Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

You And I

24
Fev18

"Amnesia" - Capítulo 38


JustAnOrdinaryGirl

Jason Dilaurentis GIF

 

Mia continuava a chorar. Como se todos os seus problemas a estivessem a atacar ao mesmo tempo. Clark e April continuavam sentados à sua frente, à espera que a morena se recompusesse ou que, pelo menos, ficasse um bocadinho mais sóbria. Não faziam ideia de quanto tinha bebido mas, a julgar pelo estado em que ali apareceu, calculavam que tivesse sido uma boa dose. Clark não se lembrava de Mia beber muito na faculdade. Talvez bebesse um copo ou outro em festas e jantares mas nunca nada ao ponto de apagar ou de ficar naquele estado. E, apesar de tudo o que acontecera ultimamente, estava verdadeiramente preocupado com ela. Não desejava, de todo, que aquela seguisse aquele rumo, que passasse a achar que o álcool era a solução para os seus problemas.

- Ela vai mesmo ficar aqui, não é? – Mia perguntou, quase com a cabeça deitada na mesa e apontado para April.

- Já te disse que sim, Mia – Clark confirmou

Seja – Mia encolheu os ombros e tentou endireitar-se – Era eu que devia de estar desse lado… April! – Disse, claramente ainda bêbeda. O café não era assim tão eficaz – E fazíamos um casal tão perfeito, Clark – olhou para o médico

Se é para isto acho que vou deixar-vos sozinhos – April disse, com intenções de se levantar mas Clark impediu-a.

Custa ouvir as verdades, não é? – Mia riu com ironia – Eu e o Clark podíamos estar felizes e juntos se tu não te tivesses metido entre nós... Miúda! – Atirou

Já que falas de verdades, também é verdade que eu não teria entrado na vida do Clark se o teu pai não tivesse provocado aquele acidente! Portanto, se queres culpar alguém, podes culpá-lo a ele… e se calhar a ti mesma! – April disse, provocando raiva em Mia. A morena levantou-se e debruçou-se sobre a mesa, tentando atirar-se a April.

Já chega! – Clark disse, controlando a voz por causa dos pais – Se vieste aqui para armar confusão então vais dar meia volta e sair! – Avisou a colega, levando-a a sentar-se novamente. Mia olhou-o, surpreendida. Apesar de tudo ainda a deixava admirada ouvi-lo falar consigo daquela maneira. – O que é que tu queres de nós, Mia? – Perguntou Clark

Eu não quero ser presa, Clark! – Disse, as lágrimas a ameaçarem surgir novamente – O que é que eu faço? Eu não quero deixar de ser médica! Ajuda-me, por favor! – Suplicou

Não há nada que eu possa fazer, Mia – Clark disse, lamentando – Há os registos das chamadas para o teu pai na hora do acidente, há o testemunho que ele próprio já deu. Infelizmente, vais mesmo ter de arcar com as consequências – ele disse

Tens de me ajudar… - Mia voltou a pedir – Tem de haver alguma coisa, Clark!

- Lamento, Mia – ele disse com sinceridade – Eu gostava que as coisas fossem diferentes mas… - Clark não teve tempo de concluir a frase. E tampouco teve tempo de reagir ao que Mia já estava a fazer. A morena atirou a cadeira para trás e, sem se perceber bem como, conseguiu chegar a April e agarrá-la pelos cabelos

A culpa é tua! – Mia gritou. O pai de Clark apareceu na sala e ajudou o filho a separá-las. Enquanto Clark se colocou ao lado da namorada, garantindo que ela estava bem, Jordan segurava Mia, que tentava espernear – Devias ter morrido naquele estúpido acidente! – Atirou aquelas palavras, acalmando depois devido ao cansaço – A culpa é tua! – Disse novamente, desta vez mais baixo, a voz a esvair-se. E depois desatou novamente a chorar.

Sai daqui! – Clark apenas disse. Levantou-se e encaminhou-se para a porta de casa – Sai daqui, Mia. Antes que a próxima pessoa a fazer ou a dizer algo de que se arrependa seja eu – acrescentou.

Não faças isso, Clark! Não tenho para onde ir! – Ela suplicou, cambaleando até ele e tentando agarrá-lo. O médico afastou-se – Clark…

Podes ficar aqui enquanto esperas por um táxi, não mais do que isso. Usa o telefone se quiseres – Depois de dizer estas palavras, Clark saiu da sala e entrou no quarto que também era de April. Atirou-se para cima da cama e deixou-se ficar a olhar para o teto. A porta abriu-se e momentos depois ele sentiu April deitar-se a seu lado.

Tens a certeza do que fizeste? – April perguntou – Eu entendo se quiseres…

Não, neste momento é o melhor para todos, April. A sério – ele disse, puxando-a depois para mais perto de si. Precisava dela ali, consigo.

* * * * *

- Jordan… - Mia disse, agora a sós com o pai de Clark – O Jordan conhece-me, sabe que eu não faria nada para magoar alguém. Tem de me ajudar, Jordan, por favor – Mia suplicou quando ele desligou a chamada para o Táxi.

Eu já te estou a ajudar ao chamar alguém que te leve a casa, Mia – Jordan disse calmamente – E vou ajudar-te também com um conselho – acrescentou – Vai para casa, toma um banho e dorme. E amanhã resolve toda esta situação. Conta toda a verdade. Tenho a certeza de que as coisas se vão resolver da melhor maneira. Se realmente não agiste como cúmplice do teu pai, se além dessa chamada não estiveres envolvida, tenho a certeza de que ficarás bem. – Ele disse e depois ambos esperaram em silêncio pela chegada do táxi. Mia sentada no chão, encostada à porta de casa daquele que em tempos fora o seu melhor amigo.

* * * * *

A médica mal deu conta da viagem até casa. Não era uma distância longa mas mesmo assim acabou por adormecer. O taxista ajudou-a a sair e ainda a levou até à porta. Mas a partir dali ela estava por conta própria. Ou talvez não. Entrou no elevador e subiu até ao terceiro piso. Fez um enorme esforço para não fechar os olhos. Não queria de todo apagar no meio do prédio, à vista de todos. Quando saiu do elevador, no seu andar, reparou que tinha alguém à sua espera. Encostado na ombreira da porta estava um rapaz alto e moreno, com barba e com um olhar feliz por vê-la. Reconheceu-o ao fim de uns segundos e gelou.

- O que é que estás aqui a fazer? – Perguntou, assustada

Temos uns assuntos para tratar… doutora Mia – ele disse, empurrando-a na direção do elevador. Ela ainda tentou gritar, mas John não permitiu.

................

Bom dia! Trago-vos, finalmente, o capítulo de Amnesia! Espero que gostem. Era para ter publicado na semana passada e não consegui concluir o que me faltava escrever. Acabei por guardar para esta semana! Mesmo assim, e apesar de estar mais pequeno, espero que tenham gostado. E este final? O que é que acham que vai acontecer agora que o John apanhou a Mia? Deixem as vossas opiniões e obrigada por acompanharem :) Fiquem bem e até ao próximo capítulo!

2 comentários

Comentar post