Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

22
Fev20

You And I - Capítulo 52


JustAnOrdinaryGirl

Resultado de imagem para odeya rush gifs

- Chegaste a descobrir o que o pai queria? - Laura perguntou a Leo. As aulas já tinham terminado e o grupo estava reunido à volta de uma mesa, no espaço exterior da escola.

- Não faço ideia. - Leo disse - Mas sempre achei que ele viesse, pelo menos, falar contigo. - comentou

- Pois, também pensei isso... E ele não o ter feito só me deixa ainda mais preocupada - Laura disse, tentando pensar em todas as justificações para a ida do pai à escola. Entretanto, Tim apareceu, mais uma vez, junto deles, acompanhado do seu saco de desporto

- Vamos para o treino? - Tim perguntou a Leo - Alycia, hoje o jantar é em minha casa. Se quiseres esperar por mim, posso dar-te boleia... - sugeriu, olhando apenas para a rapariga mas sentido os olhares de todos postos nele. Quando Alycia aceitou, os dois rapazes despediram-se do grupo e foram para o treino

- E eu também tenho de ir ter com os meus pais, parece que têm uma novidade para me dar. - Alex disse - Queres que te deixe em casa? - perguntou à namorada

- Ainda vou ficar aqui com eles - Laura disse - Falamos mais logo? - Laura perguntou. Alex assentiu e os dois despediram-se com um beijo. - E agora que estamos só os três... Afinal, o que é que se passa, Alycia? - Laura perguntou, virando-se para a amiga. Apesard e curiosa, tambem estava preocupada. E se se passasse alguma coisa? 

- Eu e o Jon acabámos... - Alycia começou. Ainda não tinha contado aquilo aos amigos. - Foi depois de eu ter voltado da nossa saída. Ele... O Jon traiu-me e acabámos tudo. O mais irónico é que ele me contou aquilo e tinha esperança que eu o perdoasse. O que me deixa mesmo triste, mostra que ele não me conhecia assim tão bem. Eu detesto traições. - Desabafou de uma vez, pelo menos aquele assunto, e sentiu-se mais leve. Os amigos abraçaram-na e tentaram consolá-la mas perceberam que ainda havia mais. Alycia acabou por contar-lhes tudo o resto e Laura e Nick não sabiam o que os deixava mais surpresos. - Vá, podem julgar-me, estou preparada! - Alycia acabou por dizer. 

- Não sejas parva, não te vamos julgar, Aly! - Laura disse. - Só não estávamos à espera que dormisses com o Tim - ela explicou - Sempre mostraste o quanto o odiavas,principalmente depois de ele te ter insultado no início das aulas... Tu gostas dele? - perguntou

- Não, aquilo foi apenas uma coisa de momento. Eu estava carente e ele... O Tim também tem tido alguns problemas. Acabou por acontecer, sem termos de pensar muito no assunto - Alycia explicou, descartando a hipótese de ter sentimentos por Tim - Mas a verdade é que nos estamos a dar melhor agora que os nossos pais estão juntos

- Estás a conhecer um lado dele que não imaginavas que pudesse exisitir - Nick disse e Alycia concordou com ele - Acho que ninguém imagina que esse lado do Tim existe mesmo - acrescentou

- Mas existe e eu estou contente por o estar a descobrir - Alycia disse - Eu também achava que ele era apenas um puto estúpido e convencido a que quase nenhuma miúda resistia, mas... Há mais dele. E esta história dos pais e da Clarissa...

- Da Clarissa? - Laura perguntou, interrompendo a amiga. Não estava a ver onde a cheerleader entrava naquela história. Mas depois Alycia contou-lhe o plano de vingança de Clarissa. 

- Então a Clarissa já queria separar-te do Jon? - Nick perguntou, só para ter a certeza que tinha ouvido bem - Essa miúda consegue descer muito baixo! - disse, revoltado - E essas coisas que ela tem contra o Tim, desconfias do que seja? - perguntou. 

- Não faço ideia, mas já lhe dei o conselho de ser ele a contar a verdade. É a única forma de se ver livre dela... - Alycia disse. Apesar de ter falado no assunto, não queria dar grande pormenores. Era algo que envolvia Tim, mas também Leo. E Laura e Nick iriam intervir se soubessem. Mais valia não arranjar problemas, pelo menos não falaria daquilo enquanto não soubesse o que era ao certo. 

- Seja como for, nunca pensei ver-te a ter uma relação com o Tim! - Laura disse, apenas para provocar e amenizar um pouco toda a situação

- Não temos uma relação, Laura! - Alycia defendeu-se - Pelo menos, não esse tipo de relação. Não se esqueçam que os nossos pais são namorados e, provavelmente, vão casar ou querer ter filhos. Eu e o Tim somos praticamente irmãos! - explicou, não dando margem para dúvidas. 

- Claro, irmãos que... - Laura ia dizer, mas foi interrompida

- Ugh, Laura pára, a sério, esse pensamento é deprimente! - Alycia disse, fazendo uma careta só de pensar - Enfim, obrigada por me terem ouvido, precisava mesmo de desabafar com vocês - agradeceu. 

- Sabes que podias ter falado connosco antes de ... - Nick disse, e Alycia pensou que ele estava a falar a sério, mas percebeu que não logo a seguir - Estou a brincar! E como é óbvio nós nunca te iríamos julgar. É verdade que o Tim já demonstrou ser uma pessoa complicada, mas se tu achas que há mais dele para descobrir e se te sentes bem com o que aconteceu, então não tens de pensar mais nisso - Nick disse e Laura concordou com as palavras do amigo. - Agora só precisamos de pensar numa forma de regressares à claque - ele lembrou-se e os três começaram a pensar numa forma de resolver a mentira de Clarissa perante a treinadora Iris. E talvez esse plano estivesse mais perto do que qualquer um deles pudesse imaginar. 

