Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

02
Mar19

You And I - Capítulo 20


JustAnOrdinaryGirl

Nessa sexta-feira, Laura e Leo acordaram com o barulho de vozes vindas da cozinha. Ainda pensaram que, provavelmente, seriam apenas os pais, mas havia uma voz diferente. Laura olhou para o relógio e reparou que faltavam poucos minutos para o despertador tocar. Levantou-se e encaminhou-se para o corredor, onde quase embateu no irmão. 

- Também ouviste vozes? - Leo perguntou e viu a irmã acenar. Os dois desceram as escadas, seguindo o barulho e, quando entraram na sala, depararam com os pais e com Emma. 

- Emma! - Laura gritou, fazendo o irmão revirar os olhos. A morena correu para a amiga e, literalmente, saltou para os braços dela - Tinha tantas saudades tuas! - disse no meio o abraço. 

- Também tinha saudades! - Emma admitiu, separando-se finalmente da amiga - Eu sei que falamos a toda a hora, mas não é a mesma coisa - acrescentou - Olá, giraço!  - Emma cumprimentou Leo, provocando-o. Era por isso que as duas raparigas eram tão amigas, Leo pensou, tinham exatamente o mesmo feitio. 

- Olá, Emma! - Leo aproximou-se para a cumprimentar - Tenham dez ou dezassete anos, vocês as duas juntas, é exatamente igual - ele não resistiu comentar e recebeu um sorriso orgulhoso das duas - Bem-vinda de volta! - acabou por dizer

- Achava que vinhas só amanhã - Laura comentou 

- Decidi tirar uma folga e vir mais cedo - Emma anunciou

- Uma folga?! - O pai de Laura e Leo perguntou - Folga das aulas? Não devias estar a faltar às aulas, Emma! - começou. Laura revirou os olhos, vinha aí sermão

- Não se preocupe, Edward, era uma aula livre, para fazer trabalhos, e eu já concluí o meu. Nem vou ter falta - A convidada apressou-se a explicar

- Vais é ter de ficar sozinha o dia todo, querida - Theresa lamentou - O Leo e a Laura têm aulas e nós trabalhamos - explicou

- Podes sempre vir connosco até à escola - Laura sugeriu - Assim aproveitas para conhecer os nossos amigos, a escola, vês o Nick. Ele não fala de outra coisa desde que sabe que vens - sorriu 

- Os três mosqueteiros juntos de novo - Emma sorriu com a lembrança e acabou por aceitar a sugestão de Laura. Enquanto Leo e Laura foram arranjar-se, Emma ficou na sala com os pais deles, aproveitando para contar um pouco do que tem sido a sua vida desde que se mudou com os pais, há uns anos atrás. - Mas espero um dia voltar para cá, já tenho saudades e aqui é que é a minha casa - confessou. Momentos depois, Laura e Leo estavam de volta. A caminho da escola, Emma aproveitou para rever alguns dos sítios onde tanta vez tinha estado. Apesar de já ter ido embora há algum tempo, parecia que não tinha passado tempo nenhum desde a última vez que andara por aqueles ruas. Um sorriso nostálgico surgiu no seu rosto. - Tinha mesmo saudades disto! - comentou com os Collins, que lhe sorriram de volta. Assim que chegaram, os três jovens apressaram-se a sair do carro, em especial Laura e Emma que já tinham Nick à espera delas. Assim que o olhar de Emma se cruzou com o de Nick, a rapariga correu para ele, abraçando-o. - Nick!! - deu um gritinho

*************************

- Da maneira que ele anda sempre agarrado às raparigas, estranha-me que seja um maricas! - Edward, a observar dentro do carro, comentou com a mulher

- Edward... - Theresa ainda tentou parar aqueles comentários, mas quando o marido começava tinha de ir até ao fim

- Olha para aquilo! - Edward barafustou, observando agora a maneira como Nick estava próximo de Leo - Ele acha o quê? Que vai converter o Leonard? - refilou como se a mulher ao seu lado fosse culpada de alguma coisa - Ele que não se atreva a pensar nisso sequer. - Ficaram ali mais um bocado, apenas para Edward poder controlar o que estava a acontecer. Quando reparou que Alex e Alycia se juntaram ao grupo suspirou, zangado, e arrancou finalmente, prometendo assim mesmo que teria de ter mais uma conversa com os filhos. 

