Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

03
Jan15

"Our Love (2)" - Capítulo 16


JustAnOrdinaryGirl

Daniel: Então, não dizes nada?

Rachel: Não há nada para dizer, Daniel… pelo menos em relação a isto…

Daniel: Pois eu acho que há! Tu foste fazer um trabalho com ele e desapareceste sem me dizer nada. No dia seguinte vejo-te com ele logo de manhã e ouço-te dizer-lhe que se esqueceu da carteira no teu quarto! Ainda achas que não tens nada para me dizer?

Rachel: Por acaso já te perguntaste o porquê de eu ter desaparecido?

Daniel: Foi o que passei a noite a fazer, Rachel! E agora chego aqui e vejo-te a sair de casa com outro! O que é que pensavas no meu lugar?

Rachel: O mesmo que pensei quando soube que quem nos bateu à porta na outra noite foi uma aluna tua… ou melhor “uma amiga” como ela diz!

Daniel: O quê?!

Rachel: O que acabaste de ouvir, Daniel!

Daniel: E porque é que não falaste comigo?

Rachel: Porque só ontem é que soube que era uma aluna tua. Que por sinal está bastante interessada em ti!

Daniel: A Olivia…

Rachel: Uau!! Nem foi preciso dizer nomes, sabes bem quem ela é. Sabes, nunca acreditei que o meu pai pudesse ter razão…

Daniel: Espera aí… razão em quê?!

Rachel: Quando dizia que se te apaixonaste por uma aluna, bem que te podias apaixonar por outras!

Daniel: Eu não tenho nada com a Olivia! É ela que está interessada, não eu! Ela é…

Christian: Cuidado com o que vais dizer… A Olivia é minha irmã!

Daniel: O quê?! Então… Tu sabes o que ela anda a tentar fazer, não sabes? Cá para mim até a andas a ajudar e é por isso que passas tanto tempo com a Rachel!

Rachel: Pára com isso Daniel!

Daniel: Também estás interessado na Rachel, não é?

Christian: Não sejas parvo, meu!

Rachel: Já chega, Daniel!

Daniel: Não, deixa ver o que ele diz! Faz-se de amiguinho mas cá para mim…

Rachel: DANIEL!!

 

No momento seguinte só já viram Rachel cair no chão, aparentemente desmaiada. Ambos correram para ela, ajoelhando-se cada um de seu lado para a levantarem do chão. Nenhum deles disse mais nada, sendo que naquele momento, a única coisa que importava era perceber se Rachel estava bem.

Rachel recuperou os sentidos momentos antes de chegar a ambulância. E a confusão estava prestes a instalar-se novamente entre os três.

Daniel: Rachel!! Estás bem?

Rachel: Não sei, eu...  

Médico: O que é que se passou?

Rachel: Não sei bem… Comecei a sentir tonturas e náuseas e depois não me lembro de mais nada… Mas dói-me a cabeça!

Médico: Provavelmente não é nada de grave mas vamos levá-la na mesma ao hospital para ficarmos esclarecidos.

Rachel: Claro…

Daniel: Podemos acompanhá-la na ambulância?

Médico: Sim, mas apenas pode ir um dos dois.

Daniel e Christian: Eu vou!

Daniel: Eu é que acompanho a Rachel, ok?

Christian: E porque é que não posso ir eu?

Daniel: Porque eu é que sou o noivo!

Christian: Um noivo que desconfia dela…

Rachel: Calem-se! Não vão começar outra vez, pois não? Christian...

Daniel: Queres que seja ela a ir contigo?!

Rachel: Importas-te que termine? Christian, apesar de tu, quero que seja o Daniel a estar lá... Mas preciso que avises a Ashley e os meus pais, pode ser?

Christian: Se é isso que queres...

Rachel: Obrigada! Aiii!!!

Daniel: O que foi, Rach?

Rachel: Deu-me uma dor forte na barriga!

Médico: Vamos levá-la já para o hospital!

Daniel: O que é que se passa doutor?

Médico: Não se preocupe, pensamos que não seja nada de mais, mas precisamos de ter certezas!

 

Os médicos levaram Rachel para dentro da ambulância e indicaram a Daniel que entrasse também. Assim que fecharam as portas, Christian dirigiu-se ao carro, mas não o pôs logo a trabalhar. Queria ser ele a acompanhar Rachel, principalmente depois daquela discussão estúpida que tivera com Daniel. Sentia que a culpa de tudo o que estava a acontecer também era dele. Primeiro a irmã, depois uma discussão que faz com que a amiga acabe por ter de ir para o hospital. Mas tinha de fazer o que Rachel lhe pedira e depois, quer Daniel quisesse ou não, iria para o hospital apoiar a amiga, aquela por quem tinha quase a certeza de que se estava a apaixonar aos poucos!

Rachel continuava com dores, apesar de serem menos, e agora, ao ver-se deitada dentro de uma ambulância, sem saber o que se estava a passar, deixou cair uma lágrima. Daniel, apesar de tudo o que acabara de acontecer, amava Rachel e era incapaz de a ver naquele estado. Pegou-lhe na mão e não a largou mais até chegarem ao hospital.

 

Daniel: Vai correr tudo bem, Rach! Eu estou aqui contigo! E amo-te!

 

.........................

E aqui está ele! Espero que tenham gostado, deixem as vossas opiniões :)

Acham que a Rachel se vai safar bem desta situação? Não percam o próxmo capítulo!!

Apesar de ainda não ter a certeza de quando irei terminar esta fic, já ando a pensar na próxima. Depois dou-vos novidades. Mas preparem-se porque 2015 será ano de uma nova fic :D

Fiquem bem :)