Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

21
Jun15

"Unconditionally" - Capítulo 14


JustAnOrdinaryGirl

Quando finalmente encontrou David, nas bancadas do campo desportivo da escola, Peter sentou-se ao seu lado, sem dizer uma única palavra. Em vez de dizer o que quer que fosse, esperou que fosse David a quebrar aquele silêncio ensurdecedor.

 

David: O que é que eu fui fazer, Peter? Em quem é que eu me transformei?

Peter: … … …

David: Como é que de repente eu fico com ciúmes de uma rapariga que já nem minha namorada é e depois bato no meu melhor amigo?

Peter: Às vezes fazemos coisas que nunca pensámos vir a fazer. Talvez só o tenhas feito porque continuas a gostar da Bella!

David: Sim, continuo a gostar da Bella. Ela foi o meu primeiro amor. Mas isso não justifica o que eu fiz. O Ryan continua a ser o meu melhor amigo. Mas a maneira como ele e a Bella andam ultimamente…

Peter: Devias ter falado com eles antes de teres partido logo para acusações e insultos.

David: Falar é fácil, Peter…

Peter: Talvez seja… nalgumas situações…

David: O que é que queres dizer com isso?

Peter: Que nem sempre é fácil falar. Por exemplo em relação ao que se passou entre nós…

David: Não se passou nada entre nós!

Peter: Beijaste-me, David! Isso não foi “nada” para ti? Porque para mim foi, muita coisa até!

David: Eu não sou gay!

Peter: Nunca disse que eras, mas dadas as circunstâncias!

David: Ouve, eu sei que gostas de mim, Peter, mas…

Peter: Mas tens medo de admitir que sentes o mesmo por mim!

David: Eu não sinto nada por ti além de amizade, Peter, mete isso na tua cabeça!

Peter: Tens a certeza? Já sei, vais dizer que naquela noite estavas tão bêbedo que pensaste que eu era Bella e por isso decidiste beijar-me! O problema é que eu não acredito nisso, David! Tu sabias bem o que estavas a fazer, tínhamos apenas bebido uma cerveja. Tens tanto medo daquilo que os outros pensam de ti que escondes o que sentes. Admite que só fizeste aquela cena com o Ryan e a Bella para as pessoas pensarem que continuas atrás dela, que ainda gostas dela. Fizeste-o para ninguém pensar que acabaste com a Bella porque afinal o que os da tua equipa dizem é verdade!

David: Não digas coisas sem sentido, Peter!

Peter: Não são sem sentido, são realidades e tu só tens medo de admitir. No início custa, eu sei, mas não é a fazeres cenas destas que custa menos. Só te prejudicas e magoas ainda mais! E o pior de tudo é que acabas por magoar os outros também.

 

Peter virou costas a David, deixando este a olhá-lo, sem saber o que fazer com as palavras que acabara de ouvir. Ainda chamou Peter, para que este ficasse, mas Peter continuo caminho, dizendo-lhe apenas para pensar o que quer fazer com a sua vida e para pensar em quem é mais importante: ele ou os outros.

Entretanto, Bella e Ryan tinham acabado de chegar à casa da rapariga. Bella dirigiu-se à casa de banho, voltando minutos depois para junto de Ryan com uma caixa de primeiros socorros.

 

Bella: Como é que estás?

Ryan: Como é que achas?

Bella: … … …

Ryan: Desculpa, eu não te queria responder mal, tu não tens culpa de nada.

Bella: Tenho sim! Se eu não me tivesse aproximado de ti nada disto teria acontecido!

Ryan: Nós sempre fomos próximos, Bella.

Bella: Mas agora é diferente…

Ryan: Diferente?

 

Bella engoliu em seco. O que ela acabara de dizer não foi que agora via Ryan de maneira diferente. Não era isso. Mas desde que Bella e David tinham terminado, Ryan era a única pessoa, além das duas amigas, em quem ela confiava. Tudo bem que antes eram amigos, mas depois de tudo, eram como melhores amigos. E Bella sabia bem que esta situação estava a custar a Ryan. David era o seu melhor amigo, mas Ryan achava que o que David fizera a Bella tinha sido injusto. Bella explicou isso tudo a Ryan, o que estava a sentir, o que queria ter dito com o “agora é diferente”. Não queria de todo que Ryan interpretasse aquilo de maneira errada. Se bem que, naquele momento, nem Bella sabia bem se ela própria estava a interpretar aquilo de forma correta ou não. Bella fez os curativos a Ryan, que se encontrava sentado no chão da sala da rapariga, com as costas apoiadas no sofá.

 

Ryan: Obrigada pelos curativos!

Bella: Era o mínimo que podia fazer…

Ryan: Ei…

 

Ryan colocou a sua mão no rosto da rapariga, fazendo com que esta se virasse para ele.

 

Ryan: Eu já te disse que não tens de te sentir culpada, ok?

 

Os olhares de ambos cruzaram-se e, por momentos, nada mais existia. Depois, os olhos da rapariga encheram-se de lágrimas e o rapaz puxou-a para si, reconfortando-a com um abraço apertado. Porém, foram interrompidos por Chloe e Sarah. Ao darem conta da presença das duas raparigas, separaram o abraço e Ryan despediu-se de todas elas.

.....................

Boa noite! Eu sei que o capítulo desta semana vem tarde, peço desculpa! Gostaram? Deixem opiniões :)

É só para dizer que esta história não vai ser muito mais longa. Depois preparem-se para algumas novidades que eu espero que gostem:)

Fiquem bem e até ao próximo capítulo