Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

You And I

24
Mar13

"When a Lie Becomes the Truth" - Capítulo 17


JustAnOrdinaryGirl

“Querido Ian,

sei que te devia ter contado a verdade desde o início. Não te devia ter mentido sobre o facto de ter namorado, mas a verdade é que o fiz. Errei e sei que nunca me vais perdoar pois odeias que te traiam.

Como não consigo continuar a ver-te sofrer mais, decidi sair daí por algum tempo. Talvez volte um dia destes, quando achar que não te posso fazer sofrer mais.

Há uma coisa que te quero dizer: volta para a Miley. Só ela é que te consegue fazer feliz e sei que ainda a amas! Vais sempre amá-la. Eu sei que vais e tu também.

Espero que fiques bem e que escolhas o caminho certo.

Até um dia, Nina Dobrev.”

 

Ian: Não! Ela não pode estar a fazer isto. Não pode!

 

 

Ian amachucou a carta e atirou-a para um canto. Sentou-se ao fundo da cama, baixando a cabeça, e tentou perceber o que Nina acabara de fazer. Afinal, ela tinha-o enganado. Porquê? Porque é que ela lhe tinha feito aquilo?

De repente, levantou-se, apanhou a carta do chão e guardou-a numa gaveta. Algo lhe dizia que aquela carta ainda lhe seria útil.

 

Passara uma semana desde o “desaparecimento” de Nina e Ian não parava de pensar no que teria passado pela cabeça dela para deixar assim o sonho de ser pediatra só porque se tinham chateado. Alguma coisa estava errada. Só não sabia o quê! Sentou-se numa das salas de aula, a olhar para o vazio e a pensar. Apesar de tudo, tinha saudades dela.

 

Miley: Ian! Que fazes aqui sozinho?

Ian: O que é que te interessa?

Miley: Sabes que me preocupo! Estás a pensar na Nina?

Ian: Deixa-me sozinho, Miley. Por favor!

Miley: Às vezes pergunto-me porque terá ela ido embora. O que aconteceu entre vocês foi assim tão grave?

Ian: Miley, eu….Espera! Como é que sabes que a Nina foi embora?

Miley: Porque nunca mais a vi por cá. Deduzi que se tenha ido embora.

Ian: Deduziste? Deduziste mesmo?

Miley: Ian, para quê essa pergunta?

Ian: Nada! Eu tenho de ir embora. E espero mesmo que apenas tenhas deduzido.

 ............................

 

Miley: Olá Nina! Vim trazer o jantar.

Nina: Deixa-me sair daqui, Miley. Já estou presa há uma semana. Deixa-me ir embora.

Miley: Mas Nina, eu trato-te tão bem! Trago-te comida, água. Até te dei uma manta para não teres frio e um livro para passares o tempo. Estás aqui tão bem!

Nina: Porque é que me estás a fazer isto?

Miley: Eu já te disse porquê. Mas, se eu te deixasse sair daqui, tu afastavas-te do Ian e deixavas que ele voltasse para mim?

Nina: Eu vou lutar pelo Ian. Ele não merece estar com uma….com uma obcecada como tu!

Miley: Muito bem. Sendo assim, parece que esta vai ser a tua casa nos próximos tempos. (sai)

Nina: MILEY!

Miley: Não grites que ainda ficas sem voz. Ninguém te vai ouvir. Bye bye darling!

Nina: MILEY!

 

Depois daquela conversa com Miley, Ian ficou a pensar no que se tinha passado ultimamente. Tinha de falar com Nina e tirar aquela história a limpo de uma vez.

Apesar de não estar preparado para falar com Nina, não podia continuar com aquela dúvida.

Tentou ligar várias vezes, mas ouvia sempre o mesmo “Neste momento, o número que marcou, não está disponível.”.

Ian não podia esperar mais. Alguma coisa se passava, tinha a certeza. Se Nina não atendia, tinha de falar com os pais dela. Talvez eles soubessem de alguma coisa. Nina tinha-lhe dado o número de casa, caso fosse preciso alguma coisa quando ela fosse passar o fim-de-semana a casa. Depois de o encontrar, telefonou então aos pais dela.

 

 

#Início da Chamada#

Ian: Estou? Daqui fala o Ian. É de casa da Nina Dobrev?

MãeNina: Olá Ian! É sim. Tudo bem? É um prazer falar consigo!

Ian: Tudo bem e com a senhora? O prazer é meu! Eu gostava de falar com a Nina, se possível. Ela tem o telemóvel desligado.

MãeNina: Mas a Nina não está.

Ian: Oh! Pode dizer-lhe para me ligar, quando chegar a casa? Preciso mesmo de falar com ela.

MãeNina: Ian, não está a perceber. A Nina não está aqui. Ela está aí. Não estou a perceber este seu telefonema!

Ian: Ela deixou-me uma carta a dizer que ia para casa durante uns tempos, porque precisava de pensar. Ela devia estar aí!

MãeNina: Não está, nem esteve. Há quanto tempo ela lhe deixou essa carta?

Ian: Uma semana!

MãeNina: Oh! O que é que se está a passar, Ian? A minha filha?

Ian: Isso gostava eu de saber. Não se preocupe! Eu vou encontrar a Nina. Prometo-lhe!

MãeNina: Nós vamos para aí ainda hoje. Dê-me a sua morada, por favor.

Ian: Claro. A morada é xxxxxxxxxxxxx

MãeNina: Chegamos aí num instante, Ian.

Ian: Tenham calma. Tenho a certeza que ela está bem. Com licença!

 

#Fim da Chamada#

 

Mal desligou, Ian pegou nas suas coisas e nas chaves do carro e dirigiu-se até à residência onde morava Nick para esclarecer umas coisinhas.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

.................................

E como é Domingo, aqui está mais um capítulo. Espero que gostem e que comentem com as vossas opiniões.

Obrigada a todos os que têm comentado. A meio da semana haverá mais :D
Fiquem bem.

Beijinhos, DemiJonasFan