Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

08
Out16

"Live After Storm" - Capítulo 3


JustAnOrdinaryGirl

Resultado de imagem para alex pettyfer gif

Melissa não falou muito mais com os três amigos até ao final das aulas. Não queria chatear-se com eles e sabia que se os evitasse ela própria estaria mais calma quando voltassem a falar, tal como eles. O facto de Dianna e Chloe terem francês, Zack espanhol e Melissa inglês ajudou bastante, já que acabaram por não se encontrar. No final do dia Liam, que tinha espanhol, esperou por Melissa à porta da sala de inglês.

- Esperei para te perguntar se sempre queres ir trabalhar – Liam comunicou quando Melissa o viu à porta da sala

- Sim. Eu trouxe o meu carro. Se quiseres vir comigo. – A rapariga perguntou, já ambos a caminho dos cacifos

- Também trouxe o meu carro. Mas posso ir ter contigo assim que chegar – Liam informou

- Sim. Sabes onde é a minha casa, não sabes? – Perguntou enquanto procurava as chaves do carro na confusão da sua mala

- Sim, sei. Moras ao cimo da minha rua – Liam sorriu, tirando também as chaves do seu carro do bolso – Eu vou ter contigo – acrescentou. Depois ambos caminharam para o estacionamento da escola, onde tinham os seus carros.

Melissa e Liam chegaram praticamente ao mesmo tempo à rua em que ambos moram. Melisso foi diretamente para casa, pousou as suas coisas e arrumou a mesa onde jantavam para que pudessem trabalhar à vontade. Apenas 15 minutos depois, Liam bateu à porta. Melissa indicou-lhe que entrasse e que se sentasse à mesa. Começaram de imediato a trabalhar, conversando apenas sobre o trabalho. Tinham há bastante trabalho adiantado quando sentiram alguém chegar a casa. Era Jane, a mãe da rapariga.

- Melissa, não sabia que tínhamos visitas – Jane apenas disse quando viu Liam sentado à sua mesa, com a filha

- Tínhamos um trabalho para fazer e achei melhor trabalharmos aqui – a rapariga respondeu, desviando os olhos do livro para olhar para a progenitora – Conheces o Liam, não conheces? Ele mora ao fundo da rua e é da minha turma – Melissa acrescentou, mas sabia perfeitamente que a mãe o conhecia. Toda a gente conhecia Liam, mas não por morar numa determinada rua ou andar numa determinada escola.

- Sim, sei quem é o Liam – Jane respondeu olhando para o rapaz. Tentou colocar um sorriso

- Bem, nós também estávamos a terminar e eu tenho mesmo de ir andando – Liam apressou-se a arrumar as suas coisas – Bem, então até amanhã – despediu-se

- Sim, até amanhã – despediu-se Melissa – Vemo-nos amanhã nas aulas – acrescentou com um sorriso, enquanto o acompanhava à porta – Eu vou arrumar as minhas coisas e tomar banho antes de jantar – a rapariga avisou a mãe, começando a juntar as suas coisas espalhadas em cima da mesa

- Melissa – Jane chamou a filha e esperou que esta lhe desse atenção – Devias ter-me dito que tínhamos visitas – avisou

- Os meus amigos vêm cá imensas vezes, mãe. Não achei que houvesse problema – Melissa justificou-se

- Não queiras comparar, Melissa – a mãe contrapôs – Os teus amigos não têm nada a ver com este rapaz

- O Liam veio cá para fazermos um trabalho, mãe – a rapariga justificou a visita

- E porque é que estás a fazer um trabalho com ele? Foi o professor que te colocou no grupo dele? Posso ir à escola e tentar que te mudem de grupo – Depois de ouvir a mãe proferir estas palavras, Melissa teve a certeza do caminho que a conversa estava a tomar

- Mãe – Melissa interrompeu a progenitora – Eu e o Liam estamos a trabalhar juntos porque ambos quisemos. Cada um era livre de trabalhar com quem queria – informou, deixando a mais velha de olhos arregalados, surpresa

- E o que é que te passou pela cabeça para tomares tal decisão – Jane perguntou, sem saber o que a filha estava a pensar – Melissa, este rapaz esteve preso. E não foi por ter roubado comida. Uma rapariga acabou em coma – relembrou, como se Melissa não soubesse a história toda

- Mãe, o que quer que tenha acontecido, pelos vistos não foi culpa do Liam, ele foi considerado inocente – Melissa falou – E estamos apenas a fazer um trabalho para a escola, mais nada – tentou descansar a progenitora

- Querida, eu sei que tu tens essa mania de ficar sempre do lado de quem está a ser injustiçado ou discriminado mas neste caso é diferente. Houve um acidente, uma rapariga em coma e uma pena de prisão – Jane falou num tom de voz mais elevado que o costume

- Mãe, o Zack, a Chloe e Dianna tiveram a mesma conversa hoje – Melissa começou – Eu já sei que posso estar a ser ingénua ao ver o lado bom das pessoas mas… é apenas um trabalho da escola, ok? E se eu vir que ele se torna perigoso, então serei a primeira a dar-vos razão – a rapariga disse

- Melissa… - Jane ia continuar mas viu a expressão da filha e passou à parte seguinte daquela conversa – Não me sinto segura ao ter esse rapaz aqui em casa – disse

