Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

14
Mai16

"Taking Chances" - Capítulo 9


JustAnOrdinaryGirl

Ter o irmão e Jackson em Nova Iorque já se estava a revelar mais divertido do que Brittany imaginara. Era fácil ter uma conversa com os dois rapazes, estando sempre a surgir um novo tema para falarem. Já tinham deixado as coisas de ambos num pequeno motel ali na cidade, permitindo poupar algum dinheiro, e já estavam agora a passear pela zona onde Brittany morava. Apesar de não ter um percurso definido, não faltavam coisas para ver. Acabaram por almoçar no McDonalds e tinham combinado passar o tempo que faltava até Claire e Henry terminarem o seu dia de trabalho a ver mais alguns locais. Quando estava perto da hora em que Claire regressava a casa, os três apanharam um autocarro e voltaram a casa da rapariga. Gustav referiu várias vezes que não queria ir incomodar a mãe de Brittany mas a rapariga achava que estava na altura de todos se conhecerem. Quando chegaram notaram algum movimento através da janela da cozinha, o que significava que Claire já estava em casa. Brittany sentiu um pequeno nervosismo mas depressa passou e os três entraram em casa.

- Mãe? – A rapariga chamou, esperando na entrada juntamente com os dois rapazes

- Estou aqui, querida – Claire disse, aparecendo no corredor de acesso à entrada e parando ao vê-los – Boa tarde – disse apenas

- Mãe, este é o Gustav, o meu irmão – começou, apontando para o rapaz – E este é o Jackson, o melhor amigo do Gustav – disse, apontando agora para Jackson – Rapazes, esta é a minha mãe, a Claire

- Boa tarde, Dona Claire – Gustav começou aproximando-se um pouco mais da mulher à sua frente – É um prazer conhecê-la – acrescentou, estendendo a mão para cumprimentar a mulher, que lhe retribuiu

- Olá, Dona Claire – Jackson avançou também – Muito prazer em conhecê-la. Agora percebo onde a Brittany foi buscar a beleza – Brittany tentou conter uma gargalhada, mas não conseguiu impedir que as suas faces ficassem um pouco avermelhadas. Claire sorriu, apesar de muito disfarçadamente.

- É um prazer conhecê-los, aos dois – Claire disse, sorrindo, agora um pouco mais abertamente – Mas por favor esqueçam o Dona, basta Claire. – Disse e os dois rapazes assentiram – Entrem, por favor, não precisam de ficar à porta. – Brittany, Jackson e Gustav seguiram a mais velha até à pequena sala de estar – Ficam para jantar?

- Não queremos incomodar, Do… Claire – Gustav disse, corrigindo o que ia dizer assim que Claire o encarou – Apenas viemos conhecê-la e deixar a Britt em casa

- Não incomodam nada, podem ficar e jantar connosco. É uma forma de nos ficarmos a conhecer melhor - Claire explicou e os rapazes acabaram por aceitar – Fiquem à vontade, eu vou terminar o jantar – Disse, dirigindo-se para a cozinha

- Sentem-se! – Brittany disse, enquanto pousava as suas coisas num canto do sofá – o Henry também deve estar quase a chegar – informou e sentou-se no sofá em frente ao dos rapazes

- Ele vive cá convosco? – Jackson perguntou, curioso

- Jack… - Gustav chamou-o à atenção – Para de ser tão curioso!

- Não há problema, Gustav! – Britt disse, virando-se depois para o amigo – o Henry não vive cá mas costuma vir cá quase sempre jantar, para podermos estar um bocado juntos – disse, sorrindo – Eu vou ver se a minha mãe precisa de ajuda, mas volto já

Quando entrou na cozinha, Brittany encontrou a mãe a colocar um tabuleiro de lasanha no forno.

