Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

30
Nov20

You And I - Capítulo 73


JustAnOrdinaryGirl

Pol Bruno GIF - Pol Bruno Merli - Discover & Share GIFs

Depois de tudo aquilo, decidiram que não adiantava ficarem muito mais tempo na escola. Não estavam ali a fazer nada e, sinceramente, nenhum deles tinha vontade de lidar com comentários e perguntas. E todos sabiam que era isso que ia acontecer se constinuassem ali quando a reunião da equipa de futebol terminasse. Alex deu uma boleia a Laura, que nesse dia já ia dormir a casa. Seria a primeira vez que ia ver os pais depois de saber toda a verdade, ou quase toda, sobre os avós. Ia ser difícil, mas tinha de aguentar para não dizer nada e agir com a maior naturalidade possível. Alycia aproveitou a boleia de Tim, já que os dois iam para o mesmo sítio. Os pais de ambos continuavam fora e Tim tinha sido convidado por Anthony a ficar lá em casa, para não ter de estar sozinho e fazer alguma companhia a Alycia. Mal os pais sabiam o que se andava a passar. Mas também não iriam saber tão depressa. Leo continuava apático, a tentar gerir tudo o que acontecera desde o início da tarde. Era muita coisa e tinha de perceber como lidar com tudo. Felizmente, tinha Nick sempre pronto a ajudar. O rapaz guiou até casa, em silêncio, a dar tempo a Leo. Quando entraram, depararam com os pais de Nick e a tia Carmen a prepararem-se para sair. 

- Nick, deixei mensagens no teu telemóvel! O que é que se passa? - A mãe perguntou preocupada, principalmente depois de ver a cara que os dois traziam

- Umas coisas na escola... desculpa - pediu sem entrar em pormenores 

Vamos jantar fora com a tia e visitar uns amigos e queríamos saber se nos fazem companhia... - ela explicou, desnconfiando da resposta

- Nós... - olhou para Leo antes de responder - Importam-se que fiquemos por casa? Aconteceram umas coisas na escola e não estamos com grande cabeça para jantares. Pode ser? 

- Claro que pode ser, oportunidades não vão faltar - Foi o pai de Nick quem falou - Mas ficam bem?

- Sim, nós ficamos bem - Nick garantiu

- Então comam alguma coisa. Há pizzas congeladas, basta meter no forno - A mãe de Nick disse - E se precisarem de alguma coisa, não hesitem em ligar. Não vamos estar muito longe... - acrescentou 

- E tenham juízo! - Foi a tia Carmen quem disse antes de saírem, num modo bastante sério. 

Quando ficaram a sós, Leo e Nick seguiram para o quarto deste. Leo atirou-se para cima da cama, a encarar o teto, e ainda em silêncio. Nick ficou encostado à porta, a observá-lo, sem saber o que fazer além de lhe dar espaço. 

- Isto não era suposto ser assim, pois não? - Leo perguntou. Mas continuou sem esperar pela resposta. - Era suposto um pai fazer de tudo para ver o seu filho feliz e não o contrário... Porque é que o meu tinha logo de ser assim? - perguntou, olhando finalmente para Nick 

- Lamento que assim seja, Leo - Nick disse, sentando-se na ponta da cama - E lamento que te tenhas assumido sem estares preparado para o fazer... - disse

- Sinceramente, isso é o que me preocupa menos, sabes? - disse, sentando-se também ele e olhando para Nick - Mesmo antes da reunião estive a falar com o Tim e disse-lhe tudo o que sentia por ti. E foi fácil. Talvez o facto de estar a falar com um amigo tenha ajudado, mas... Sei lá, foi uma cena natural... Claro que não queria a minha vida começasse a ser falada nos corredores e não queria começar a ser julgado por isto...

- Mas assim já não tens de te preocupar com isso e podes começar a viver a tua vida... - Nick completou por ele

- Não ficas chateado por eu me ter assumido assim, pois não? É que disseste que ias esperar e ter paciência e agora nem sequer falei contigo antes de me assumir e.... 

- Ei, para lá com isso, Leo! - Nick interrompeu - Isto não tem de ser uma coisa planeada. O momento pediu que te assumisses e eu fico orgulhoso por teres tido essa coragem. Podias simplesmente dizer que tudo não passava de uma estupidez para ficares na equipa, mas não o fizeste e é isso que importa - ele disse, sorrindo. Depois voltou a fazer cara séria - Mas há uma coisa que me deixa chateado... - ele disse

- O quê? - Leo ficou preocupado. O que será que tinha feito? 

