Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

22
Set19

You And I - Capítulo 40


JustAnOrdinaryGirl

Resultado de imagem para luke bilyk gif

- Alycia! -  Laura chamou quando, finalmente, conseguiu encontrar a amiga - O Nick disse que esteve contigo de manhã, mas faltaste às aulas e... - parou assum que viu os olhos da amiga vermelhos e húmidos - Aly, o que é que se passa? - sentou-se ao lado da amiga, acariciando-lhe os ombros, tentando assim reconfortá-la. Quando conseguiu acalmar-se, Alycia contou a Laura tudo o que se passara com Clarissa e com a claque - Ai que cabra! - foram as únicas palavras que Laura conseguiu pronunciar depois de tudo o que acabava de ouvir

- E agora, o que é que eu faço? - Alycia perguntou, ainda a soluçar. - Eu adoro a claque! - Desde o início que era bastante óbvio para o grupo de amigos que ser da claque era um dos grandes sonhos de Alycia. - A treinadora Iris nunca vai acreditar em mim! - disse, revoltada. 

- Vamos ter de conseguir provar que a Clarissa te tramou! - Laura disse. Aquela era a única hipótese que tinham

- Não se metam nisto, Laura! - Alycia quase suplicou - A Clarissa é capaz de tudo e eu não quero que se prejudiquem por minha causa...

- Tu só estás metida nisto porque ajudaste o meu irmão a descobrir a verdade, Aly! É claro que te vamos ajudar. - Laura disse - Além disso, ela já me tentou tramar, a mim e ao Alex, traiu o meu irmão em frente de muita gente da escola. E além disso, és nossa amiga! Por isso isto também nos diz respeito. - Disse, abraçando a amiga - Vamos arranjar uma solução! - prometeu. As duas decidiram ir depois para a aula e fazer um enorme esforço para ingorar Clarissa. A ideia era fingir que estava tudo bem e assim ganharem tempo para apanharem a outra em falso. E para isso sabiam que podia contar com Leo, Nick e Alex. Os rapazes já sabiam do sucedido, depois de Laura ter enviado uma mensagem para o grupo de conversa que tinham criado. Agora só precisavam de pensar. Mas com tantas coisas a acontecer, por vezes era difícil chegar a alguma conclusão e arranjar planos. 

***** ***** ***** ***** *****

- O que é que se passa com aquele? - Laura perguntou. Estava sentada numa das mesas da cantina, com o resto do grupo, e reparara que Tim, normalmente sempre rodeado do resto da equipa e de imensas raparigas, estava sozinho e bastante cabisbaixo - Está doente ou está a tramar alguma? - perguntou. 

- Vou lá falar com ele! - Leo disse. Levantou-se e foi sentar-se ao lado do amigo, que apenas lhe disse um "olá" quase inaudível - Estás bem? - perguntou. Nunca, em vários anos de amizade, tinha visto Tim naquele estado - Tim?!

- Está tudo ótimo! - disse, mas era claramente uma mentira e Leo percebeu isso de imediato - Podes voltar para os teus amigos... - acrescentou, reparando que todos os integrantes da mesa de onde Leo se levantara tinham os olhos postos neles. 

- Tu também és meu amigo, Tim! - Leo disse, fazendo o outro olhar para si - E sim, eu sei que desde aquela cena da Clarissa as coisas têm andado diferentes, mas conhecemo-nos há demasiados anos para esquecer tudo assim de um momento para o outro - disse

- Isso foi um bocado maricas, não? - Tim disse, mas, por incrível que pareça, arrependeu-se de imediato - Desculpa! - pediu, deixando Leo surpreso. Estaria o outro a mudar? Mas por quê?

- O que é que se passa? - Leo estava a ficar seriamente preocupado

- É a minha vida que é uma merda! É isso que se passa! - disse, olhando para Leo. O rapaz reparou que os seus olhos estavam vermelhos 

- Então diz-me o que se passa, Tim! - Leo voltou a pedir - Somos amigos, bolas, e como vês estou disposto a esquecer o que se passou para te apoiar - acrescentou, mostrando ao outro que estava a falar a sério

