Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

04
Jan14

"Secrets" - Capítulo 15 ÚLTIMO


JustAnOrdinaryGirl

Claire: Então, vocês são vampiros e tu és um lobisomem! É isso?! Ah, e tu afinal não te chamas Katie mas sim Katherine!

Katherine: É isso mesmo, Claire. Ouve, eu sei que devíamos ter contado mais cedo ou pelo menos deviamos ter evitado que soubesses assim. Desculpa.

Claire: Eu não estou chateada. Só estou surpreendida por vocês serem criaturas sobrenaturais. Desculpem lá, mas eu achei que isso só existia nos filmes de terror.

Katherine: Mas existimos na vida real. E há mais uma coisa!

Claire: Deixa-me adivinhar: existem sereias, bruxas, máquinas do tempo, e coisas do género!

Josh: Quanto ao resto não sei, mas as bruxas é provável que existam.

Katherine: Mas não é nada disso. A Kristen é minha sobrinha. Eu sou a irmã do pai dela, aquela que desapareceu há 10 anos.

Claire: A sério?! Mas afinal, que idade é que tu tens?

Katherine: Tenho 26, quase 27.

Claire: A tua aparência é a de uma miúda de 17 anos. Estás bastante bem conservada.

Josh: Espera até saberes a minha idade!

Claire: Não deves ter muito mais que 20.

Josh: Aparentemente tenho 23 anos, mas na verdade tenho 132.

Claire: Ok, acho que isto não pode ficar mais esquisito. E tu Mike, tens que idade? 200?

Mike: Não, eu tenho mesmo 18 anos. Ao contrário deles, vou continuar a envelhecer...

Claire: Ouçam, isto é tudo muito estranho e vocês são totalmente diferentes do que eu achei, mas...acham que podem continuar a ser meus amigos, apesar de eu não passar de uma simples humana? É que eu nunca tive amigos, vocês foram os primeiros. Apesar de dois estarem meio mortos e de um ser um animal, mas pronto, acho que posso lidar com isso.

Katherine: Nunca vamos deixar de ser teus amigos, Claire. Desde que estejas pronta para algumas aventuras!

Agora que as coisas com Claire estavam esclarecidas, Katherine precisava de resolver as coisas com a família, principalemente com Grace. Foi com Kristen até casa do irmão, quando Joshua já estava a dormir. Queria que ele descobrisse da maneira certa e não no meio de uma discussão ou de uma luta qualquer. Desta vez, as coisas tinham de ser resolvidas da maneira mais normal possível. Foi muito bem recebida pelo irmão Tom, já por Grace, nem por isso. Porém, esta aceitou ouvir a história da cunhada antes de começar com os problemas.

 

Grace: Desculpa Katherine, mas não estejas à espera que eu aceite um monstro em minha casa. Vocês alimentam-se de sangue humano e nós somos humanos. Não quero correr riscos e muito menos quero que os meus filhos os corram.

Tom: Grace, a minha irmão não é um monstro. Ela anda numa escola cheia de humanos e nunca mordeu nenhum, pois não? Não a podes proibir de estar com a família.

Katherine: Grace, eu sei que achas isto tudo muito perigoso mas não me podes afastar de vocês. Além disso, eu não venho viver cá para casa. Eu vivo com o meu namorado. Só te estou a pedir que me deixes estar junto da minha família e conhecer o meu sobrinho.

Kristen: Desculpem estar a meter-me mas, mãe, sabes que mesmo que tu digas que não, a tia pode coagir-te a concordar e fazer com que fique tudo bem.

Grace: O quê?

Katherine: Sim, eu posso fazer isso, mas não o vou fazer. Se tivesse de o fazer, tinha-o feito no primeiro dia em que vos voltei a ver. Tinha-vos feito esquecer de tudo e a aceitar que eu tinha voltado e nunca na vida saberiam que eu sou uma vampira. Grace, eu sei controlar-me, não vos vou atacar.

Grace: E quando tiveres fome?

Katherine: Alimento-me com um saco de sangue ou então vou fazer isso longe daqui. Até agora, nunca matei ninguém, nunca tive de transformar ninguém. Grace, acredita em mim. As coisas vão correr bem. E não gostavas de ver o teu filho feliz por realizar o sonho de me conhecer?

