Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

07
Jan19

You And I - Capítulo 14


JustAnOrdinaryGirl

Imagem relacionada

- Gostaste mesmo desse presente - A mãe de Laura reparou enquanto preparava a refeição da noite de passagem de ano juntamente com a filha e com a sogra - Não me queres mesmo contar quem é esse amigo? - perguntou, vendo como a filha sorriu e, logo a seguir, corou - Vá lá, Laura! - insistiu, bastante curiosa

- É só um amigo - Laura respondeu da mesma maneira que respondia desde a noite de Natal - Não há mais nada para contar - Ao dizer isto, a rapariga viu a expressão da avó. A senhora sabia perfeitamente que havia mais para contar. No entanto, também sabia que a neta não poderia, por enquanto, contar nada aos pais. O filho e a nora não iriam aceitar aquela amizade, muito menos algo mais do que amizade. 

- Não te preocupes, a Laura conta quando achar que tem de contar - A avó tentou terminar aquele assunto. As três continuaram o que estavam a fazer. Nessa noite, para a passagem de ano, os Collins iriam receber uns amigos de família e uma amiga dos avós que morava ali na zona. Além disso, depois de muita insistência da sua mãe, o pai de Leo e Laura lá acabara por concordar que Nick passasse a noite com eles, frizando, no entanto, que a opinião dele, e as suas decisões, se mantinham as mesmas. A verdade é que não queria entrar em discussão com a sua mãe, sabia que saía sempre a perder.

À hora marcada, os convidados dos Collins chegaram lá a casa, prontos a festejar a entrada no novo ano. Laura recebeu Nick com um sorriso e os dois ficaram felizes por, depois de bastante tempo, voltarem a estar juntos naquela casa. Apesar de o pai dela não estar de acordo com a presença dele, uma vez que com a presença da família Nick podia estar "debaixo de olho", o homem acabaou por conseguir aceitá-lo ali apenas por umas horas. 

- Então e o Alex não vem? - Nick provocou a melhor amiga que, naquele momento, teve vontade de lhe bater. Os dois estavam sentados ao lado de Leo, na sala, enquanto os adultos conversavam e bebiam um aperitivo na sala de jantar. 

- Isso queria ela! - Leo entrou na brincadeira, deixando a irmã sem aliados - Repara só que nunca mais tirou o colar, para se sentir mais perto dele - continuou, a rir com Nick - Vá lá, Laurinha, admite que querias que ele estivesse aqui

- Primeiro, não me chamo Laurinha! - A rapariga resmungou - E depois, o Alex foi passar o Natal com a família e só volta amanhã - disse-lhes

- O que não quer dizer que não querias que ele estivesse aqui - Nick constatou, usando depois o copo de sumo para brindar com Leo, que dava altas gargalhadas

- Vocês são insuportáveis! - Laura disse, apesar de estar a gozar com eles. Sabia perfeitamente que os dois tinham razão, mas não ia admitir - E desde que são amigos, ficaram ainda pior - foi a vez dela os provocar, recebendo uma careta dos dois. Depois, levantou-se para ir buscar uma taça com batatas fritas para os três. Apanhou a avó enconstada à porta da sala, a observá-los antentamente - Está tudo bem, avó? - perguntou ao ver a avó ali

- Sim... Estava apenas a olhar para vocês e a lembrar-me das tardes que passavam juntos, mais a outra menina. Tenho saudades desses tempos, sabes? - A avó desabafou, fazendo a neta sorrir com alguma nostalgia

- Eu também tenho saudades - Laura admitiu - Mas felizmente a minha amizade com o Nick manteve-se por todos estes anos, e eu também me continuo a dar com a Emma, apesar de ela já não morar cá, falamos algumas vezes - A rapariga contou, lembrando a antiga amiga de infância que morava ali perto deles - Como vês, as coisas continuam bem parecidas - deu um beijo na bochecha da avó

- E olhando bem para aqueles dois, e para a conversa que para ali vai... - A avó disse, olhando para Nick e Leo, os dois absortos numa conversa animada - Acho que há mais coisas que permanecem iguais, ou estou enganada? - perguntou, o que levou Laura a olhá-los com mais atenção. Laura entendeu o que a avó queria dizer e ia-lhe dizer que concordava, mas o pai chamou-os para jantar e a conversa ficou por ali. Mas de certeza que voltariam a tê-la noutra altura. 

