Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

31
Mai14

"Our Love" - Capítulo 20


JustAnOrdinaryGirl

 

Ashley: Não sei o que queres, mas sai daqui, Louis!

Louis: Porquê?

Ashley: Porque não quero falar contigo, não te quero ver, não te quero ouvir. Apenas…sai daqui!

Louis: Amo-te!

Ashley: O quê?!

Louis: Isso mesmo que ouviste. Eu amo-te Ashley! E não te quero perder para sempre!

 

Entretanto, Rachel também estava no quarto de Daniel. Estavam ambos deitados em cima da cama, abraçados e a conversar.

 

Rachel: Achas que o Louis vai conseguir?

Daniel: Para ser sincero, acho que sim.

Rachel: Porque é que fizeste isto? Porque é que o decidiste ajudar mesmo depois de saberes que foi ele quem me atropelou?

Daniel: Porque sabia que era isto que querias. Porque apesar de tudo o que se passou com o Louis, queres ver a tua amiga feliz.

Rachel: Já te disse que és o melhor namorado do mundo?

Daniel: Namorado?

Rachel: Tecnicamente, só seremos namorados no final do ano, mas sim, és o melhor namorado e professor do mundo!

Daniel: Então já que sou o melhor namorado do mundo, podíamos deixar-nos de conversas e aproveitar que estamos aqui os dois!

Rachel: Parece-me uma ótima ideia. Mas atenção: o meu pai pediu-me para ter juízo.

Daniel: Juízo?!

Rachel: Sim. Ele estava a falar de não me reaproximar de ti e essas coisas portanto…

Daniel: E tu…estás a pensar ter juízo?

Rachel: Pensei nisso…quando pensei que ia partilhar o quarto com a Ashley.

Daniel: Estou a ver!

 

Daniel puxou-a mais para si e beijou-a apaixonadamente. Passou de simples beijos a beijos mais longos e aos quais Rachel não conseguia resistir. Contrariando os pedidos do pai de Rachel, acabaram por fazer amor, aproveitando assim aquele momento em que podia estar apenas os dois.

Ao mesmo tempo Louis continuava a explicar a Ashley que a amava, mas estava difícil.

 

Louis: Têm sido os piores dias da minha vida, Ash! Não consigo viver sem ti!

Ashley: Pena que só tenhas percebido isso depois de teres feito a m***a que fizeste!

Louis: Nunca ouviste dizer que só damos valor às coisas quando as perdemos? No meu caso, foi exatamente o que aconteceu.

Ashley: E então? Queres que eu volte para ti e esqueça tudo, é isso?

Louis: Não! Quero que me dês uma oportunidade para te provar que mudei, para te reconquistar. Quero que me digas que ainda posso ter esperanças em ser feliz contigo. Mais nada!

Ashley: Não sei se consigo, Louis.

Louis: Tudo bem, é contigo! Mas fica a saber que, mesmo assim, vou fazer de tudo para te provar que te amo e que estou diferente! Até amanhã, Ashley!

Ashley: Porque é que de repente mudaste?

Louis: Por muitos motivos. Primeiro, porque te perdi e porque tudo o que quero é poder ter-te de volta. E segundo, porque fui parar ao hospital e estive entre a vida e a morte. Achas motivos suficientes para querer mudar?

Ashley: Não fazia ideia! Estás…estás bem?

Louis: Agora sim. Mas não me posso voltar a meter em drogas e bebida só com muita moderação. Mas foi bom, fez-me mudar e querer ser uma pessoa melhor. Errei com muita gente e de muitas maneiras.

Ashley: Também estás a pedir oportunidades às outras pessoas ou é só a mim?

Louis: Já pedi desculpa a outras pessoas, sim. Comecei a procurar emprego para ajudar os meus pais. Gastei-lhes imenso com as drogas. E também falei com a Rachel e o professor Daniel!

Ashley: A Rachel perdoou-te?

Louis: Não posso dizer que me perdoou, depois de tudo o que lhe fiz. Mas está disposta a dar-me uma segunda oportunidade!

Ashley: Estás a falar do que lhe fizeste no passado, quando namoraram?

