Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

07
Mai16

"Taking Chances" - Capítulo 8


JustAnOrdinaryGirl

Era o primeiro dia de férias da Páscoa e Brittany nem precisou de despertador para acordar ainda mais cedo do que o habitual.

No dia anterior tinha estado a falar com Gustav e dissera-lhe que hoje ficaria de férias e que esperava pela sua visita. O irmão não lhe respondera à última mensagem que lhe deixara no facebook, onde Brittany lhe perguntava se consegui ter umas férias do trabalho em breve. A rapariga levantou-se e dirigiu-se à casa de banho, onde tomou um duche rápido e, depois de vestir umas roupas confortáveis, desceu as escadas e juntou-se à mãe, na pequena cozinha.

- Tão cedo a pé? – A mãe perguntou, quando viu a filha sentar-se numa das cadeiras que rodeavam a mesa - Não me digas que te esqueceste que estás de férias durante as duas próximas semanas – brincou a mais velha, enquanto enchia uma caneca de leite

- Não me esqueceria de tal coisa, mãe – disse, juntamente com uma gargalhada – Mas não tinha mais sono – admitiu, dando uma trinca num croissant que entretanto tinha preparado

- Nervosa com alguma coisa? – Claire perguntou, sabendo perfeitamente a razão pela qual Brittany havia perdido o sono – Apesar de eu ter evitado todo este assunto nos últimos dias, podes falar comigo na mesma, filha – e fez um pequeno sorriso de incentivo

- Estou ansiosa com a chegada do Gustav – a mais nova admitiu olhando para a mãe – Eu sei que achas que ele é como o pai mas eu gosto tanto dele, mãe – começou – Ele tem sido uma ótima pessoa… E ele disse-me que gostava de te conhecer – disse por fim, vendo que a mãe ficou com um ar surpreendido

- A mim? – Perguntou, um pouco perplexa – Por que razão?

- O Gustav sente-se um pouco culpado pelo pai nos ter abandonado. Por ele ter tido aquilo que nós também poderíamos ter tido mas não tivemos – Brittany informou, com uma expressão um pouco triste – Ele não se devia sentir culpado, mas em parte sente-se. Acho que ele quer pedir desculpa – acrescentou

- Ele não tem culpa nenhuma! – Claire apenas disse – Mas eu não lhe irei fechar a porta na cara caso ele queira passar aqui em casa – disse e depois respirou fundo antes de continuar – Sei que não temos os luxos que ele deve ter mas, se vocês quiserem, ele pode ficar aqui em casa. – Sugeriu por fim

- Não quero que te sintas mal aqui em casa, mãe – Brittany disse apesar de ser uma ótima ideia Gustav permanecer ali em casa – Sei que te custa tudo isto com o Gustav, ele não se importa de ficar num hotel e eu percebo que te sintas melhor nesse caso – disse, sorrindo de forma compreensiva

- Apenas quero que saibas que não te vou impedir de conhecer o teu meio-irmão e que, se preferirem, ele pode dormir aqui – disse novamente

- Obrigada, a sério, mãe – sorriu novamente – Eu vou falar com ele e depois decidimos isso. – Disse, bebendo depois um gole do café com leite que tinha preparada entretanto

- Vou sair para ir trabalhar. Ficas por casa? – Claire perguntou, enquanto se dirigia à sala para pegar na sua carteira e no casaco

- Sim, fico por aqui – Brittany disse, seguindo a mãe até à sala e sentando-se no sofá, a tomar o resto do pequeno-almoço – Não tenho grande coisa para fazer hoje.

- Ok. Até logo, filha – Aproximou-se de Brittany e depositou-lhe um beijo no cimo da cabeça – Se precisares de alguma coisa sabes onde me encontrar a mim ou ao Henry – disse e depois saiu de casa.

Brittany ligou a televisão e continuou a tomar o seu pequeno-almoço, passando os olhos por um programa qualquer que estava a passar àquela hora. Ainda não tinham passado 5 minutos desde que a mãe saíra quando a campainha se fez ouvir. Levantou-se e olhou em volta, pensando que o mais certo era a mão ter-se esquecido de alguma coisa. Quando abriu a porta, um largo sorriso estampou-se no seu rosto e o mesmo aconteceu com a sua visita.

