Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

28
Jan17

"Live After Storm" - Capítulo 19


JustAnOrdinaryGirl

Liam e Melissa estavam agora deitados em cima da cama da morena, ela deitada sobre o peito do rapaz, que continuava a abraçá-la. Melissa ainda não tinha dito uma palavra sobre o que se passara desde que ele ali chegou, há mais de 10 minutos. Contudo, o choro já tinha acalmado.

- Obrigada… e desculpa – Melissa falou finalmente – Obrigada por teres vindo e desculpa teres de me ver neste estado – explicou as palavras anteriores

- Ei – Liam fê-la endireitar-se para que o pudesse ver – Não tens de me agradecer nem de pedir desculpa por nada, Melissa – disse-lhe, ao mesmo tempo que lhe acariciava o rosto – Apoiaste-me quando mais precisei e agora estou aqui para ti, para tudo o que precisares, seja o que for que tenha acontecido – Puxou-a para si e envolveu noutro abraço

- Os meus pais descobriram o que se passa entre nós – confessou

- Não sabia que estavas a pensar contar-lhes já – admitiu, surpreendido

- E não estava – apenas disse, deixando-o um pouco confuso – Mas eles ouviram uma conversa entre mim e a Chloe – esclareceu – Passaram no exato momento em que estávamos a discutir pelo telemóvel – riu com a pontaria dos pais

- Lamento – Liam pediu – Eu sei que preferias ter-lhes contado noutra altura, com mais calma. Mas o que é que tu estavas a dizer à Chloe? – Quis saber, curioso

 - Estivemos a discutir por causa do que se passou com o Zack, por causa das atitudes dela, das minhas. Sei lá, várias coisas. – Contou, tentando manter-se forte – E sabes em que momento é que eles passaram no corredor, que parte da conversa ouviram? – Perguntou e observou o ar curioso do namorado – A parte em que eu disse à Chloe que estava apaixonada por ti – admitiu, deixando Liam com um sorriso nos lábios – Depois quiseram saber o que se passava e eu contei-lhes tudo. Tinha de contar, não valia a pena negar quando eles já estavam a perceber tudo. – Relembrou a conversa com os progenitores - Disse-lhes que era verdade, que estou mesmo apaixonada por ti, que sei que gostas de mim, que estamos juntos e que não há nada que me faça deixar de estar contigo – fixou o olhar do rapaz, que a puxou novamente para si e a envolveu num abraço apertado

- Lamento ser o causador desta situação, Melissa – Liam disse baixinho – E há uma coisa que tens de saber – disse, afastando-se um pouco para a poder observar. Notou que Melissa estava ligeiramente preocupada ao ver a sua expressão séria. Voltou a aproximar-se dela e falou-lhe ao ouvido – Eu também estou apaixonado por ti – sussurrou, e a morena descontraiu de imediato.

- Só queria que as pessoas percebessem o que sentimos, que aceitassem, que parassem de fazer julgamentos de tudo e de todos – Melissa disse com alguma tristeza na voz – Mas os meus pais parece que não querem ver as coisas como elas são. Eu e tu já passámos por coisas parecidas, fomos acusados injustamente. Como é que eles podem viver com o que eu fiz, podem ter feito tanto por mim, mas não conseguem perceber que tu também és inocente e mereces ter uma vida feliz? – Perguntou, exausta

- Tu és filha deles, Melissa – Liam disse – E eu estive preso – acrescentou

- Foi exatamente o que eles me disseram – notou

- Tal como tu eras vista na cidade onde moravas antes, também eu sou visto aqui. Essa fama nunca ninguém nos vai tirar, façamos o que fizermos. Eu vou ser sempre o rapaz que esteve preso, justa ou injustamente. – Liam deu início ao seu discurso, tentando dizer o que sentia – Muitas pessoas vão sempre ver-nos da maneira que nos querem ver e muitas vezes não veem aquilo que realmente somos – continuou – Algumas pessoas, como os teus pais, a Chloe, o Zack e até mesmo outras pessoas vão fazer o que for possível para nos tentar afastar – disse – Se fosse há uns tempos atrás, antes de te conhecer bem, antes de me apaixonar por ti, provavelmente deixaria que afastassem as pessoas de mim para não fazer ninguém sofrer. Mas tu mostraste-me que vale a pena lutar, que eu mereço ter uma oportunidade para ser feliz. Fizeste-me acreditar em segundas oportunidades. Eu não fiz nada de mal e seria incapaz de algum dia fazer. E tu és a pessoa que me deixa mais feliz. Só de olhar para ti, só de te ver sorrir, o meu dia fica logo melhor. – Sorriu-lhe, fazendo-a sentir umas “borboletas” no estômago – Vou fazer de tudo o que estiver ao meu alcance para provar aos teus pais que te amo, que te quero fazer a pessoa mais feliz do mundo e que nunca te vou por em perigo – prometeu e Melissa lançou-se para ele, envolvendo-o com um abraço, permanecendo assim durante algum do tempo que se seguiu

Quando Melissa finalmente adormeceu, Liam aconchegou-a na cama e, por muita que fosse a sua vontade de ficar ali a vê-la dormir, a fazer-lhe companhia, sabia que tinha de voltar a casa, não fossem os pais da morena aparecer no quarto e dar de caras com ele. Deu um beijo na testa da namorada e acariciou-lhe o rosto. Depois, desceu pela janela, fazendo depois o percurso até sua casa. Quando chegou, entrou sem fazer barulho para não acordar os pais. Depois, já no quarto, deixou-se cair em cima da cama, adormecendo convicto de que iria fazer tudo para provar que Melissa seria feliz com ele.

