Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

12
Mar17

"Live After Storm" - Capítulo 25


JustAnOrdinaryGirl

Resultado de imagem para alex pettyfer gif

- Chloe! – Liam gritou quando finalmente os conseguiu alcançar

- Liam! – Chloe disse, surpreendida por vê-lo ali. Não se tinha apercebido que ele os estava a seguir – Já conheces o Will? – Perguntou, a voz um pouco arrastada.

- Sim – disse com desprezo. Não era a melhor pessoa que alguém podia conhecer – A Melissa e a Dianna precisam de ti – mentiu. Tinha de afastá-la dali

- Eu e a Chloe estamos um bocadinho ocupados, tá? – Will meteu-se, desafiando Liam – Porque é que não vais tu ter com elas? – Perguntou, um olhar provocador estampado no rosto

- Chloe! – Voltou a chamar, desesperado – Por favor, vai ter com elas – pediu. Chloe percebeu que Liam estava desesperado e começou a andar e direção a ele. Mas de repente sentiu uma mão à volta do seu pulso que a puxava para trás

- Larga-me! – gritou, tentando soltar-se de Will

- Larga a Chloe, Will! – Liam rosnou, dando um passo na direção deles

- Do que é que tens medo, Liam? – Will perguntou com desdém – Ah, já sei, tens medo que ela acabe como a Taylor, não é? Achas que todas as raparigas que se metem entre nós acabam da mesma maneira – Respondeu à sua própria pergunta – Devias ter pensado nisso antes

- Acho que escolheste a rapariga errada – Chloe disse, deixando os dois rapazes confusos – Se pensas que é a fazer-me mal que vais atingir o Liam, estás enganado – falou, rindo, apesar do nervosismo – Eu e o Liam não somos amigos. Na verdade, nem sequer nos damos minimamente – rezou para que aquilo fizesse Will mudar de ideias

- Quero lá saber, miúda – Will riu – Imagina lá o que o Liam vai sentir quando não conseguir defender a amiga da namorada – o seu sorriso estava a deixar Liam cada vez mais furioso.

Liam avançou para ele com tanta força que o atirou ao chão e fez com ele largasse Chloe.

- Sai daqui Chloe – Liam gritou à rapariga – Vai para dentro e procura a Melissa. Vai! – Liam voltou a gritar e Chloe obedeceu, correndo tanto quanto podia em direção ao pavilhão onde decorria o baile.

Liam e Will envolveram-se numa luta acesa, com murros e empurrões. Liam deu por si debaixo de Will, a ser esmurrado. Estava a perder as forças e não sabia por quanto mais tempo poderia aguentar aquilo. Will sempre tinha sido forte. Mais forte que ele.

- Isto é por teres sequer pensado na ideia de me acusar! – Will berrou, batendo novamente em Liam – Ou por teres pensado em por a Taylor contra mim! – Deu mais um murro. Liam sentia o sangue na sua cara mas não tinha forças para mais.

- Liam! – Ouviu uma voz ao longe gritar por ele. Era a voz dela! – Liam! – Voltou a ouvir mas nem assim conseguiu desenvencilhar-se do peso de Will. De repente sentiu o peso de Will diminuir e viu-o afastar-se. A seguir, Melissa e Dianna estavam ajoelhadas ao seu lado, os olhares de pânico bem visíveis. Conseguiu ver Will ser puxado para longe, tentando soltar-se de quem agora o mantinha seguro: Zack.

Tudo aconteceu depressa. Ao longe, sirenes de polícia fizeram-se ouvir. Zack continuava a manter Will preso. Mas de repente, deixou de o segurar. Em vez disso, Will corria agora em direção a Taylor e Zack tinha as suas mãos sobre uma macha vermelha na sua camisa. Chloe correu para ele no momento em que o rapaz caiu de joelhos. Ao seu lado, uma navalha caída na relva.

Melissa e Dianna ajudaram Liam a pôr-se de pé e os três aproximaram-se de Zack.

