segundos, foi apenas um encostar de lábios antes de os dois voltarem à realidade e tomarem noção do que tinham acabado de fazer. 

- Desculpa! - Foi Nick o primeiro a falar. Continuava sentado no banco e observava Leo, agora de pé - Desculpa Leo, eu... - Não sabia o que dizer. Só sabia que não devia ter feito aquilo

- Eu tenho de ir embora, Nick - Leo disse e olhou finalmente para o amigo - Nós... depois falamos - apenas disse

- Espera! - Nick chamou-o e levantou-se

- A sério, Nick, falamos depois. - Leo insistiu

- Não é sobre o... é sobre a Laura - disse e voltou a ter a atenção do outro - Foi para isto que te pedi que viesses. - Tirou um telemóvel do bolso e estendeu-lho. Leo ficou confuso. - Eu, o Alex e a Aly arranjámos este telemóvel para a Laura, depois da mensagem que nos enviaste - explicou - Como não podemos ir ter com ela, esta é a nossa maneira de a ajudar - sorriu - Claro que se achares má ideia...

- É ótimo, obrigado! - Leo sorriu de volta, esquecendo por segundos o que tinha acontecido entre os dois. Nick voltou a estender-lhe o telemóvel e, quando Leo o aceitou, os dedos de ambos tocaram-se, fazendo com que ambos voltassem a pensar no que se passara e Leo afastou-se - Obrigado! - voltou a agradecer e Nick sorriu. Ficou a ver Leo afastar-se e suspirou. Depois do que tinha acontecido, ficara com a certeza do que sentia, desta vez era a sério. 

***** ***** ***** ***** *****

Leo demorou mais no caminho de regresso a casa. Tinha a cabeça a mim, não sabia o que pensar. Quando finalmente chegou a casa encontrou os pais sentados na sala. Tentou passar por eles com um simples "voltei" mas sem sucesso. 

- Que tal foi essa corrida? - Edward perguntou, desviando os olhos do jornal

- Foi normal... - Leo limitou-se a responder

- Está tudo bem, filho? - Theresa perguntou depois de ver a expressão do filho

- Porque é que não haveria de estar? - Leo tentou fingir que estava bem 

- Porque normalmente voltas das corridas com outro ânimo - o pai comentou 

- Estou apenas cansado, acho que não estava em forma - Leo disse - Vou tomar um banho e fico como novo - disse e sorriu, na esperança de convencer os pais. O que de facto resultou, pois deixaram-no ir sem mais perguntas.Subiu as escadas e bateu à porta da irmã. Encontrou as duas amigas sentadas, a estudar. - Hey! Tenho uma coisa para ti! - disse a Laura e sorriu - Fui ter com o Nick e ele deu-me isto - Mostrou o telemóvel e contou-lhe o que Nick dissera sobre aquilo - Mas tem cuidado! - avisou

- Obrigada!! - Laura atirou-se ao pescoço do irmão, abraçando-o 

- Bom, o recado está dado, eu vou tomar um banho - Leo apenas disse quando a irmã o largou

- Leo... está tudo bem? - perguntou. Conhecia o irmão e sabia que, com aquela cara, alguma coisa tinha acontecido. Leo não disse nada, limitou-se a acenar a sorrir. Saiu do quarto da irmã e entrou no seu. Em vez de ir tomar banho, ficou por ali. Atirou-se para cima da cama e a única coisa em que conseguia pensar era no que tinha acontecido com Nick. E só se conseguia perguntar por quê?

...............................

Boa tarde, como estão? Hoje trago-vos mais um capítulo! Estavam à espera que isto acontecesse? O que acham que vai sair daqui? O Leo ficou completamente à nora. Espero muito que tenham gostado, deixem as vossas opiniões! Fiquem bem e até ao próximo capítulo! 

2 comentários

Comentar post