Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

07
Abr13

"When a Lie Becomes the Truth" - Capítulo 20


JustAnOrdinaryGirl

Como combinado, Ian foi ter a casa de Miley. Bateu à porta e quem lha abriu foi mesmo ela. Estava toda produzida, como se fosse a uma festa.

 

Miley: Olá meu amor. Entra (dá-lhe um beijo na face).

Ian: Olá. O que é que queres?

Miley: Andas cá com uns modos! Já falamos. Primeiro vamos beber qualquer coisa.

Ian: Não me digas que me queres embebedar para eu fazer tudo o que tu queres.

Miley: Não sejas estúpido, ‘tá bem? Vamos sentar, beber alguma coisa e falar, entendido? E pensa que é tudo para o bem da “tua” Nina.

Ian: Onde é que a tens?

Miley: A seu tempo saberás. Agora vamos mas é tratar do que temos a tratar. Aposto que sabes o que eu quero!

Ian: Desconfio. Mas gostava de o ouvir da tua boca.

Miley: Com muito gosto babe! Então é assim, se queres garantir a segurança da Nina, vais ter de voltar a ser meu namorado.

Ian: Muito bem, eu aceito ser teu namorado outra vez.

Miley: Não é assim tão simples babe. Vais ter de me fazer um pedido de namoro em público.

Ian: Desculpa?!

Miley: E com pedido de desculpas incluído.

Ian: Nem penses!

Miley: Ou fazes o que te acabei de dizer ou bye bye Nina. Escolhe! Se preferes o bye bye Nina, tudo bem. Mas mais cedo ou mais tarde voltas a ser meu namorado. A escolha é tua. E acredita que vai ser um prazer livrar-me da Nina.

Ian: Eu aceito. Quando é que avanço com isso do pedido de namoro e desculpas?

Miley: Amanhã, à hora de almoço, na cantina da escola.

Ian: What?!

Miley: Isso que ouviste. Podes começar a preparar um discurso!

 

Nesse momento, Miley recebe uma sms. Era de Nick e dizia: Temos de falar. Descobri umas coisas um tanto ou quanto interessantes. Vens ter comigo? Acredita que te vai interessar!

 

Miley: Eu vou ter de sair babe. Não te esqueças de te preparares para amanhã. Depois logo te digo que mais tens de fazer!

Ian: Mais?!

Miley: Claro! Ou pensaste que te ia dar a Nina assim de mão beijada? Of course not. Isto ainda agora começou meu caro.

 

Miley abriu a porta a Ian para ele sair e saiu logo atrás dele, pronta a ir ouvir o que Nick tinha assim de tão importante para lhe contar.

Miley: O quê? Tu diz-me que isto é uma brincadeira, Nicholas!

Nick: Não, não é brincadeira nenhuma, Miley! Eles andaram a gozar connosco este tempo todo.

Miley: Eles vão pagar tão caro por isto, que tu nem imaginas. Se antes eu já tinha pensado que eles iam sofrer, então agora vão sofrer ainda mais!

Nick: O quê?! Mas Miley, eles nunca namoraram, logo, a Nina nunca te roubou o namorado. Para que é que te vais vingar?

Miley: Eles andaram a gozar connosco Nick! Não achas um motivo suficiente para nos vingarmos deles?

Nick: Acho que devíamos acabar com isto. Se os pais da Nina chamam a polícia, nós estamos lixados! LIXADOS!

Miley: Se eles chamam a polícia, quem se lixa é a filha deles!

Nick: Para com isto, Miley! É o melhor para todos.

Miley: Nick, eu sei que tu queres que a Nina fique em segurança. É normal, estás apaixonado por ela. E queremos sempre que a pessoa por quem estamos apaixonados esteja bem e feliz.

Nick: Então porque é que não deixas que o Ian seja feliz? Mesmo que seja ao lado da Nina? Tu já não estás apaixonada por ele, pois não? Só estás a fazer isto porque não suportas que tenha sido ele a dar-te com os pés e que agora esteja apaixonado por outra pessoa.

Miley: Ele NÃO está apaixonado pela Nina!

Nick: Acredita que está. Se não estivesse, não tinha reagido assim ao ver aquelas fotos. Lembra-te que eles tinham um namoro falso mas que, mesmo assim, ele ficou magoado com isso e continua a querer encontrar a Nina. Pensa nisto, Miley!

Miley: Se mentiram uma vez, podem mentir muitas mais. Eu vou vingar-me, com ou sem a tua ajuda!

 

Essa noite não correu bem para nenhum dos quatro. Ian não dormiu nada, pois passou a noite a pensar no que tinha de fazer no dia seguinte: pedir Miley em namoro em frente a toda a escola. Nick não dormiu a pensar se deveria ou não continuar a ajudar Miley. Claro que se queria vingar de Ian e fazer com que ele e Nina não ficassem juntos, mas tinha dúvidas em relação a se devia ou não continuar a prejudicar a vida da melhor amiga, ou ex-melhor amiga. Nina passou a noite a gritar por socorro e quase que não tinha voz. Ainda por cima não tinha notícias de Miley há algumas horas. Por fim, Miley passou a noite às voltas na cama, furiosa com a mentira que Nina e Ian lhe tinham pregado e a pensar em maneiras de se vingar dos dois. Claro que também passou uma grande parte da noite a pensar no que Nick lhe dissera: “Então porque é que não deixas que o Ian seja feliz? Mesmo que seja ao lado da Nina? Tu já não estás apaixonada por ele, pois não? Só estás a fazer isto porque não suportas que tenha sido ele a dar-te com os pés e que agora esteja apaixonado por outra pessoa.”

 

No dia seguinte, Ian levantou-se mais cedo. Não tinha dormido nada, sentia-se cansado, mas tinha que preparar um discurso que parecesse convincente. Tinha de fazer com que Miley acreditasse nele, tinha de fazer aquilo que ela queria, pois só assim poderia salvar Nina das mãos daquela depravada.

Algumas horas depois chegara o grande momento. O momento em que Ian tinha de voltar a ser o namorado de Miley Cyrus, a rapariga que antes amava mas que agora começava a detestar. Sinceramente, sempre pensara que ele e Miley eram daqueles casais que iam ficar juntos para sempre e que iam ser muito felizes um ao lado do outro. Mas enganou-se muito.

Agora que era hora de almoço, já havia muita gente na cantina, e esse era o momento para Ian fazer o que precisava. Respirou fundo e avançou. Ou fazia aquilo ou, como Miley dizia, “bye bye Nina!”.

 

...........................

Bem, aqui está mais um. Espero que gostem e que comentem MUITO!

Beijinhos e até ao próximo capítulo :D