Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

31
Jan15

"Our Love (2)" - Capítulo 20


JustAnOrdinaryGirl

#Início da chamada#

xXx: Estás a gozar comigo, certo, Olivia?

Olivia: Não, não estou! Foi o meu irmão que me disse que a Rachel está grávida!

xXx: Isso vem estragar todos os nossos planos, tens noção disso?

Olivia: Tenho noção, é claro que tenho. De qualquer maneira, os planos são teus, não são meus, eu apenas te estou a ajudar e tu sabes bem porquê!

xXx: E vais continuar a ajudar, Olivia! Esta gravidez não pode ser o motivo que me vai estragar os planos, entendido?

Olivia: Ela está grávida! Isso é motivo para os aproximar mais do que nunca. O que é que achas que podes fazer para os separar?

xXx: Só há uma solução, minha querida! Vamos ter de acabar com essa gravidez!

Olivia: Desculpa?!

xXx: O que ouviste. Temos de acabar com esta gravidez. De certeza que isso leva a graves problemas com um casal e eles não vão aguentar com tanta discussão e com tanto sofrimento. Mas atenção que tens de fazer com que pareça um acidente!

Olivia: Tu queres que eu acabe com a gravidez da Rachel?! É a vida de um bebé que está em jogo!!

xXx: Assim como a minha, e a tua vida também estão! Apesar de não ser de uma forma tão macabra mas… isso não interessa! Eu preciso que eles estejam separados e tu precisas que eu cumpra a minha parte do plano! Portanto, liga-me apenas quando a Rachel estiver no hospital por ter sofrido um acidente que a fez perder o bebé! Adeus!

Olivia: Estou? Estou? ESTOU?

#Fim da chamada#

 

Quando desligou o telemóvel, Olivia deixou-se cair no chão, sentando-se e ficando encostada a uma das paredes daquele corredor vazio. Quando se tinha enfiado nesta conspiração contra Rachel e Daniel nunca pensou que tudo aquilo poderia tomar estas proporções. Uma coisa era separar um casal, outra era acabar com uma vida, com a vida de um bebé. Mas essa era a única coisa que fazia com que aquela pessoa cumprisse a sua parte do plano. Era tudo para ajudar a mãe, mas não sabia se consegui chegar tão longe.

Ouviu a campainha da escola tocar e sabia que deveria ir para as aulas, mas não estava com cabeça para isso. Em vez disso, esperou que todos entrassem para as aulas e, quando teve a certeza que todos estavam nas aulas, saiu do edifício e foi para o pátio exterior. Ia sentar-se num banco quando, ao longe, junto à zona de fumadores, viu alguém deitado no chão. Não sabia se devia ou não aproximar-se. Afinal, todos sabiam que naquela zona apenas costumavam estar fumadores e drogados e qualquer coisa perigosa podia acontecer ali. Mas mesmo assim, alguém caído no chão, não era sinal de que alguém estava bem e por isso aproximou-se devagar.

 

Olivia: Oh meu Deus! Louis! Louis! Acorda, por favor! SOCORRO, ALGUÉM ME AJUDE!

 

Ao ver que o colega de turma não acordava e que ninguém aparecia, Olivia decidiu que o melhor era procurar ajuda. Começou por despir o casaco e colocá-lo em cima de Louis, para o proteger do vento que se fazia sentir. Depois, chamou uma ambulância e, enquanto se dirigia à sala onde devia estar a ter aulas.

 

Olivia: Professor Daniel! Preciso que venha comigo e depressa!

Daniel: Olivia, neste momento estamos a meio de uma aula… na qual deverias estar. E dados alguns dos últimos acontecimentos, não tenho tempo para brincadeiras.

Olivia: Não é uma brincadeira, professor, é o Louis! Ele está ali fora, no canto dos fumadores e está caído no chão, inanimado! Preciso mesmo que venha comigo!

Eu já chamei uma ambulância e eles estão a caminho, mas não sei o que fazer agora! Venha comigo, eu juro que desta vez não é nenhuma brincadeira estúpida!

Daniel: Vou sair, mas vão ficar na sala com a funcionária, entendido? Acabem os exercícios. Alguém me chame a funcionária, por favor! Vamos, Olivia!

Olivia: Tem ideia do que possa ter acontecido?

Daniel: Não tenho visto o Louis e nem tenho falado com ele nestes últimos dias mas para ele estar na zona de fumadores, temo o pior!

Olivia: Acha que ele se drogou ou coisa do género? Ele tem fama mas ele disse que estava mudado!

Daniel: E está mudado! A questão é que ele já o fez antes e já esteve em risco de vida por causa disso. Por isso, é motivo para temer o pior!

 

Daniel e Olivia tentaram chamar Louis várias vezes mas ele não reagia. Quando a ambulância chegou, Daniel deu algumas informações aos médicos sobre o passado de Louis. Olivia estava em choque e mal conseguia responder.

 

Médico: Vamos seguir já para o hospital. O professor importa-se de nos acompanhar, para fazer o registo do paciente e para ele ter alguém até os familiares chegarem?

Daniel: Claro que acompanho. Posso ir na ambulância?

Médico: É preferível ir de carro. Precisamos de ter espaço na ambulância para o caso de ser necessária mais alguma reanimação.

Daniel: Ele já acordou?

Médico: Acordou mas voltou a desmaiar. Mas penso que vai continuar fora de perigo.

Daniel: Ok. Eu sigo já atrás de vocês. Façam de tudo para que ele continue bem, por favor!

 

Olivia: Professor… acha que posso ir consigo para o hospital?

Daniel: Não sei se será boa ideia irmos no mesmo carro, tendo em conta o que tens andado a fazer, Olivia!

Olivia: Deixe-me ir consigo, por favor. Prometo que não lhe arranjo mais problemas!

Daniel: Tudo bem, entra no carro. Mas nem mais uma brincadeira parva, entendido?

.......................

E aqui está! Que acharam deste telefonema entre Olivia e X? E do aconteceu a Louis?

Tudo no próximo capítulo!

Fiquem bem e vemo-nos para a semana! :)

 

Pág. 1/5