- Precisas de alguma ajuda? – perguntou, fazendo com que a mãe estremecesse – Desculpa, não te queria assustar, mãe  - disse e sentou-se numa das cadeiras em volta da mesa. – Obrigada por teres convidado o Gustav e o Jack para jantar – agradeceu com um sorriso

- Não tens de agradecer – Claire disse, enquanto começava a tirar dos armários os pratos e talheres necessários para o jantar – Pareceram-me bons rapazes – disse, fazendo com que Brittany sorrisse – O Jackson é diferente do Gustav. O Gustav é mais reservado, parece-me – Claire disse

- Sim, eles são um pouco diferentes, apesar de serem os melhores amigos – a rapariga concordou – o Gustav pensa mais nas coisas antes de as dizer, o Jackson diz o que lhe vem à cabeça a maior parte das vezes. Mas mesmo assim é muito boa pessoa – afirma – Acho que o Henry vai gostar de os conhecer. E como são todos da mesma idade acho que se vão dar bem – diz, esperançosa

- Tenho a sensação que o Henry vai gostar mais do Gustav do que do Jackson – Claire diz, olhando a filha

- Porque é que dizes isso? Não gostas do Jack? – Brittany pergunta, um pouco confusa

- Ele parece ser ótima pessoa, é apenas uma sensação que tenho – sorri um pouco à filha – Mas não penses mais nisso, talvez seja apenas eu e a minha cabeça – sorri novamente e volta a prestar atenção aos pratos e talheres.

Os pensamentos de Brittany são interrompidos pelo som da campainha e Brittany levanta-se de imediato para ir abrir a porta. Com certeza que é Henry, tendo em conta as horas.

- Olá! – Brittany cumprimenta com um sorriso e aproxima-se para um beijo – Ainda bem que chegaste, tenho duas pessoas para te apresentar – e puxa o namorado para a sala – Henry, quero que conheças o Gustav, o meu irmão, e o Jackson, o amigo dele – apresenta, apontando para os rapazes respetivamente – Gustav, Jack, este é o Henry, o me namorado – sorri, feliz por estarem todos juntos.  

Depois de feitas as apresentações, Claire chamou os quatro jovens para que pudessem jantar. A caminho da cozinha, Henry puxou Brittany para perto de si para lhe sussurrar ao ouvido

- Não sabia que o Jackson vinha – sussurrou, de modo a que mais ninguém o ouvisse

- Ele e o Gustav são grandes amigos, o Jack tinha de vir – Brittany apenas disse – Acho que vais gostar deles – sussurrou depois ao namorado e este apenas sorriu ligeiramente.

O jantar decorreu tranquilamente, com alguma conversa sobre assuntos banais. No início, Claire estava receosa que o nome “George” viesse à baila, mas rapidamente esqueceu esse assunto, quando Gustav e Jackson falaram de algumas coisas sobre eles, como os seus objetivos de futuro. Brittany estava encantada por ter o irmão em sua casa. Desde menina que sonhava em ter uma família como as suas amigas. Gostava de viver com a mãe, adorava a progenitora, mas sabia bem que gostava de ter mais. Sabia que naquela mesa faltava alguém, mas por agora aquilo sabia bem. Gostava que tudo fosse assim simples, como aquele jantar com a mãe, o irmão, o namorado e um amigo da família. O jantar decorreu calmamente e, no final, todos ajudaram com a arrumação da cozinha. Apesar de Brittany ter sugerido que poderiam ir passear ou beber um café, acabaram por ficar em casa, juntando-se na sala para mais uma conversa até à hora de Gustav e Jackson voltarem para o motel. Mas Brittany estava feliz e sabia que no dia seguinte voltariam a estar juntos.

.........................

Boa tarde! Aqui fica mais um capítulo :) Desculpem hoje publicar mais tarde, mas tive algumas coisas para fazer ao longo do dia e só agora é que consegui publicar. Gostaram? Agora ja se conhecem todos e as coisas parecem estar a correr bem. Só falta o George. O que acham que se segue? Deixem as vossas opiniões e obrigada a quem tem lido e comentado. É muito bom receber o vosso feedback!! Ah, e se por acaso algum dia eu escrever Harry em vez de Henry quando me refiro ao namorado da Brittany, desculpem, mas por vezes sai-me Harry.  Fiquem bem e até ao próximo capítulo!