- Podemos fazer o trabalho noutro lado. Só não fomos para casa dele porque… - Jane não deixou a filha terminar, avisando-a logo de que não a queria em casa dele e que o trabalho seria feito na escola ou ali em casa, desde que houvesse supervisão. Para evitar mais problemas, Melissa acabou por concordar e subiu para o seu quarto. Ao jantar, Jane não mencionou o que se passara ao pai da rapariga, evitando assim mais discussões. Melissa, mal acabou de jantar, pediu licença para se levantar e foi para o quarto. Aquele dia tinha sido tudo menos fácil. Precisava de falar com os amigos, de esclarecer as coisas, principalmente com Zack, o seu melhor amigo. Mas também queria falar com Liam e desculpar-se pela situação com a sua mãe. 

No dia seguinte, Melissa foi mais cedo para a escola. Queria falar com os amigos antes de começarem as aulas ou antes que as coisas entre eles piorassem. Zack foi o primeiro a chegar, como de costume. Passados uns minutos, Chloe e Dianna juntaram-se a ele. Quando Melissa viu os três juntos, avançou.

- Bom dia – Melissa cumprimentou, um pouco tímida – Eu queria pedir-vos desculpa por ontem, pela maneira como reagi – desculpou-se, sentando-se junto dos amigos

- Nós temos noção que abusámos um bocado, principalmente no tom de voz – Chloe disse, desculpando-se à sua maneira – Mas tens de compreender que

- Eu compreendo, a sério – Melissa interrompeu-a - Eu sei que vocês se preocupam comigo e que têm medo que o Liam seja perigoso – a rapariga disse – Mas eu vou ter cuidado, prometo. Além disso….

-Sim, Mel, nós já sabemos o que vais dizer. Vais defendê-lo! – Dianna disse – Enfim, como é que foi ontem com o trabalho? – A amiga quis saber

- Correu bem. Tirando a minha mãe que se passou quando o viu lá em casa – Melissa respondeu

- Levaste o Liam para tua casa? – Zack perguntou, surpreendido – Mas estava lá mais alguém, certo?

- Não, Zack, não estava. Foi por isso que a minha mãe se passou – a morena falou, deixando os outros boquiabertos com a revelação

- E com razão, Melissa – Chloe falou – Melissa, independentemente do que tu achas, o Liam… - Melissa cortou-lhe a palavra

- Ouçam, já todos sabemos o que cada um pensa sobre o Liam. Acho que é melhor deixarmos este assunto. Eu vou continuar a fazer o trabalho com ele, prometo que ao mínimo sinal fico em alerta mas, por favor, vamos deixar este assunto. Só nos leva a discussões e eu não quero isso. Por favor! – Melissa pediu. Embora um pouco contrariados, os amigos concordaram e logo o tema de conversa foi mudado. Faltavam 5 minutos para o toque quando Melissa se levantou para ir ao cacifo. Zack foi com ela, enquanto Dianna e Chloe ficaram a pagar o que tinham consumido no bar.

- Já tens tudo o que precisas? – Zack perguntou, aproximando-se do cacifo de Melissa

- Sim – a rapariga disse – Vamos já para a sala? Está quase a tocar – Zack assentiu e ambos seguiram para a sala onde teriam a primeira aula do dia. Quando entraram, alguns alunos já estavam a ocupar os seus lugares, incluindo Liam, no fundo da sala. Zack sentou-se de imediato, mas Melissa hesitou.

- Não te vais sentar? – Zack perguntou, vendo a indecisão da melhor amiga – Não estás a pensar ocupar o lugar de ontem, pois não? – Perguntou quando percebeu que Melissa estava a olhar para Liam.

- Não, vou só dizer-lhe uma coisa, por causa do trabalho – explicou, seguindo depois para junto da mesa de Liam – Olá! – Cumprimentou

- Bom dia Melissa! – O rapaz cumprimentou-a, sorrindo levemente

- Queria pedir-te desculpa por ontem – Melissa pediu – A minha mãe não fez por mal e…

- Melissa, eu entendo a tua mãe. Se eu fosse pai não iria querer a minha filha ao pé de alguém que esteve preso – Liam disse, justificando o comportamento da mãe da rapariga

- Mas sabes que eu não penso assim, em relação a ti – Melissa apressou-se a dizer

- Eu sei, e agradeço por isso. Mas também não quero que arranjes problemas por minha causa – Liam e Melissa iam continuar a conversa quando a professora entrou na sala. Melissa ia voltar para o seu lugar quando reparou que todos os lugares já estavam ocupados, mesmo o lugar ao lado de Zack. Mais uma vez, acabou por ter de se sentar ao lado de Liam e receber olhares preocupados de metade da turma.

...................

Olá a todos! Aqui fica mais um capítulo e eu espero mesmo que tenham gostado. Acho que este é um bocadinho maior, mas não podia cortar mais. Estes capítulos iniciais são assim mais simples, sem grandes coisas a acontecer, mas é para apresentar e enquadrar mais a história e as personagens. Deixem as vossas opiniões :) E muito obrigada a quem leu e deixou comentários no último capítulo. Obrigada!! Fiquem bem e até ao próximo capítulo!!

4 comentários

Comentar post