- Zack – Liam disse quando se aproximou do rapaz – Desculpa, eu…

- Não me peças desculpa, Liam – Zack interrompeu, a voz a sair-lhe com dificuldade – Salvaste a Chloe, era o mínimo que podia fazer – falou, continuando com as mãos sobre a ferida aberta na barriga

- A ajuda está a caminho, Zack – Melissa baixou-se ao pé do amigo – Tu vais ficar bem. A Dianna já está a chamar uma ambulância – informou, os olhos cheios de lágrimas

- E a polícia? - Liam perguntou, estranhando o facto de ainda não ter aparecido ninguém

- Nós não chamámos a polícia – Melissa disse – Acho que foi apenas coincidência, deve ter passado algum carro aqui perto

- A ambulância está a caminho – Dianna disse, aproximando-se deles – Vou lá dentro avisar um dos professores. Eles vão perceber que alguma coisa se passa quando virem a ambulância – disse – O que é que lhes digo que aconteceu? Se disser a verdade o Liam pode arranjar mais problemas – falou preocupada

- Diz que eu me envolvi à porrada com um tipo qualquer, ou que me senti mal, qualquer coisa – Zack falou, quase num sussurro

- Não, diz a verdade – Liam interrompeu – Conta tudo, incluindo o nome do Will. Já chega ser sempre ele a safar-se das coisas

- Liam… - Melissa tentou protestar, mas em vão

- A verdade, Dianna – Liam insistiu e a loira acabou por concordar. Depois entrou no pavilhão

Passados uns minutos, Dianna saiu acompanhada de uma professora. Por sorte, uma das professoras que não decidira pôr-se contra Liam como a maioria. Dianna voltou a explicar o que se tinha passado quando a ambulância chegou ao local, agora já com várias pessoas a assistir. Os paramédicos transportaram Zack para a ambulância e foi Chloe quem o acompanhou no trajeto até ao hospital. Melissa, Liam e Dianna seguiram atrás da ambulância, no carro de Liam. Quando entraram no hospital, Liam foi também assistido, de modo a poderem-lhe tratar as feridas. Melissa e Dianna juntaram-se a Chloe na sala de espera. Liam não apareceu até as raparigas serem informadas de que podiam ver Zack. Quando entraram no quarto do amigo, Liam estava sentado ao lado dele.

- Como é que se sentem? – Melissa perguntou aos dois rapazes, sentando-se no braço da cadeira onde Liam estava sentado

- Melhor – Zack respondeu. A sua voz soava mais calma agora. As dores tinham começado a diminuir graças aos analgésicos – E vocês, como é que estão? Chloe?

- Melhor agora que vocês estão bem – a rapariga, que se tinha sentado na cama de Zack, respondeu – Salvaste-me a vida, Liam – reconheceu – Obrigada

- Não teria de te ter salvado se o Will não tivesse aparecido. Ele só fez aquilo para me provocar, desculpa! – Liam pediu – Aliás, tenho de vos pedir desculpa a todos – olhou em volta, passando o olhar por todos os que estavam naquele quarto – Principalmente a ti – Parou em Zack

- Já te disse que salvaste a Chloe e que aquilo era o mínimo que podia fazer – Zack repetiu – Não podias adivinhar que o gajo estava armado – referiu

- O que é que acham que vai acontecer ao Will? – Dianna perguntou, sendo a primeira a tocar no assunto – E a ti, Liam? – olhou para o rapaz e depois para Melissa, vendo o pânico nos seus olhos

- Não vai acontecer nada ao Liam, meninas – foi Zack quem respondeu – Nós contámos a verdade. Além disso, não sei se se lembram, mas existem câmaras de vigilância na escola. Uma delas está mesmo no sítio onde tudo aconteceu – informou, vendo surgir alívio em todos eles – E para mais, desta vez o Liam não está sozinho. Tem-nos a nós como testemunhas – sorriu ao outro, que acenou com a cabeça – Devo-te um pedido de desculpas, Liam – endireitou-se na cama – Julguei-te sem provas, mas depois disto… Salvaste uma das minhas melhores amigas e és a única pessoa que consegue fazer essa miúda totalmente feliz. Além disso, tentaste proteger a Taylor, mesmo depois de ela te ter enviado para a prisão – disse com sinceridade

- O Zack tem razão – Chloe falou – E a Melissa também, quando diz que não podemos julgar os outros sem os conhecer, sem conhecer as razões que os levam a agir de determinada forma. Desculpa, Liam – Olhou depois para Melissa – E desculpa, Melissa, não devia ter deixado que a nossa amizade quase se destruísse só por eu não querer ver as coisas além das aparências – aproximou-se da morena e abraçou-a. Depois abraçou Liam, deixando todos surpreendidos.

- Parece que têm razão quando dizem que é preciso acontecer uma desgraça para pensarmos na vida e nas coisas que fazemos – Dianna disse, fazendo os outros sorrir

- Desperdiçámos muito tempo com discussões, mas acho que ainda vamos a tempo de resolver as coisas e de criar boas memórias deste último ano de secundário – Melissa sorriu, levantando-se. Liam também se levantou e todos se aproximaram da cama de Zack

- Desculpem ter arruinado o baile de finalistas – Liam pediu

- Se pedes desculpa por mais alguma coisa, és tu que vai experimentar uma destas camas, Liam – Zack resmungou, fazendo todos os outros rir

Todos riram com aquele comentário. As coisas não tinham sido fáceis entre os cinco mas ainda estavam a tempo de mudar isso. Aliás, depois daquela noite, as coisas ficaram diferentes. Zack passou o resto do fim-de-semana no hospital. Ainda nessa noite, a professora que tinha estado no baile foi ao hospital, acompanhada pela polícia e Zack, Liam e Chloe apresentaram queixa contra Will. Estava na altura de as coisas serem resolvidas de forma justa.

