Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

18
Ago19

You And I - Capítulo 37


JustAnOrdinaryGirl

Imagem relacionada

Passou-se uma semana desde todos aqueles acontecimentos. Leo continuava a morar em casa de Nick e não tinha voltado a falar com os pais. Porém, tinha voltado a entrar lá em casa, numa tarde. Precisava de roupas e de alguns objetos pessoais e aproveitara para ir lá enquanto os pais trabalhavam. Tinha saudades da casa, especialmente do seu quarto. Mas mais valia começar a esquecer. As coisas não iam voltar a ser como antes, ele sabia isso. 

Laura continuava com Alex, porém ainda não tinha contado aos pais. Primeiro queria garantir que o pai não poderia fazer nada contra a família de Alex. Os dois tinham falado com a família do rapaz e tinha reunido tudo o que precisavam para provar que tudo estava em nome deles - casas e terrenos. Portanto, se eles não quisessem vender, as ameaças de Edward não passariam disso mesmo: de meras ameaças. 

- Desta vez devias contar a verdade toda, Laura - Leo aconselhou. Tinha ido passear com a irmã depois das aulas. Apesar de se verem todos os dias na escola, não era a mesma coisa. Gostavam de ter estes momentos juntos 

- Eu sei e vou fazê-lo... - Laura disse e Leo percebeu que havia ali um "mas" qualquer - Mas tenho medo! - admitiu

- A Laura Collins com medo?! - Leo brincou, apenas para suavizar a situação. Sabia bem o motivo de Laura se sentir assim - Tens medo que eles te expulsem, tal como fizeram comigo? - acabou por perguntar

- Não acredito que o fizessem... - ela disse - Apesar de tudo, o Alex é um rapaz. E acho que o medo que sinto é mais por ele do que por mim... - explicou - Os pais nunca vão aceitar o meu namoro com ele e tenho medo que o pai acabe por querer vingar-se no Alex, por termos sido teimosos - acrescentou 

- Não estás a pensar desistir, pois não? - Leo perguntou, quase certo de que a resposta seria negativa.

- A Laura Collins a desistir?! - Laura perguntou, imitando o irmão - Não, não vou desistir do Alex. Eu amo-o e sei que ele sente o mesmo por mim. Não posso pôr os sentimentos de parte. E eu sei que a nossa relação vai criar mais um problema lá em casa, mas não posso deixar o Alex. - Laura garantiu - Vai ser uma confusão, vai haver gritos, mas também não vai ser nada de novo. Infelizmente, é o prato do dia lá em casa - lamentou 

- Aquilo que eu disse ao pai antes de sair de casa é verdade. Espero que vocês os dois acabem juntos e felizes! - disse, a sorrir. - E tenho uma coisa para te devolver! - disse, tirando do bolso um colar - Guardei-o naquele dia em que o pai te disse para o tirares. Sabia que ainda  o voltarias a usar - contou e deu-o à irmã, que lhe sorriu em agradecimento - Talvez te dê sorte para a conversa com os pais! 

- Obrigada! - Laura disse, emocionada com o gesto do irmão. Há uns meses atrás, ele nunca colocaria a hipótese de se apaixonar por um rapaz e talvez estivesse mais do lado dos pais. Mas ele tinha mudado e Laura dava graças por isso. Ter o irmão do seu lado era a melhor coisa do Mundo - Então e tu, como é que estás? Como é que é saíres de casa e passares a viver com o teu namorado? - Laura perguntou. Não queria passar a tarde a falar dela.

- O Nick não é meu namorado! - Leo respondeu sem responder a nenhuma das perguntas da irmã

- Pronto, eu reformulo a questão! - Laura revirou os olhos - Como é sair de casa para viver com a pessoa que gostas e com a qual, ocasionalmente, trocas uns beijos? - disse, provocando o irmão - Está melhor assim? - perguntou

- Muito melhor! - Leo disse - Eu estou bem... para alguém que foi expulso de casa - confessou - E viver com o Nick é... fácil! Ele tem sido incrível comigo. Paciente, amigo... E os pais dele tratam-me como a um filho, como sempre te trataram a ti. - contou, deixando a irmã mais descansada - As coisas são mais simples quando temos connosco alguém que nos compreende, apoia e respeita - acrescentou - Em casa tinha-te a ti, mas era preciso mais - explicou. Não queria que Laura ficasse com a ideia de que ela não lhe importava. 

- E achas que as coisas entre vocês vão avançar para algo mais sério? - Laura quis saber.

- Não sei, mas... - Leo ainda se sentia confuso em relação a algumas coisas. Começara a aceitar que estava a gostar de Nick da mesma forma que gostara de Clarissa. Ou quem sabe ainda mais. Mas ainda não estava preparado para se assumir perante as outras pessoas ou para ter uma relação com alguém do mesmo sexo. - Eu gosto dele... - admitiu e Laura percebeu que o irmão estava a ficar apaixonado.