*****
No dia seguinte, quando chegou à cozinha, depois de estar preparada para ir para as aulas, Melissa encontrou os pais a tomar o pequeno-almoço.

- Bom dia – disse quando entrou na divisão

- Bom dia – Os pais disseram em uníssono – Estás mais calma hoje? – Foi a mãe quem perguntou

- Estou bem – respondeu, tentando parecer realmente calma. – Mas preciso de falar com vocês – disse, sentindo-se uma pilha de nervos enquanto falava – É sobre o Liam – esclareceu, recebendo suspiros de ambos os progenitores

- Achei que tivesse ficado tudo esclarecido ontem, Melissa – o pai disse, fazendo Melissa perder um pouco da esperança que ainda sentia – O que é que pode haver mais para dizer? – Questionou, um pouco ríspido

- Tenho uma coisa para vos pedir – anunciou – Eu já sei o que vocês pensam sobre o Liam e até posso compreender – começou, falando com calma

- Finalmente consegues compreender o nosso ponto de vista, já é um começo – A mãe falou

- Mas de onde é que vocês conhecem o Liam? Ou de onde é que acham que o conhecem? – Perguntou, deixando os pais confusos – Vocês conhecem o Liam que apareceu nas televisões, nas…

- Melissa, não vamos recomeçar, pois não? - Jane interrompeu-a, saturada

- Deixa-me continuar, por favor – Melissa pediu e os pais acabaram por assentir – Como estava a dizer, conhecem o Liam que foi mostrado nas notícias, o Liam que foi mostrado perante o caso da Taylor. Mas isso foi a pessoa que eles quiseram mostrar, não o verdadeiro Liam, aquele por quem eu me apaixonei – respirou fundo antes de continuar – A Dianna tinha a mesma opinião que vocês e depois de lhe dar uma oportunidade essa opinião mudou e eles agora passaram a ser amigos – contou, sorrindo ligeiramente ao pensar em Dianna e Liam como amigos – Por isso, aquilo que eu vos quero pedir é que tentem fazer o que a Dianna fez. Quero pedir-vos que tentem conhecer o verdadeiro Liam – pediu, agarrando-se à esperança e otimismo que ainda lhe restavam – Depois disso, se continuarem com a mesma opinião, então voltamos a discutir este assunto. Por favor! – Suplicou

Os pais ficaram a olhar para ela, a tentar assimilar o pedido que a filha lhes tinha acabado de fazer. Melissa sabia que ainda nem um minuto tinha passado desde que acabara de falar, mas parecia que estava ali há uma eternidade. Tudo o que queria era uma resposta. Se fosse positiva então sentir-se-ia a pessoa mais feliz. Se fosse negativa teria de pensar noutra maneira de levar os pais a aceitar Liam. O pai e a mãe ainda não tinham aberto a boca. Estavam quietos, a olhar um para o outro. Por vezes eles faziam isso, comunicavam sem palavras, o que só mostrava com se conheciam.

Melissa observava-os, tentando decifrar as suas expressões. Pareceu-lhe ter percebido um sinal entre os dois mas precisava de ouvir palavras para saber realmente o que se estava a passar. Olhou para o relógio antes de os pais falarem. Não tinha mesmo passado um minuto antes de ouvir as palavras que saíram da boca do pai.

- Uma oportunidade, Melissa. Apenas uma! Uma falha e podes esquecer o assunto – anunciou, sério

- Obrigada – a morena apenas disse, algumas lágrimas de felicidade a surgirem – Prometo que vamos aproveitar a oportunidade e que vocês não se vão arrepender – Levantou-se e abraçou ambos, irradiando felicidade – Obrigada – disse novamente

Terminaram o pequeno-almoço em silêncio mas num ambiente muito mais calmo. Melissa sabia que, assim que saísse, os pais iriam debater aquele assunto, mas pelo menos tinham aceitado e isso era algo positivo.

O telemóvel da rapariga deu sinal de mensagem. Ao ver de quem era e do que se tratava, Melissa decidiu ler a mensagem em voz alta e pedir autorização aos pais. Quando eles assentiram, Melissa respondeu com um simples “sim, vou já sair de casa”, confirmando assim a Liam que poderia aceitar a boleia dele. Despediu-se dos pais, dando um beijo na bochecha de cada um, e saiu, ansiosa por contar a novidade a Liam.

......................

Bom dia! Deixo-vos mais um capítulo e espero que tenham gostado :) Temos uma conversa "fofinha" entre o Liam e a Melissa e depois uma conversa entre ela e os pais. Eles lá aceitaram o pedido dela, vamos ver como corre. Deixem as vossas opiniões, digam-me o que estão a achar, como acham que as coisas vão correr :) Fiquem bem e até ao próximo capítulo :)

1 comentário

Comentar post