- Dissete ao Tim o que sentes por mim, mas a mim não me disseste nada... - Nick disse, fingindo-se triste.

- Desculpa, Nick. Mas estávamos a conversar, ele estava a contar-me sobre quando se envolveu com a Clarissa e aquilo sobre ti saiu-me e... desculpa! - pediu

- Estou a gozar, Leo! - Nick disse, começando a rir-se com a cara de preocupação que Leo acabara de fazer

- Que engraçadinho! - Leo disse, atirando-lhe a almofada mais próxima - Até estava a pensar repetir, mas depois disto, não me parece... - disse, sendo a vez dele de se fingir zangado

- Nem se eu te fizer o jantar ou te der uns beijinhos? - Nick perguntou, fazendo beicinho. Mas Leo continuava a fazer-se de zangado.

- Descongelar uma pizza no forno não me requer assim grande esforço... - Leo continuou. Depois parou e ficou a olhar para Nick - Agora a sério, obrigada por me ajudares a abstrair deste assunto. As coisas não está fáceis por causa dos meus avós e agora isto... Amanhã na escola vai ser complicado, não vai? - perguntou

- As pessoas gostam de comentar a vida dos outros, de julgar... Assumires que estás com um rapaz não é fácil, principalmente numa escola onde existem pessoas como os teus colegas de equipa, pessoas como a Clarissa! - Nick avisou - Estás preparado para isso?

- Não sei, mas também não quero saber! - Leo admitiu - Quer dizer, é claro que me vai custar ouvir certos comentários e custa-me que tu tenhas de passar por isto por minha causa, mas sei lá... O que é que eu posso fazer? Já me assumi, o Tim concordou, a Clarissa sabe de tudo... A esta hora é provavél que toda a escola saiba e ninguém, além de ti e dos nossos amigos, está disposto a ajudar, por isso... - Leo explicou e Nick deu-lhe razão. A única coisa que podiam fazer era lidar com o que viesse. - E quanto ao que eu disse ao Tim... 

- Pensava que não me ias contar... - Nick provocou

- Se sempre me fizeres o jantar... - foi a vez de Leo provocar um bocadinho 

- Não queres antes que cumpra a segunda parte do acordo? - Nick perguntou, aproximando-se de Leo o suficiente para ela perceber do que estava a falar 

- Não me lembro de segunda parte nenhuma... - Leo fez-se de desentendido - Importas-te de me relembrar? - perguntou, aproximando-se também ele de Nick. Já quase não restava nenhum espaço entre os dois. Nick não perdeu tempo e beijou Leo. Um beijo calmo que depressa se tornou num beijo mais apaixonado. Leo sentia-se bem ali, com Nick, e naquele momento não queria saber de mais nada, só dele e do rapaz por quem se apaixonara. O beijo prolongou-se por tanto tempo quanto conseguiram. Mesmo quando interromperam o beijo, continuaram o mais próximos que conseguiam - Amo-te! - Leo sussurrou ao ouvido de Nick - Foi isso que falei com o Tim. Em como foi bom que tudo aquilo com a Clarissa tenha acontecido porque foi isso que me levou a aproximar-me de ti e a apaixonar-me como nunca me tinha apaixonado antes. Nunca achei que isto me fosse acontecer, mas aconteceu e... amo-te... - declarou-se, deixando Nick sem palavras. 

- Eu também te amo, sempre amei! - Nick confessou, apesar de Leo já saber isso - E também nunca pensei que fosse possível estar assim contigo... - acrescentou, referindo-se em especial aos tempos em que Leo também tinha os seus próprios preconceitos. 

- Só gostava que este momento nunca acabasse... - Leo confessou. Podia tentar ser forte, mas lá no fundo tinha algum receio do que poderia acontecer no dia seguinte

- Não tem de acabar... - Nick disse num sussurro e, sem mais palavras a precisarem de ser ditas, voltou a beijar Leo. Os beijos foram ficando cada vez mais intensos, sem que nenhum dos dois tivesse vontade de parar. E não pararam. Acabaram por fazer amor e Leo percebeu que, com Nick a seu lado, tudo seria possível. 

...............

Boa noite! Aqui fica mais um capítulo de You and I, mais dedicado ao Leo e ao Nick. Espero que tenham gostado. Em breve há mais... Fiquem bem e até ao próximo capítulo :)

Pág. 1/4