- Os meus pais estão separados, como sabes... - Tim começou - E a minha mãe agora conheceu uma pessoa. E por mim tudo bem, a sério. Depois da traição do meu pai, fico mesmo feliz que ela volte a encontrar a felicidade dela... - explicou - E o tipo é cinco estrelas. Ela anda feliz, divertida, mais presente... Eles têm saído, têm-se conhecido... E agora que as coisas estão mais sérias, ela quis apresentar-nos... - parou, esperando que Leo dissesse alguma coisa, mas tudo o que viu foi uma expressão confusa. Leo não estava a perceber qual era o problema - O tipo é... preto! - Tim confessou e Leo, infelizmente, percebeu logo qual era o problema do amigo

- Tu não mudas nunca! - Leo repreendeu - A tua mãe encontrou alguém que a faz feliz, depois de tudo o que passou com o teu pai e tu reages assim. A única coisa que te devia importar era se o tipo tem um bom caráter e se faz a tua mãe feliz, mais nada...

- Agora parecias mesmo a tua irmã a falar! - Tim disse - Mas, por mais incrível que te possa parecer, esse não é o único problema! - confessou

- Não que isso seja, de todo, um problema, mas diz lá... - Leo pediu

- O gajo tem uma filha cá na escola! - Tim contou, baixo

- E tu, como é óbvio, já foste para a cama com a tua futura irmã! - Leo provocou, mas depois pensou melhor - Não, se o homem é negro, é provavél que a filha também o seja, por isso o teu preconceito não te ia permitir isso - conhecia bem o amigo que tinha - Quem é ela? Conhecemos bem a miúda? - ficou curiosa. Não havia muitas raparigas de pele negra na escola, muito por causa do bullying que sempre haviam sofrido ali. 

- Sim, conhecemos... É a Alycia! - Tim revelou, deixando Leo em estado de choque. Sabia que os pais de Alycia se tinham separado há pouco tempo, já depois de se terem mudado para a cidade, e sabia que o pai dela tinha decidido recomeçar a sua vida amorosa, mas não fazia ideia de que era com a mãe de Tim

- E ela já sabe?

- Ainda não. O pai dela já lhe contou que está com alguém, e que esse alguém tem um filho, mas ainda não houve uma apresentação... - Tim disse - O que é que eu faço agora? - perguntou, aflito

- Só há uma coisa que podes fazer, Tim! A Alycia é uma miúda incrível, uma ótima amiga - Leo começou - E pelo que disseste, o pai dela faz a tua mãe feliz, como há muito não a vias. Acho que a única coisa que tens de fazer é deixar de ser assim tão preconceituoso, tens de começar a ver as coisas de outra maneira. - O amigo disse-lhe - Olha para mim! Eu também era assim, preconceituoso, estava sempre a julgar os outros. Felizmente abri os olhos e estou a dar-me bastante bem. - confessou - Se todos fôssemos mais parecidos com a minha irmã, o mundo estaria bem melhor, acredita! - aconselhou

- Eu bem digo que hoje estás mesmo muito maricas! - Tim repetiu, provocando o melhor amigo

- E se fosse esse o caso, deixavas de ser meu amigo? - Leo perguntou. Tim ia rir-se, mas depois viu o ar sério do amigo e assustou-se

- Não te estás a assumir, pois não? - Tim perguntou, com algum asco na voz

- Não, era apenas uma pergunta - Leo acabou por dizer - Quanto a esse teu dilema, preocupa-te com a felicidade da tua mãe e tenta não fazer nada que acabe com isso. Quanto à Alycia, vais ter de pensar numa boa solução, porque sabes bem que ela te odeia. Talvez mais do que tu a odeias a ela! - Leo aconselhou. Tim agradeceu e depois Leo deixou-o novamente entregue aos seus pensamentos. Tim tinha outra coisa a preocupá-lo: Clarissa e o seu plano de vingança. Se se recusasse a ajudar a loira, Leo iria saber de algumas verdades e a amizade dos dois iria acabar de vez. Mas, se ajudasse Clarissa a vingar-se de Alycia, isso iria provavelmente criar problemas entre a mãe dele e o pai dela, o que só iria destruir a mãe, depois de tanto sofrimento com a traição e o divórcio. Tinha de tomar uma decisão, e depressa, pois o tempo estava a terminar. 

........................

Boa tarde! Como estão? Aqui fica mais um capítulo de You And I, espero que tenham gostado! Acham que vão conseguir provar que a Clarissa tramou a Aly? E estavam à espera desta revelação do Tim? As coisas podem complicar-se, especialmente quando a Alycia descobrir quem é a namorada do pai. Deixem aqui as vossas opiniões e obrigada a quem está desse lado :) Fiquem bem e até ao próximo capítulo!