Louis: Disso e do que lhe fiz há uns tempos, quando a acusei de andar com o professor e quando a atropelei de propósito!

Ashley: Tu o quê?!

Louis: Eu atropelei a tua amiga de propósito. Foi uma das maiores estupidezes da minha vida. Mas sabes o que me surpreendeu? Mesmo depois de ter confessado o que fiz, tanto ela como o professor decidiram ajudar-me. É graças a eles que estou aqui contigo.

Ashley: Não esperei que a Rachel te perdoasse, depois de tudo. Foste horrível, sabes disso?

Louis: Sei. Mas também sei que as pessoas mudam e sei que um dia ainda me vais perdoar.

Ashley: Talvez um dia, mas por enquanto não consigo.

Louis: Tudo bem…Até amanhã, Ashley!

Ashley: Espera! Presumo que a Rachel esteja com o professor no vosso quarto. Vais interrompê-los?

Louis: Não. Vou dar uma volta por aí…

Ashley: Não. Podes ficar aqui, na cama da Rachel. Eu não me importo. Boa noite!

 

Ashley deitou-se na sua cama e deixou que Louis ficasse na cama ao lado da dela. Mal se deitou, as lágrimas começaram a escorrer pela sua face. Nunca pensou que Louis lhe dissesse tudo aquilo. Aliás, nunca pensou que Louis pudesse mudar assim tanto. Apesar de acreditar naquela mudança, não o conseguia perdoar, pelo menos por enquanto. Fechou os olhos e tentou não fazer barulho enquanto chorava, mas foi escusado, não conseguia evitar soluçar.

Louis estava a ouvi-la e, apesar de saber que Ashley não iria achar piada, deitou-se ao lado dela e abraçou com toda a sua força. Ao contrário do que ele pensou, Ashley nem sequer o afastou e aconchegou-se nele. Acabaram por adormecer os dois, abraçados e a chorar.

Na manhã seguinte, bem cedo, Rachel e Louis voltaram cada um ao seu quarto.

 

Rachel: Então, como correram as coisas? Fizeram as pazes?

Ashley: Não!

Rachel: Não?! Mas eu passei cá de madrugada e vocês estavam a dormir juntos e bem abraçadinhos. O que é que se passou?

Ashley: Passou-se que ele me contou várias coisas e quando viu que eu estava a chorar abraçou-me. Acabámos por adormecer assim.

Rachel: Não lhe vais dar outra oportunidade?

Ashley: É complicado, Rach! Eu...continuo a gostar dele, como no primeiro dia, mas estou magoada. Mas quando ele me disse que me ama, que ia fazer de tudo para me reconquistar, quando me contou tudo, quando me abraçou, tive a certeza que ele mudo, que está diferente, que me ama mesmo. Mas...

Rachel: Tens medo de te magoares ainda mais, é isso?

Ashley: Acho que sim! Como é que tu e o professor Daniel o conseguiram perdoar tão facilmente?

Rachel: Não foi uma questão de perdoar. Foi mais de o deixar mostrar que pode ser diferente.

Ashley: Achas que um dia também vou conseguir perdoá-lo, dar-lhe mais uma oportunidade?

Rachel: Para ser sincera, acho que já o fizeste! Caso contrário, nunca o terias deixado ficar contigo, na mesma cama que tu, depois de lee te ter contado tudo. Acho que só ainda não o admitiste! Mais sei que as coisas vão ficar bem. Apesar de tudo, vocês amam-se! Vá, agora vamos embora, que está toda a gente à nossa espera.

Ashley: Obrigada! E já agora, como é que foi essa noite com o teu principe?

Rachel: Foi...completamente o contrário daquilo que o meu pai me pediu!

Ashley: Queres então dizer que não tiveste muito juízo!

Rachel: Claro que tive. Só não tive o juízo todo que era suposto. Foi fantástico. Eu amo aquele homem!

Ashley: Ai, ai Rachel Stevens! O que o amor te faz!

Rachel: Olha quem fala! Vamos mas é embora!

 

..........................

E aqui está! Sei que hoje veio um pouco mais tarde, peço desculpa.

Espero que gostem e não se esqueçam de deixar as vossas opiniões :D

Fiquem bem e até à próxima!

Pág. 1/5