*************************

Assim que Alex e Alycia se juntaram ao grupo, as apresentações foram feitas. Depois, quando teve a certeza que os pais já não estavam por perto, Laura cumprimentou Alex com um beijo nos lábios. Entraram na escola e, como era um grupo grande, Emma conseguiu passar com eles sem que o porteiro a avistasse. Estando lá dentro já não haveria problema algum. Foram sentar-se numa das mesas do bar, e escolheram exatamante a que estava ao lado da mesa de Clarissa e Tim, que estavam com cara de poucos amigos. 

- Acho que agora é uma boa altura - Laura disse, baixinho, apenas para os amigos ouvirem. Já tinham contado a Alex e Alycia o que se tinha passado no escritório do pai e todos tinham concordado em fazer alguma coisa. Até porque, além de terem de proteger a relação de Alex e Laura, tinham também de evitar que Alycia fosse descoberta. Como todos concordaram, estava na hora de começarem a falar mais alto, o suficiente para a conversa ser ouvida na mesa ao lado. Laura encostou-se mais a Alex, que lhe rodeou o corpo com um braço. Nick ficou a observá-los e a sorrir

- Nem acredito que finalmente ganharam coragem e contaram aos teus pais! - Nick comentou, alto o suficiente, mas sem dar bandeira. Mas, tal como queriam, tinham a atenção da mesa do lado

- O que eu não queria acreditar é que eles aceitaram tão bem - Laura disse, sorrindo - Mas pelo menos agora podemos andar à vontade, isso é que interessa - olhou para Alex e beijou-o. Apesar da conversa ter sido a fingir, este beijo era verdadeiro e fê-la sentir-se nas nuvens. Assim que terminaram aquela conversa, repararam em Clarissa a levantar-se, furiosa, da mesa ao lado e Tim a correr atrás dela. Os amigos riram com o sucesso do plano - Pelos vistos acreditou - Laura comentou, feliz

- Menos uma coisa que tem contra nós - Nick disse, aliviado. 

- A cara dela transbordava ódio! - Emma comentou. Laura mantinha-a informada de tudo o que se ia passando, assim era como se estivesse sempre presente - Valeu a pena só para ver a cara dela! - riu. A campainha tocou, terminando assim a conversa

- Acho que vou dar uma volta pelas redondezas enquanto estão em aulas e depois venho aqui ter convosco. Se não conseguir voltar a entrar telefono a pedir reforços - Emma disse aos amigos enquanto os acompanhava às respetivas salas.  

*************************

- Parece que afinal o nosso plano não ia dar em nada - Tim disse a Clarissa antes de a deixar para ir para a sua sala

- Como é que o pai deles, um preconceituoso de merda, foi capaz de aceitar isto? - Clarissa falou, ainda furiosa

- Acho que ele tem mais problemas com o maricas - Tim disse - Ou então só aceitou para que a Laura não arme um escândalo e depois arranja maneira de os separar - sugeriu

- Não se eu os separar primeiro! - A cheerleader ameaçou - Mas antes ainda tenho de descobrir quem foi a cabra que me denunciou

- Como é que sabes que foi uma "ela"? - Tim perguntou. Não fazia ideia de que a amiga desconfiava de alguém

- Porque só pode ter sido alguma pindérica que está interessada no Leo! Mas engana-se se acha que mo vai roubar! - E dito isto, deixou Tim e seguiu para a sala onde ia ter aulas. 

......................

Boa tarde! Como estão? Aqui fica mais um capítulo, espero que gostem! E espero que gostem da Emma. Este capítulo foi assim mais calmo, tirando esta ameaça final da Clarissa. Mas preparem-se porque vem aí drama, as coisas vão complicar-se um pouco. Resta saber para quem! Nas últimas noites, tenho ficado acordada até tarde porque tenho tido bastantes ideias e depois não consigo adormecer a pensar nisso, ando numa fase criativa só pode. Mas até estou a gostar das ideias, só preciso de saber quando e onde as vou encaixar. Mas é em breve :) O gif do início é a "Emma", pelo menos como eu pensei que ela seria. Deixem as vossas opiniões e obrigada a quem tem acompanhado. Fiquem bem e até ao próximo capítulo :)