Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

10
Dez16

"Live After Storm" - Capítulo 12


JustAnOrdinaryGirl

Melissa tinha acabado de se sentar numa das cadeiras da sala de aula. Hoje apenas o seu corpo ali estava, a sua mente estava em Liam. Por muito que quisesse estar lá com ele no tribunal sabia que não podia. Ao fazê-lo só iria arranjar problemas com os quais não lhe apetecia lidar. Tinha a certeza que, assim que a falta fosse comunicada aos pais, ou algum dos seus amigos perguntasse aos pais dela onde ela estava o mais certo era Jane e Mark aparecerem no tribunal, causando ainda mais stress.

- Melissa? – Zack, que estava sentado ao seu lado, chamou

- O quê? – Melissa perguntou, apercebendo-se de que, provavelmente estavam a chamá-la há mais tempo

- O professor está a pedir para nos juntarmos em grupo. Vamos para a mesa da Chloe e da Dianna – o rapaz informou-a – Estás bem?

- Sim, estou bem, estava apenas distraída – a morena falou enquanto se levantava para se irem juntar às amigas noutra mesa

- O que é que se passa hoje, Mel? – Chloe perguntou quando viu a cara de preocupação da amiga – Não me digas que estás assim por causa do Liam – perguntou em tom provocador

- Ele está no tribunal neste momento, onde o futuro dele meio que vai ser decidido, por isso sim, estou preocupada – informou, falando com um pouco de mau humor depois daquela pergunta provocadora

- Tenho a certeza que vai correr bem – Dianna tentou tranquilizá-la, afagando a mão da amiga – O Liam safa-se – a loira acrescentou, sorrido ligeiramente

- Eu bem digo que tu também andas a ficar do lado dele – Chloe resmungou

- Só não percebo essa vossa admiração e preocupação pelo Liam – Zack resmungou, sentindo ciúmes na parte que tocava a Melissa

- Ele é meu amigo, Zack. E sabes que eu me preocupo com os meus amigos – Melissa justificou-se, pegando depois no livro da disciplina com a intenção de dar início ao trabalho e terminar com aquela conversa

- Além disso, o Liam pode estar mesmo inocente – Dianna acrescentou e pôs os outros dois a olhar para ela. Melissa sorriu-lhe, em agradecimento, e deram início ao trabalho, esquecendo este assunto.

Liam estava sentado em frente à sala onde iria decorrer a audiência. Faltavam apenas alguns minutos para a hora marcada. Apenas alguns minutos para se ver livre ou não de toda aquela situação. Ao seu lado estava a advogada e também os pais. A irmã e o cunhado estavam prestes a chegar também. Do outro lado, também sentados num banco, estavam Taylor e a família e o advogado dela. Os olhares de Liam e Taylor cruzaram-se por instantes. No momento em que a irmã e o cunhado de Liam chegaram, alguém veio informá-los de que poderiam entrar e ocupar os seus lugares. Estavam prestes a começar.

Alguns minutos depois de terem entrado na sala de audiências, Taylor foi chamada lá à frente. Liam expirou, preparando-se para o que poderia acontecer. Taylor já tinha mentido uma vez, tinha-o acusado de tudo, mesmo do que ele não tinha culpa. Apesar de ter retirado a queixa contra ele isso não impedia que voltasse atrás. Ele não queria voltar para a prisão. Outra vez não! Muito menos quando tinha ainda mais motivos para acreditar que podia ser feliz.

- Taylor, quando acordou do coma, que durou cerca de um mês, falou com a polícia - o advogado de Liam começou por enquadrar os acontecimentos – Esteve em coma devido ao abuso de substâncias, confirma? – Perguntou, esperando depois pela resposta da rapariga

- Sim - Taylor respondeu, mostrando estar envergonhada com a situação

- Depois de acordar, quando foi interrogada pela polícia, afirmou não se lembrar de tudo mas acusou Liam como sendo a pessoa que a levou a ficar em coma – O advogado continuou e Liam não deixou de olhar para Taylor por um segundo.

- Sim, foi isso que eu disse quando acordei – Taylor confirmou. Os seus olhos encontraram os de Liam e a loira sabia que única coisa que podia fazer era tentar reverter a situação – Mas o Liam… Houve coisas que aconteceram de forma diferente – acabou por admitir

- Isso quer dizer que na altura mentiu à polícia e acusou uma pessoa inocente? – O advogado perguntou e Taylor remexeu-se na cadeira.

- Eu na altura não me lembrava de certas coisas – Taylor falou, tentando não se enterrar a ela para defender Liam. Se Liam ia ficar livre ela também queria ter o mesmo destino – Eu não devia ter acusado o Liam sem ter a certeza dos factos. Mas agora eu lembro-me de tudo. Naquela noite o Liam também lá estava mas não foi ele quem me deu as drogas. A única coisa que o Liam fez foi ir buscar uma encomenda para um amigo nosso. O Liam nem sequer tocou nas drogas. – Ao ouvir estas palavras Liam respirou fundo, um pouco mais aliviado – Aliás, o Liam ainda tentou que eu não as tomasse, ele percebeu que eu já tinha bebido demais e que aquilo não iria acabar bem. – Admitiu, olhando novamente para Liam – Eu devia ter falado apenas quando tivesse a certeza do que aconteceu – Seguidamente, Taylor contou toda a versão do que se passara naquela noite, a mesma versão que Liam contara a Melissa dias antes e que tinha contado à polícia quando foi interrogado.

Depois de todas as perguntas feitas e de todos os testemunhos, o juiz pediu que todos aguardassem no corredor enquanto era tomada uma decisão. Liam esperou com a família, assim como Taylor. Passada quase uma hora, voltaram a entrar na sala de audiências.

