Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

23
Nov13

"Secrets" - Capítulo 9


JustAnOrdinaryGirl

"

Querido diário, já te tenho há 10 anos e é a primeira vez que aqui consigo escrever alguma coisa.

Foste-me oferecido pela minha tia Katherine poucos dias antes de ela desaparecer. Ela tinha-me dito que irias servir para eu contar as minhas histórias, as coisas que não queria contar a mais niguém, nem mesmo a ela. E depois, assim do nada, ela desapareceu sem deixar rasto. Ela sempre foi a minha melhor amiga. Era com ela que eu brincava porque não tinha muitas amigas, era com ela que eu passava as minhas tardes enquanto os meus pais estavam a trabalhar e não podiam ficar comigo. Enquanto as outras miúdas idolateravam os cantores do momento, a minha ídola era a minha tia. Só eu sei aquilo que passei quando me disseram que ela tinha ido embora. Eu tinha seis anos, não me podiam dizer tudo. Quando cresci e percebi que ela tinha desaparecido, chorei noites a fio, sem saber o que fazer a seguir. No início ainda recebemos algumas novidades da polícia. Depois deixaram de a procurar. Sempre me fiz de forte e nunca mostrei o que realmente sentia. Talvez seja por isso que sou a "rebelde" cá da casa. Sempre acreditámos que foi raptada e que ainda não conseguiu escapar. Bom, na verdade nem todos acreditamos nesta versão. A minha mãe acha que se ainda não voltou é porque não quis. Não sei porquê, mas acho que a minha mãe nunca gostou muito da minha tia. Talvez porque a Katherine sempre foi um espirito livre, com ideas próprias e que sempre viveu à sua maneira. Mas ela era assim e eu adorava-a por isso. Fui-me habituando à ideia de que ela não ia voltar. Com o passar dos anos ia ser cada vez mais difícil encontrá-la. Mas depois, assim do nada, esta história deu mais uma volta de 360 graus. Ainda não tive coragem de contar a ninguém aquilo que vi. Tenho medo da reação deles, principalmente da reação do Joshua e do meu pai. Sei que o devo fazer, mas não sei como...

Neste momento, lá em baixo na sala, o meu irmão está mais uma vez a falar da tia que nunca conheceu na vida real, mas apenas nas histórias do meu pai. A minha mãe já está aos gritos com eles. O meu irmão começou a chorar e fechou-se no quarto...outra vez.

E quanto a mim, acho que chegou a hora de fazer a coisa certa. Deseja-me sorte, querido diário." Kristen


Kristen: Pai! Achas que podemos falar?

Tom: Claro que sim, querida. Passa-se alguma coisa? Tenho notado que andas estranha e triste!

Kristen: Tenho uma coisa para te contar...

Tom: O que é que se passa? Alguma coisa da escola?

Kristen: Não tem nada a ver com a escola. Tem a ver com...com a nossa família.

Tom: O que é que aconteceu? Estás com algum problema, filha?

Kristen: Eu tenho de te contar uma coisa que me anda a tirar o sono há alguns dias...mas tenho medo de te dizer isto...

Tom: Kristen, tu estás grávida?!

Kristen: Não pai! Mas acho que o que tenho a dizer, comparado com estar grávida, não é nada. Podemos ir para o meu quarto? Não quero que a mãe e o Joshua oiçam isto...pelo menos por agora.


Tom: Então filha, o que é que me queres contar?

Kristen: É sobre a...sobre a tia Katherine.

Tom: O que é?

Kristen: No outro dia à tarde, quando saímos da escola, eu e o Joshua ficámos lá mais um bocado à porta...Eu queria ver se passava uma pessoa.

Tom: Uma pessoa?!

Kristen: Sim...Um rapaz que eu gosto.

Tom: Tens namorado?

Kristen: Não...Mas não é sobre isso que eu quero falar agora, pai.

Tom: Ok...mas depois vamos falar nisso.

Kristen: Pai!

Tom: Desculpa, podes continuar.

Kristen: A certa altura o Joshua perguntou-me se eu conhecia uma rapariga que estava à porta da minha escola. Eu não percebi de que rapariga ele estava a falar e disse-lhe que não conhecia nenhuma das raparigas que lá estava. O Joshua perguntou-me isso porque viu uma rapariga que ele achava que era parecida com a tia. Eu disse-lhe que isso era impossível, porque a tia não podia estar ali e muito menos parecer-se com uma rapariga pouco mais velha que eu. Eu disse ao Joshua para ele não ter esperanças, porque a tia podia não aparecer. A conversa acabou por ali. Eu continuei à espera que o tal rapaz passasse e foi então que eu vi a rapariga de que o Joshua estava a falar...

Tom: E também achaste que ela era parecida com a tia? Ficaste triste por te lembrares de como ela era quando eras pequena?

Kristen: Não foi isso, pai...Ainda tens aquela fotografia que dizes que foi a última que a tia tirou antes de desaparecer?

Tom: Sim, tenho-a aqui na minha carteira.

Kristen: Mostra-ma, se faz favor.

Tom (tira a foto da carteira): Toma. Então, a rapariga que viste parece-se mesmo com a tia?

Kristen: Pai, a rapariga que eu vi não se parece com a tia... A rapariga que eu vi...é a tia!

 

..........................

Espero que tenham gostado deste pequeno capítulo.

A fic já não deve ter muitos mais capítulo, por isso, a partir daqui vão ser só coisas a acontecer!

O que acham que se segue? Não se esqueçam de deixar as vossas opiniões!

Fiquem bem. Até à próxima :-D