A última semana de aulas foi calma e de despedidas. O secundário estava a terminar e os cinco tinham noção de que as suas vidas tomariam destinos diferentes. Mas mesmo assim não deixaram de aproveitar os últimos dias. Afinal, as coisas estavam a resolver-se entre todos. Chloe, Dianna e Melissa voltaram a ser as amigas inseparáveis que tinham sido ao longo dos últimos três anos. Zack continuava a gostar de Melissa, não se esquecia alguém de um momento para o outro. Mas desde que percebera que Liam não era como julgava que fazia um esforço para que as coisas corressem bem. Depois do baile, Taylor voltou à escola. Muitos alunos sabiam o que se tinha passado e deixaram de considerar Taylor a vítima. Outros continuavam a defendê-la. Mas isso seria sempre assim. Nem todos vemos as coisas da mesma maneira.

*************************

Depois de um verão agradável e feliz, estava na altura de seguirem os seus caminhos. Naquele dia, Liam, Melissa, Dianna, Chloe e Zack juntaram-se no local onde se tinham conhecido: a escola.

- Vamos tirar uma foto – Melissa disse, tirando o telemóvel do bolso e pedindo aos amigos que se juntassem a ela. Pediu a um rapaz que estava a passar que lhes tirasse uma foto e quando o rapaz lhe devolveu o telemóvel sorriu – Daqui a uns anos – começou, olhando para cada um deles – Vamos olhar para esta foto e vamos lembrar-nos de como chegámos aqui, de como pusemos de parte as coisas más, de como ultrapassámos os nossos problemas em nome da amizade – a morena falou, disfarçando as lágrimas que lhe começavam a picar nos olhos

- Acho que isto merece um abraço de despedida – Chloe disse, abrindo os braços

- Meninas, isto não é uma despedia – Zack reclamou – Nós vamos voltar a ver-nos – fez notar, recebendo reviradas de olhos das três amigas

- O Zack tem razão – Liam concordou com o rapaz, provocando as raparigas – Temos as férias da faculdade, as festas, os fins-de-semana – enumerou até ser interrompido por Dianna

- Não sejam parvos – Dianna barafustou – As nossas vidas vão ser diferentes. É claro que nos vamos encontrar, mas não todos os dias como antes. Vá, parem de ser cortes e venham dar um abraço - e o seu pedido foi aceite, juntando-se os cinco num abraço apertado

- Prometam que, aconteça o que acontecer, vamos sempre acabar assim, unidos – Melissa pediu. Já não conseguia segurar as lágrimas e todos prometeram, apertando ainda mais aquele abraço – E prometam que, aconteça o que acontecer, vamos sempre arranjar maneira de estarmos juntos…

- Melhor ainda – Chloe cortou a palavra de Melissa – Não importa o que aconteça, não importa as vezes que nos vamos ver durante os próximo tempos, daqui a cinco anos, a esta hora, vamos estar aqui – sugeriu – Essa é a nossa promessa, combinado?

- Combinado – Os outros quatros disseram ao mesmo tempo. E, depois de mais alguns abraços e palavras de despedida, seguiram em direção ao futuro que queriam viver.

................

Boa noite! Atrasado, eu sei, mas aqui fica o capítulo desta semana. Era para ter postado no sábado mas, depois de ver o final de TVD, não fiquei com grande cabeça para acabar o capítulo. Aquilo mexeu mesmo com as minhas emoções. Mas enfim, aqui está ele e espero que gostem :) Não escrevi lá em cima ao pé do número do capítulo para não vos assustar, mas este é o último capítulo :( Só falta mesmo o epílogo! Vou ter saudades desta história. Eu sei que passei um bocado de tempo à frente, saltei logo para a despedida deles, mas tinha de ser. Mas o epílogo tem algumas coisas pra contar. Entretanto deixem as vossas opiniões :) Fiquem bem e até ao próximo capítulo!

P.S. Eu chorei a escrever a despedida deles. Até encontrar a maneira como queria que ficasse fui escrevendo. As minhas emoções andam mesmo à flor da pele! 

2 comentários

Comentar post