Grace: Ouve uma coisa, Katherine. Sabes bem que nunca foste uma pessoa de quem eu gostasse muito, mas vou fazer isto pela minha família. Se alguma coisa corre mal, eu própria te mato. E olha que já me informei de como matar um vampiro.

Katherine: Nada vai correr mal, acredita em mim. Obrigada! E será que posso conhecer o meu "fã" Joshua?

 

Tom foi chamar Joshua, que já estava a dormir. Contou-lhe que a tia tinha aparecido e que o queria conhecer. Claro que lhe esconderam o facto de ela ser uma vampira, pelo menos por enquanto. Quando chegou à sala e encarou com a tia, o rapaz correu e abraçou-a. E ela retribuiu. Passaram algumas horas a conversar para que o sobrinho a conhecesse e para ela responder às mil e uma perguntas do sobrinho. No final, Katherine foi para casa.

 

 

"Agora que contei a verdade, sinto-me muito melhor. Finalmente conheci o meu pequeno sobrinho. Gostava que ele soubesse a verdade toda, mas ainda é pequeno demais para isso. As coisas com o Josh estão a correr às mil maravilhas e só pensamos no nosso futuro juntos. O Tom já contou aos meus pais que eu voltei e que havia coisas que eles precisavam de saber. Vamos ter com eles no próximo fim de semana. Vai ser um choque para eles mas espero que me aceitem. Quanto ao Mike, parace que finalmente me esqueceu. Disse-me que tem um novo interesse amoroso, que as coisas estão a correr bem. A Claire está livre daqueles rapazes, finalmente. Cada vez que passam por ela é como se não a conhecessem. É o poder da coação vampírica. A Grace faz questão de me lembrar que sabe como destruir um vampiro. No outro dia, pôs-me à prova. Roubou um saco de sangue da minha mala e sujou a mão com ele. Achou que eu a ia atacar. Não imaginas o esforço que fiz para não por os caninos de fora e atirar-me a ela. Mas resisti e ela ficou fula. Acho que finalmente aprendi a viver como uma vampira e acho que desta vez as coisas vão correr bem. Eu e o Josh vamos agora para casa do meu irmão, para um almoço de família. Vamos lá ver o que a Grace inventa desta vez. Só sei que há dois convidados. Um deles sei que é a Claire, o outro não faço ideia. Katherine"

 

 

Grace: O quê?! Estás a gozar comigo, certo, Kristen?!

Kristen: Não, mãe. Eu estou a falar muito a sério. Eu e o Mike começámos a namorar!

Tom: Muitos parabéns, filha. E tu, Mike, espero que trates bem a minha filha.

Mike: Não se preocupe. Farei dela a pessoa mais feliz.

Grace: Mas está tudo louco nesta casa?! Querem dar comigo em louca?! Como se não me chegasse uma cunhada vampira e o namorado vampiro dela, agora ainda tenho de levar com um genro lobisomem?

Katherine: Então, assim tens uns netinhos meio humanos meio lobos. É giro! Pode ser que assim te habitues a gostar de monstros!

Joshua: Vampiros e lobisomens? Vocês são isso?!

Grace: Querido...

Katherine: Calma, a coação resolve. Joshua, não nos ouviste falar em vampiros e lobisomens. Vais esquecer tudo o que nos ouviste dizer. Estavas lá fora a jogar à bola e a única coisa que ouviste foi a mãe chamar-te para comer.

Tom: Vamos almoçar? Como uma família normal que somos?

Grace: Normal?!

Katherine: Sim, Grace. Nós somos uma família normal. Só tu é que ainda não aceitaste isso. Mas um dia, vais acabar por gostar de nós. Não te esqueças que tens grandes probabilidades de ter uns netinhos lobitos!

 

FIM

 

.................................

E chegou ao fim mais uma fic. Espero que tenham gostado de "Secrets". Obrigada a todas as pessoas que comentaram e leram.

Foi bastante importante ter recebido as vossas opiniões. Já ando a pensar numa nova fic, por isso em breve haverá novidades.

Até lá, vão-me dando a vossa opinião sonbre esta.

Fiquem bem e até à próxima fic :-D