Com toda a conversa, os três só se aperceberam que era tarde quando Tim e Leo se juntaram a eles. Os dois já vinham de treino feito e banho tomado, prontos a ir para casa. 

- Vamos embora? - Leo perguntou, dirigindo-se aos três

- Sim, nós não nos podemos atrasar para o jantar com os nossos pais - Alycia disse, referindo-se a ela e a Tim - Importas-te de passar em minha casa primeiro? - perguntou e Tim concordou com a ideia. Também não lhe apetecia ir já para casa e precisava de falar com Alycia antes do jantar. Um assunto sério e importante. 

- E tu, Laura, queres que te deixemos em casa? - Nick perguntou - Há problema para ti? - perguntou depois a Leo, pensando na relação do rapaz com os pais naquele momento. Quando o rapaz concordou com a ideia, Laura aceitou a boleia e os cinco saíram da escola. 

***** ***** ***** ***** *****

Laura saiu do carro depois e se despedir do irmão e de Nick. Antes de entrar em casa, recebeu uma mensagem de Alex, a dizer que tinha novidades. A rapariga ficou então de lhe ligar mais tarde. Reparou então que o carro do pai já estava na garagem, o que era estranho. As segundas-feiras eram o dia de mais trabalho na empresa e era raro o pai chegar muito antes da hora de jantar. Laura perguntou-se se teria alguma coisa que ver com a ida do pai à escola nessa manhã? 

- Olá! - disse assim que passou da porta de entrada. Como não obteve resposta, pendurou as suas coisas no bengaleiro, e foi entrando. Encontrou os pais na sala, os dois sentados, com caras estranhas. - Boa tarde...? - meio que perguntou, dadas as expressões de ambos. - Aconteceu alguma coisa? - perguntou e, como resposta, apenas obteve um sinal do pai para que se sentasse. E foi o que fez. E só enrão, ao observar os dois melhor, reparou que a mãe estava com cara de quem tinha estado a chorar. - Afinal o que é que se passa? - insistiu

- Estive na escola esta manhã, Laura! - Edward disse. E o seu tom de voz mostrava que, de facto, se passava algo. 

- Sim, eu sei. O Tim disse-nos - Laura disse, ainda sem perceber ao certo o que se passava - O que é que foste lá fazer? - quis saber - Achei estranho não nos teres procurado. Costumas fazer sempre isso quando vais à escola

- Fui falar com o diretor sobre algumas mudanças no financiamento da equipa da escola - informou - Mas não é sobre isso que quero falar contigo. É sobre algo que vi e que me deixou bastante desagradado - ele continuou, aproximando-se do fundamental da conversa - Acontece que saí do gabinete do diretor durante um dos vossos intervalos e... Bom, primeiro vejo o teu irmão a jogar basquetebol com aquele tipo... - começou

- E isso é mau porque...? - Laura perguntou. Será que o pai também achava isso gay? - A maioria das pessoas joga basket nos intervalos, é algo normal... - comentou

- Mas não de uma forma tão cumplíce... - Edward disse e Laura percebeu então o problema do pai. O costume. Será que ele não conseguia mudar tal como estava o Tim a fazer? - E depois, vejo-te a ti! - O tom de voz não prometia nada de bom. O pai começara a falar mais alto. - Achei que tinha deixado bem claro que estavas proibida de namorar com aquele rapaz. - ele disse

- E eu achei que tinha deixado claro que desta vez não ia deixar o Alex! - Laura fez-lhe frente, como era de esperar

- Não me respondas! - Edward gritou-lhe. Laura reparou que a mãe colocara a mão no braço do pai, tentando acalmá-lo. Agora percebia a cara de choro da mãe. Os dois já tinham, certamente, estado a discutir aquele assuntos antes de ela chegar - Achei que tinhas um pouco mais de juízo, Laura. Mas não, apanho-te aos beijos com aquele cigano! - ele disse, com repulsa na voz

- Ele é meu namorado! - Laura gritou de volta. Como disse, não ia ceder - Se me apanhasses com um desconhecido ou com alguém perigoso, aí sim, podias ficar preocupado. E devias! Mas assim o Alex é meu namorado e não fizémos nada de errado! - ela disse, mais moderada. O pai levantou-se, começando a andar de um lado para o outro junto do sofá - Escusas de ficar assim, tu sabias que eu não ia desistir do Alex - Laura acrescentou

- Pois devia! - Edward disse, olhando para ela - Eu devia ter calculado que tu ias ser teimosa, que irias levar este capricho até ao fim

- Não é um capricho, eu amo o Alex! - Laura disse, de novo a levantar a voz. A mãe continuava ali, em pânico, mas calada

- O que eu devia ter feito era ter cortado o mal pela raiz logo desde o início - Edward disse - Mas ainda vamos a tempo - avisou

- E vais fazer o quê? - ela perguntou, mas não esperou pela resposta - Trancar-me em casa? Ameaçar alguém? Bater-me e expulsar-me de casa? 

- Nada disso! - Edward negou - Vou fazer algo muito mais simples e eficaz. Eu tomei uma decisão, Laura! 

............................

Boa tarde! Como estão? Espero que gostem deste novo capítulo da história. O que acham que o pai de Laura decidiu? E o que acham que o Tim quer dizer à Alycia? Deixem as vossas opiniões e não percam o que está por vir! Fiquem bem e até ao próximo capítulo :)