Todos se reuniram à mesa para o jantar de passagem de ano. Laura, Leo e Nick ficaram juntos para poderem conversar mais à vontade, a avó e o avô ficaram logo ao lado deles e os restantes ocuparam o outro lado da mesa. O jantar foi animado e cheio de conversas variadas. O pai de Laura e Leo estava claramente desconfortável com a presença de Nick e com o facto de o rapaz e o filhos parecerem estar a dar-se melhor do que antes. Mas, além de ser preconceituoso, o Sr. Collins também se preocupava muito com aparências e não queria, de todo, que os convidados percebesse que algo estava errado, e manteve sempre a postura.

Depois de jantarem, a família e amigos dirigiram-se à sala de estar, onde passaram um serão bem animado. Pouco antes da meia-noite, foi entregue a cada um do convidados uma taça para o champanhe e algumas passas. A contagem foi feita com grande animação e quando o relógio marcou a meia-noite foi distribuído o champanhe e cada um comeu as suas passas, pedindo ao mesmo tempo os seus desejos. Depois, todos saíram à rua para ver o já tradicional fogo de artifício, um espetáculo que encantava Laura desde que era pequena. Ao seu lado estavam o melhor amigo e o irmão. 

- E se ligássemos à Aly? - Nick sugeriu, tirando o telemóvel do bolso e dando início a uma video-chamada - Feliz ano novo!! - os três gritaram assim que Alycia atendeu. A conversa foi bastante breve. Quando Nick desligou, reparou que tinha uma mensagem de Alex - Laura, vê o teu telefone, tens uma mensagem do teu amor - informou a rapariga tal como Alex lhe pedia naquela mensagem. Quando abriu a mensagem, Laura reparou que era um convite. "Não marques nada para amanhã à tarde, gostava de te levar a um sítio. Aceitas? Feliz ano novo!"

- Alguém recebeu um presente de ano novo!! - Leo provocou a irmã. Mas estava feliz por vê-la assim. - Não nos vais dizer o que ele queria? - perguntou

- Se não fossem assim para mim, até contava! - Laura provocou-os e viu os beicinhos deles, o que a fez rir - Era um convite para amanhã à tarde, mas não sei mais pormenores! - acabou por contar. A verdade é que estava um pouco nervosa e precisava de algum apoio dos dois rapazes. Em vez de a provocarem mais, como já era costume e como ela esperava que acontecesse, os dois aproximaram-se dela e deram-lhe um beijo em cada uma das bochechas. Depois ergueram os copos, que ainda tinham algum champanhe, e fizeram um brinde.

- Que este novo ano seja repleto de felicidade para nós! - Nick disse

- E que os nossos sonhos se concretizem! - Laura acrescentou

- E que a amizade continue! - Foi a vez de Leo participar no brinde. Os três brindaram e depois ficaram a ver o resto do fogo de artifício. Todos os outros já tinham entrado em casa, mas eles permaneciam ali, sentandos no alpendre, a desejar que o novo ano que acabava de se iniciar pudesse ser sempre assim, feliz, como estava a ser aquela noite. 

........................

Bom dia!! Aqui fica mais um capítulo, desta vez mais dedicado à passagem de ano. Queria fazer um capítulo assim, bem simples, antes do "regresso às aulas" da história. Porque a partir daqui algumas coisas vão mudar e queria assim um capítulo mais calmo, como se fosse uma ponte para o que aí vem. Espero que tenham gostado! Já agora, gostavam de conhecer esta amiga de infância deles, a Emma? Gostava de a introduzir na história, e tenho algumas ideias de como, mas gostava de saber o que acham! E já agora deixem as vossas opiniões sobre o capítulo. Fiquem bem e até ao próximo capítulo :)

2 comentários

  • Imagem de perfil

    JustAnOrdinaryGirl 07.01.2019 23:46

    Obrigada!! Fico mesmo muito, muito contente por estares a gostar. E obrigada por acompanhares e por deixares os teus comentários :)
    Acho que ela passará mesmo a ser uma personagem presente. Não uma protagonista, mas presente :)
    Foi um capítulo mais simples antes de chegar mais drama, que vem aí algum!

    Beijinhos!!
  • Comentar:

    CorretorEmoji

    Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

    Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.