- Surpresa! – Gustav disse, fazendo apenas com Brittany lhe o puxasse para um grande abraço que imediatamente foi retribuído pelo rapaz

- Se é para ter direito a um abraço assim já valeu a pena ter viajado até aqui – Brittany ouviu uma voz que não era a do irmão e logo soltou aquele abraço. Depois de ver quem era voltou a sorrir abertamente. Era claro que Jackson tinha vindo com Gustav – Jackson! – E deu um abraço menos apertado ao rapaz, apenas para o calar – Não estava a contar com vocês tão cedo. – Brittany disse, dirigindo-se para a sala e indicando aos dois rapazes que a seguissem – Mas ainda bem que vieram!

- Era para termos vindo só amanhã, mas conseguimos ter férias mais cedo e decidimos fazer-te uma surpresa – Gustav disse – Mas se tiveres planos para hoje eu e o Jackson podemos ir dar uma volta e regressamos quando te der mais jeito – sugeriu

- Os meus únicos planos eram ficar sentada no sofá – Brittany riu – Fico mesmo contente que tenhas vindo. Aliás, que tenham vindo os dois. Acho que estas férias podem ser muito melhores com vocês aqui – continuou, lembrando-se depois da conversa que tivera com a mãe naquela manhã – A minha mãe ofereceu dormida aqui em casa, caso queriam – informou, timidamente

- A sério? – Gustav perguntou, surpreso e Brittany assentiu – Bem, mas ela estava apenas a contar comigo e afinal o Jack também veio. Nós podemos ficar num hotel barato, já estivemos a ver algumas coisas aqui perto – disse por fim

- Isso fica ao vosso critério – Brittany disse e depois voltou a sorrir meio envergonhada – Eu sou uma anfitriã horrível! Primeiro, nem vos ofereci nada para comer ou beber e segundo não tenho nenhum plano para estes dias! Desculpem – As faces da rapariga estavam um pouco coradas

- Não te preocupes, sem planos pode ser ainda mais divertido, não temos uma coisa para seguir – Jack disse, fazendo a rapariga sentir-se melhor. Não se tinha mesmo lembrado de preparar nada que pudessem fazer – De certeza que nos podes mostrar Nova Iorque, podemos passear de dia, sair à noite – Jack ia continuar, entusiasmado, mas Gustav cortou-lhe a palavra

- Não te esqueças que a minha irmã ainda só tem 17 anos – o rapaz disse e Brittany revirou os olhos

- Tenho 17 anos mas vocês têm os dois 24 e vão tomar bem conta de mim por isso, não há problema nenhum – Disse com um sorriso rasgado no rosto

- É isso mesmo – Jack disse, olhando para a rapariga – Além disso, a Britt tem um namorado mais velho, de certeza que já saiu para alguns sítios e a idade foi meio esquecida – disse mas depois de ver a cara da rapariga acrescentou – Não?

- O Henry não é muito dessas saídas… nem a minha mãe acha muita piada – disse, com o sorriso a desaparecer-lhe do rosto – Mas acho que com vocês cá podemos abrir algumas exceções.

- Não quero que a tua mãe pense que quero desviar-te do teu caminho ou assim – Gustav disse, preocupado com o que Claire poderia pensar

- Não te preocupes, isso não vai acontecer! – Brittany descansou-o – Bom, que tal eu levar-vos até ao hotel e depois irmos dar uma volta? – Sugeriu, recebendo dois sorrisos dos rapazes à sua frente

- Bora lá aproveitar as férias! – Jackson disse e os outros dois riram-se com o entusiasmo dele, entusiasmo esse que dava para os três e sobrava.

....................

Boa tarde! Aqui está mais um capítulo e eu espero que vocês gostem. Não é assim nada de especial, foi mais para introduzir o Gustav e o Jack em Nova Iorque (claro que o Jack vinha atrás do Gustav). E também deu para ver a Claire a ceder um bocadinho, mas só mesmo um bocadinho! A partir de aqui haverá mais "ação" e só espero que gostem do que aí vem :) Até lá vão deixando as vossas opiniões e obrigada a quem tem acompanhado :) Fiquem bem e até ao próximo capítulo!