- Quando for o momento certo, vais estar preparado e não vais pensar nos outros, vais ver! - Laura disse. Não era preciso Leo dizer nada para ela saber qual o problema de Leo. 

***** ***** ***** ***** *****

- Não acredito que aqueles dois estão juntos novamente! - Tim reclamou, referindo-se a Laura e Alex. Estava com Clarissa, à porta do pavilhão, depois de um treino de futebol. - O que é que vamos fazer? - perguntou

- Estou com vontade de chegar ao pé do Sr. Collins e dizer-lhe tudo! - Clarissa disse - Mas não o posso fazer. Não posso correr o risco de fazer algo que afaste mais o Leo de mim. - acrescentou 

- Disseste que me ajudavas a separar aqueles dois, Clarissa! - Tim disse, chateado. Não que estivesse apaixonado por Laura ou coisa parecida, mas sempre estivera interessado em dar umas voltas com ela. E, para ele, Alex não a merecia.

- E tu disseste que ias descobrir quem contou a verdade ao Leo, sobre a traição! - Clarissa contrapôs - E no entanto, tive de descobrir tudo sozinha! - acrescentou -  De qualquer maneira, no caso da Laura não temos de fazer nada. O pai dela nunca vai aceitar este namoro. E aposto que quanto mais ela insiste nesta história, mais o pai se vai chatear. Talvez devas ir lá a casa, visitar o Leo, e aproveitas para mostrar ao pai dela que estás interessado. Aposto que ele vai adorar ter-te como genro! - Clarissa sugeriu, falando como se fosse o mais óbvio

- Já te esqueceste que o Leo saiu de casa? - Tim perguntou. Já tinha contado a Clarissa, não fosse ela acusá-lo de estar a esconder coisas. 

- Achei que ele tinha mudado de ideias e voltado! - Clarissa defendeu-se - Gostava de saber porque é que ele saiu de casa... E porque raio ele preferiu viver com o Nick e não contigo, que és o melhor amigo - perguntou. Era algo que a intrigava e não estava nem perto de chegar à verdade. 

- Já te disse que, para mim, o Nick gosta do Leo e está a tentar dar-lhe a volta! - Tim disse. Já pensava nessa teoria há uns tempos, apesar de também lhe faltar algo para a verdade 

- O Leo nunca caíria numa dessas, Tim! - Clarissa descartou essa hipótese de imediato - Tu conheces o Leo e sabes perfeitamente que há uns tempos, antes da irmãzinha lhe começar a meter estas coisas do "não devemos criticar os outros" e "abaixo os preconceitos" na cabeça, ele era mais parecido contigo e com o pai deles. E além disso, já estive com o Leo. - recordou - Acredita que, de maricas, ele não tem nada. É um homem a sério! Se é que me entendes! - disse

- Como queiras! - Tim disse. Não valia a pena insistir com Clarissa - E em relação à Alycia? - perguntou

- A Alycia está a ter o que merece, caro amigo! - disse, satisfeita consigo mesmo - Qualquer dia recebe um aviso da treinadora por não estar a comparecer aos treinos da claque. Faltou aos dois da semana passada e hoje também não me parece que venha. - riu com o seu plano de vingança

- Como é que ela acreditou em ti assim tão facilmente? - Tim estava impressionado 

- A primeira vez bastou dizer que não havia treino e pedir a alguns elementos da claque que confirmassem! - contou - Tu sabes que elas seguem as ordens da capitã - explicou, feliz - E depois bastou um pequeno aviso, "assinado" pela treinadora - Clarissa tinha aproveitado o facto de a treinadora da claque, durante essa semana, estar numa formação e apenas ir à escola para os treinos. Assim, Alycia não se podia cruzar com ela e o plano de Clarissa não seria descoberto - A treinadora odeia faltas! - riu e Tim acompanhou-a - Agora temos de passar à segunda fase. E vou precisar de ti! 

- No que é que estás a pensar? - Tim até tinha medo da resposta. Clarissa não era de se ficar e quem se metia consigo sofria as consequências 

- Ela acabou com o meu namoro com o Leo, não foi? - perguntou, apesar de nem dar tempo para Tim responder - Então agora quem vai acabar com o namoro dela, sou eu! - avisou, sedenta por vingança. 

....................................................

Boa tarde! Como estão? 
Aqui está mais um capítulo!! O que acharam? Decidi começar com uma conversa entre os irmãos, acho que estavam a precisar. E o que acharam desta conversa entre o Tim e a Clarissa? A vingança já está em andamento. E ainda aí vem mais! Deixem as vossas opiniões e obrigada a quem está aí desse lado :) Fiquem bem e até ao próximo capítulo!

P.S. Passem pelo JustAnOrdinaryGirl, está a decorrer um passatempo que termina hoje, às 23h59!