Na escola, a campainha tinha acabado de tocar, anunciando o final de mais uma manhã de aulas. Nessa tarde não haveria aulas devido a uma reunião de pais de que Melissa já se tinha esquecido. Almoçou com os amigos na cantina, ou pelo menos tentou. Liam não tinha dado nenhuma novidade até ao momento, nem sequer tinha regressado à escola ainda. Sabia que se as coisas corressem bem ele voltaria ali, mas se as coisas não corressem bem havia a possibilidade de ele ser detido logo a seguir à audiência. Depois de almoço, e de terem ficado um pouco na conversa, Chloe foi ter com a mãe, que tinha acabado de chegar para a reunião. Zack, Melissa e Dianna acompanharam-na lá fora, apesar de os seus pais ainda não terem chegado.

- Melissa? – Ouviu a voz da mãe, que chegara entretanto e se dirigia a ela – Estou atrasada? – Perguntou quando chegou junto da filha

- Não, ainda falta cerca de meia hora – Melissa informou Jane – Mas podemos esperar lá dentro se preferires, a mãe da Chloe também já chegou – sugeriu. Melissa, Dianna, Zack e a mãe de Melissa viraram-se para poderem seguir o caminho que lhes permitia entrar dentro do edifício. Mas antes de se virar, Melissa avistou um carro entrar no estacionamento. Era o carro dos pais de Liam. Parou para ver quem saía da viatura. Das duas uma: ou os pais tinham vindo avisar que Liam não voltava ou vinham para a reunião e tudo tinha corrido bem. Melissa susteve a respiração e sentiu os olhares de Zack, Dianna e da mãe fixos nela. A mãe de Liam já estava fora do carro e logo de seguida saiu o pai. Interiormente Melissa rezava para que Liam fosse o próximo.

- Melissa vamos entrar? – A mãe perguntou-lhe, mas ela nem sequer se mexeu – Melissa?

- Esqueça, Jane – Zack respondeu por ela – Aquele é o carro do Liam, ele foi hoje a tribunal. Ela só vai voltar à realidade quando vir se o Liam está ali ou não – informou, fazendo com que Jane se aproximasse da filha. Melissa continuava imóvel. Tinham passado apenas segundos mas para a morena era como se tudo estivesse a acontecer em câmara lenta. Sentiu a mão de Dianna na sua e isso era um alívio. Saber que podia contar com alguém caso as coisas não corressem bem. A porta de trás abriu-se. Melissa susteve ainda mais a respiração, se é que isso era possível. Apertou a mão de Dianna e de repente voltou a respirar. Liam estava ali, a sair do carro dos pais. E isso só significava que ele estava livre. Certo? E se ele ali estivesse apenas para se despedir? Quando Liam a viu os seus olhares cruzaram-se. Melissa começou a andar, quase automaticamente, em direção ao rapaz. Atrás de si ouvia a voz furiosa da mãe. Mas não queria saber. Parou em frente a Liam e observou a expressão dele e a dos pais dele. Mas não conseguia perceber o que tinha acontecido. Finalmente Liam sorriu-lhe e isso bastou para perceber que, finalmente, ele tinha sido ilibado de tudo.

A sua reação foi sorrir e depois abraçá-lo com toda a força que tinha. Ele abraçou-a de volta e sussurrou-lhe ao ouvido “estou livre, acabou tudo”. Quando terminaram o abraço, Melissa finalmente teve capacidades para falar

- Parabéns, Liam! – Felicitou-o, agora com palavras – Parabéns – voltou a dizer desta vez para os pais dele e depois cumprimentou cada um com um pequeno abraço. Voltou a sorrir para Liam – Agora tudo será diferente, Liam, podes voltar a viver em paz.

Quando olharam na direção de Jane, Zack e Dianna, viram o desagrado no rosto deles. Não no de Dianna, que estava calma, mas si no de Zack e Jane. Melissa sabia que teria de ouvir um ou mais sermões por causa daquilo. Mas naquele momento não queria saber. Caminhou em direção a eles, juntamente com Liam e os pais dele.

- Parabéns, Liam – Dianna felicitou, quando eles se aproximaram, tentando cortar um pouco do mau ambiente

- Obrigada, Dianna – Liam agradeceu e ficou surpreendido quando a loira avançou para ele e lhe deu um pequeno abraço. Ele não disse nada, apenas lhe sorriu

- Acho melhor entrarmos, a reunião deve estar a começar – Jane apenas disse, sem sequer cumprimentar Liam e os pais. Melissa olhou-a com reprovação, mas a mãe não comentou. Limitou-se a chamar a filha e caminhar para o interior da escola

- Vens para dentro, Zack? – Dianna perguntou, vendo o rapaz permanecer no mesmo sítio

- Vou esperar pelo meu pai aqui – apenas disse, ainda com vestígios da fúria que sentira ao ver Melissa agarrada a Liam

Dianna seguiu para dentro com Liam, os pais do rapaz. Melissa e a mãe já iam mais à frente, em silêncio. Liam sentiu os olhares postos em si. Muitas das pessoas que ali estavam sabiam que ele tinha ido a tribunal, mas ninguém, com exceção de Melissa, Dianna e Zack sabiam o resultado da audiência. Mas saberiam em breve. Com todo o mediatismo que este caso tivera, nessa noite a notícia passaria na televisão. E finalmente seria posto um ponto final nesta história.

..................

E aqui fica mais um capítulo, este com o fechar de um ciclo na vida de Liam. O que será que aconteceu com a Taylor? E o que será que vai acontecer agora que Liam está finalmente livre? Espero que tenham gostado do capítulo :) Deixem as vossas opiniões! Fiquem bem e até ao próximo capítulo!

6 comentários

Comentar post